Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cidade

ACESSIBILIDADE: A A A A

54% do público-alvo já foi imunizado contra a Influenza

19/05/2017

Balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) indica que até o momento, 54% do público-alvo de Uberaba foi imunizado, durante a 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Diretor de Vigilância em Saúde, Nelson Rannieri, ressalta que a campanha segue até o dia 26 de maio e a vacina engloba três tipos de vírus recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para este ano, a H1N1, a H3N2 e a Influenza B.

Rannieri enaltece a cobertura vacinal de Uberaba, entretanto aponta a preocupação com a porcentagem de crianças imunizadas até o momento. “A cobertura vacinal de Uberaba é maior que a média nacional, que é de apenas 36% de pessoas que procuraram os postos de saúde, e a média estadual, com 40%. No entanto, o percentual de crianças que tomaram a vacina, em Uberaba, ainda está baixo, com pouco mais de 33% que compareceram nas unidades de saúde para tomar a dose”, argumentou.

De acordo com o diretor de Vigilância em Saúde, com o final da campanha contra influenza chegando, é importante destacar que o período sazonal com maior propagação dos vírus que causam influenza e aumento da quantidade de casos está apenas iniciando. “Mais que a preocupação com os números e metas a serem cumpridas, é importante a vacinação de toda família, mas, principalmente de crianças e idosos que são os mais suscetíveis e mais propensas as complicações”, pontua.

Rannieri ainda falou sobre o público-alvo da campanha e os horários que as vacinas são aplicadas. “Para receber a vacina, as pessoas devem se encaixar no grupo prioritário. São idosos acima de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos, puérperas até 45 dias, gestantes, pessoas com comorbidades (doenças crônicas) e trabalhadores da área da saúde e professores (inclusive da rede particular com comprovação). A vacina só não é indicada para pessoas com alergia grave a ovo de galinha e seus derivados, ou pessoas com história de reação alérgica em doses anteriores. As salas de vacina atendem das 8h às 16h”, finalizou. (DC)