Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Agronegócios

ACESSIBILIDADE: A A A A

ABCZ engrossa coro de entidades que apresentarão emendas à MP do Funrural

09/08/2017

Publicada semana passada no Diário Oficial, a Medida Provisória que define a nova alíquota e condições de renegociação das dívidas do Funrural deve ser alvo de emendas apresentadas por entidades do agronegócio. Entre elas, a Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ), que sugere três itens para serem incorporados à MP do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural. 
Nesta relação estão a isenção do tributo para aqueles produtores que estejam operando com prejuízo operacional; a dilatação do prazo para adesão ao Programa de Regularização Tributária Rural, que passaria de 29 de setembro para 31 de dezembro, e a redução de 4% para 1% do percentual de entrada equivalente ao débito, a ser pago em quatro parcelas.
As propostas foram colocadas durante reunião do Conselho do Agro, semana passada, na sede da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), do qual a ABCZ faz parte. “Queremos atenuar o impacto do imposto”, ressalta o diretor da entidade.
Ele reconhecendo que a MP já acatou grandes reivindicações da classe, como o parcelamento da dívida em 180 meses, “mas estamos discutindo sugestões de emendas a serem apresentadas à FPA, com objetivo de melhorar o texto”, defende.