Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Polícia

ACESSIBILIDADE: A A A A

Dupla acusada de roubo a residência é presa no Costa Telles

08/01/2017

Foto: Juliano Carlos

Pistola com munições foi apreendida com um dos acusados

Uma família foi feita refém durante um roubo a residência, e dois acusados foram presos pela Polícia Militar portando uma pistola e munições usadas no crime.

De acordo com informações do cabo PM Cristhiano Hebert, o assalto aconteceu em uma residência na rua Joaquim Gomes Caiado, no bairro Costa Telles, quando o supervisor de produção V.J.B., 38 anos, chegava no imóvel em seu veículo Toyota Corolla, com placas de Uberaba, com seus filhos, sua esposa e sua nora. Ao parar na porta da garagem da casa eles foram rendidos por três assaltantes que estavam armados com uma pistola. Eles renderam as vítimas que foram obrigadas a deitarem no chão e roubaram vários eletroeletrônicos e colocaram no Corolla de V., e também em um veículo GM Corsa que eles usavam na prática delituosa. Nesse momento, vizinhos da residência perceberam a movimentação “estranha' na casa e acionaram a Polícia Militar (via 190).

Várias viaturas da 40ª Companhia, Gepar, GER e Tático Móvel foram até a casa e os acusados fugiram pulando muros do imóvel. Eles realizaram rastreamentos e prenderam o acusado identificado como W.M.S., 25 anos, e durante buscas pessoais foi encontrada uma pistola calibre 380, municiada com quatro cartuchos intactos. Ele foi reconhecido pela vítima e durante diligências os militares foram até uma residência na rua Lázaro Marques Caetano, no bairro Jardim Esplanada, e prenderam o acusado identificado como M.M.P., 26 anos, e com ele os militares encontraram dois celulares que tinham sido tomados de assalto, sendo que um dos aparelhos foi roubado no dia 26 de dezembro na cidade de Uberlândia. Os acusados de roubo a mão armada em residência e receptação foram presos em flagrante, levados para a delegacia e apresentados ao delegado de plantão Éliton Feitosa, que confirmou as prisões em flagrante. Na manhã de ontem a dupla foi levada para a Penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira, onde permanece a disposição da Justiça. (JC)