Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bairros

ACESSIBILIDADE: A A A A

Trabalho contribui com a educação

12/08/2017

A aluna do Ensino Médio da escola Horizonta Lemos Valéria Claodênia da Silva dos Santos (16) está aprendendo na prática aquilo que os seus pais lhe diziam. A dona Quitéria e o senhor Claudemar sempre disseram que quando ela começasse a trabalhar, passaria a entender o valor de cada coisa. Não deu outra: “eu trabalho em uma lanchonete e faço curso também. Hoje eu entendo o que os meus pais diziam perfeitamente”, confessa. 

Valéria acredita que pedir dinheiro para os pais é algo incômodo para essa juventude, que se mostra tão sedenta de ser independente. “Chega um domingo, você quer sair e fica com vergonha de pedir, isso me motivou a buscar minha independência”, conta ela, que ficou muito entusiasmada quando recebeu o seu primeiro salário. 

“Com a correria e o cansaço, hoje eu entendo o quanto também é difícil para os meus pais”, ressalta. Na visão de Valéria, todos os jovens que ainda não trabalham deveriam passar pela experiência, para entender o quão importante é o suporte dado pelos pais, que muitas vezes não são valorizados. 

Juventude de hoje 
A diretora da Escola Estadual Horizonta Lemos, Lucilane Silva Barbosa (49), busca através de projetos educacionais promover o protagonismo juvenil na instituição. “Nós temos o Miss e Mister, a Gincana HL, a nossa Rádio e outros projetos que criam o sentimento de pertencimento no aluno”, expõe. A diretora está no cargo há cinco anos e diz que trabalha para que a escola seja um lugar onde os alunos busquem alicerce para os seus sonhos. 

A diretora atesta que os jovens de hoje são mais dinâmicos, “antenados” e com voz. “Voz que precisa ser educada para que se manifeste de modo ético”, ressalta. Ela aponta que projetos como o Grêmio Estudantil, a Rádio HL e outros que trabalham com a valorização do jovem no contexto escolar são essenciais para fortalecer a autoestima desses jovens, que carregam um propósito.  (HN)