Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Amigo Animal

ACESSIBILIDADE: A A A A
Marcos Moreno 01/08/2014
Marcos Moreno
kikitomoreno@terra.com.br
Amigo Animal por Marcos Moreno

Amigo Animal 

"Quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da criação, seja animal ou vegetal, ninguém precisará ensiná-lo a amar seu semelhante." - Albert Schwweitzer (Nobel da Paz - 1952)

 

Seu Paulo dos cachorros

José Bernardo Costa, mais conhecido como Seu Paulo dos cachorros, dedica a vida à causa animal. Ele cuida de cães e gatos abandonados pelos donos e tenta dar uma vida mais digna aos bichos há 15 anos em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Recentemente, o trabalho ganhou um impulso importante: a criação de um site e um perfil no Facebook, que ajudaram a multiplicar doações, fundamentais para que os gastos com alimentação e veterinário sejam cobertos.

Por que uma notícia do Rio de Janeiro sobre um protetor de animais veio parar nesta coluna, se já temos tanto por aqui que precisam tanto? Apenas para dar um exemplo imparcial do poder que tem as redes sociais também neste segmento. Muitas vezes nos deparamos com apelos para resgate de animais abandonados ou de “procura-se” animal perdido e nos sentimos inútil por não poder fazer anda. Muitas pessoas não podem, mas outras tantas (nem tantas) podem. E é ai que a gente identifica o poder das redes sociais. Pelo exemplo do Seu Paulo, estima-se que de um modo geral, de cada 10 animais com situação divulgada nas redes sociais, uma é adotado. Expectativa que já é boa, mas o que fazer com os outros. Bem, se o trabalho das redes sociais é bom, ou melhor, ótimo, não podemos pensar que só isto é suficiente. Felizmente existem “Seu Paulo dos cachorros” na vida, mas todo poder público pode fazer a sua parte e, que o “Seu Paulo” dê conta de tanta criatura abandonada, é melhor que essa população não aumente. As campanhas de castração estão aí. É preciso, é fundamental, é questão de saúde. 

***


 


O brilho do pelo do Juca é motivo de orgulho. E, claro, reflete a saúde super bem cuidada. Ele é um dos pets de José Eduardo Reis Ferreira
Gucci é “irmão” do Juca é seu nome é mais que simples nome,m é uma grife. E ele pode, né? Sushi completa o trio de José Eduardo. Ele não é de raça oriental não, é só o nome mesmo. E é um nome bem escolhido!

***

Saúde Animal

Seu cão está com febre?


 A temperatura normal de um cachorro saudável varia de 38,5 a 39,5 graus, diferente dos seres humanos. Se a temperatura do seu cão está acima dos 40 graus, recomendamos que leve-o imediatamente ao veterinário, pois isso é sinal de que alguma coisa não vai bem em seu organismo 

 O cão apresenta alguns sinais de que está com febre, como: focinho quente e seco, olhos lacrimejantes ou embaçados, apatia, falta de apetite e nervosismo. Quando a febre é muito alta, o cachorro, assim como as pessoas, pode sofrer tremores.
 Você vai precisar de um termômetro. Não precisa ser um termômetro específico para cães.  
Existem termômetros especiais que ajudam a medir a temperatura através da orelha do cachorro. É uma forma mais prática – porém mais cara – de saber se seu cachorro está com febre.
 Caso queira tentar diminuir a temperatura, faça seu cachorro beber bastante água. Se ele não aceitar água normal, tente água de coco natural.
 Se ele estiver com tremores, cubra-o com uma manta leve, fique ao seu lado o máximo possível para ele se sentir reconfortado.
 Um banho quebrado (morno quase frio) pode ajudar a diminuir a temperatura do corpo.
 

***

Dicas de Raça

O cão Pastor


Ainda é tempo para prestar uma homenagem à campeã da Copa do Mundo de futebol de 2014, a Alemanha. Por isto vamos falar do Pastor Alemão, que uma das três raças mais inteligentes do mundo.
 Apesar de sua aparência lembrar um lobo, o Pastor Alemão é uma raça criada bem recentemente. O maior boom na popularidade do pastor aconteceu por meio de dois cães, ambos astros do cinema: Strongheart e Rin Tin Tin. O Pastor Alemão foi o número um em popularidade na América por muitos anos. Apesar de hoje em dia ele ter caído da primeira posição, o Pastor Alemão continua sendo um dos cães mais versáteis já criados, servindo como cão policial, cão de guerra, cão guia, cão de busca e salvamento, detector de drogas e explosivos, cão de exposição, cão de guarda, animal de estimação e até pastor.
 
 É totalmente dedicado a qualquer que seja a sua missão, e é provavelmente insuperável em versatilidade no trabalho. Ele é inteiramente devotado e leal. Normalmente, ele se dá bem com outros animais domésticos.
 

 Pet Aventura

Final Feliz para de Lurdinha


“Recebi uma denúncia de maus tratos pelos lados da Av. Mei Mei. Disseram que era espancada e que quebraram a patinha dela.

Lá fomos, eu e Lília verificar.

Antes de chegarmos, na Av. N.Sra de desterro avistei a Lurdinha amuadinha num canto. Não sei porque, fui tocada e tive a intuição de ser a tal cadelinha, embora estivéssemos um pouco distantes do local da denúncia. Paramos e a resgatamos.  Ela estava passando mal.Vomitava muito.Mesmo assim a levamos conosco e fomos lá verificar a tal denúncia.

Para minha surpresa era ela mesmo!

Confirmamos com a vizinhança e a levamos lá para uma clínica, onde ela foi muito bem cuidado pelo médico veterinário.

Ficou um tempo conosco, quando ainda éramos um grupo. Todos nossos cães foram adotados na época. Menos Lurdinha ( nome dado devido ao bairro de Lourdes). Com certeza por ser estrábica e manca pois a patinha ficou defeituosa por causa da fratura. Mas para nós muito Linda. E assim, Lília Sivieri Varanda resolveu ficar com ela.

Quando se mudou para SJRP, ia doá-la para a irmã que tem uma chácara em Uberlândia. No dia de levá-la, Luridinha sentiu, se enfiou debaixo da cama e ninguém a tirava. Hoje Lília diz que não sai mais de sua casa e a olha com a maior ternura do mundo. Graças a Deus e à Lila, Lurdinha teve um final feliz.”

Mariza Argente Mazon