Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cidade

ACESSIBILIDADE: A A A A

DI-III receberá investimento de R$ 8 milhões da Terraço Construtora

18/03/2017

Terraço Construtora fará um pátio de triagem e um shopping de serviços, no Distrito Industrial III, por meio da empresa Transagri, que foi criada recentemente e já tem sede em Uberaba. O investimento de R$ 8,5 milhões, inicialmente, garantirá mais segurança para as empresas de transporte e conforto para os motoristas. Em reunião ocorrida, nesta semana, com o prefeito Paulo Piau e o secretário de Desenvolvimento Econômico José Renato Gomes, o empresário e diretor da empresa Roberto Cleber Parra recebeu o termo de anuência que possibilita a transferência da área e informou que o cercamento e a terraplanagem foram feitos.

Em Uberaba, a Terraço, por meio da Transagri vem diversificar seus serviços no terreno de 110 mil m² do DI-III e já prevê uma expansão na região e um segundo investimento em Uberaba. “Já temos terreno em Patrocínio, contatos em Araguari, sendo que a sede está aqui em Uberaba. Além do Pátio de Triagem e Shopping de Serviços no Distrito, a Transagri pode movimentar carga, comprar e vender fertilizantes, ou seja, serviços voltados para o agronegócio. Em um segundo investimento construirá galpões de estocagem para os produtos do Distrito Industrial III e já estamos pensando na implantação da nossa transportadora, pois temos clientes aqui”, revelou.

O prefeito Paulo Piau destacou que a empresa traz um serviço inovador para o Distrito Industrial III, solucionando uma demanda do local. “O Pátio de Triagem terá tudo que uma transportadora precisa que é segurança física e eletrônica para seu veículo e funcionários. E tudo que o caminhoneiro precisa: local de descanso seguro, vestiários e banheiros adequados, área de vivência, loja de peças, farmácias, restaurantes e lanchonetes. E digo mais, muitos trabalhadores das outras empresas do distrito poderão utilizar estes serviços no local. Além disso, vamos acabar com a desorganização dos caminhões que circulam pelo distrito, fica em fila dupla, em cima do canteiro central, o que é um risco para quem utiliza aquelas vias. Com certeza, um investimento de porte e necessário para o distrito industrial III”, afirmou.

Atualmente no DI-III segundo pesquisa feita pela empresa, circulam diariamente mil caminhões. Segundo o empresário, o investimento foi possível em função de um esforço do prefeito Paulo Piau e do secretário José Renato. “Fizemos um projeto que é de interesse comum e sem a prefeitura não conseguiríamos concluir este investimento. E agora é esquecermos a crise e criar oportunidade de negócio”, finalizou.