Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Amigo Animal

ACESSIBILIDADE: A A A A
Marcos Moreno 26/12/2015
Marcos Moreno
kikitomoreno@terra.com.br
Amigo Animal

Oh!Oh!Oh!


Chegou de novo o Natal. Muitos não conseguiram chegar até aqui. Foram abatidos por humanos cruéis. Outros tantos, graças a humanos bons, foram salvos de um destino mais triste. Ah! Que bom que os resgatados estão agora passando um natal tranqüilo, cercados do carinho de quem os protege, com boa alimentação, água limpa e um cantinho que não seja o relento. O ano passou e levou embora o leão Cecil, que virou símbolo de um protesto mundial contra a exterminação de animais selvagens. O protesto há que ser eterno, infelizmente. Bom seria se não precisássemos mais protestar contra tanta crueldade. Mas não se pode esmorecer. Outro um dia circulou pelas redes sociais a foto de uma família inteira comemorando a morte de um belíssimo elefante, assassinado por essas pessoas quando o animal comia. E os animais que nem ficamos sabendo que são mortos? Assassinados!  E o abandono de animais domésticos que, no Brasil, parece crescer a cada dia? A falta de políticas públicas de controle de natalidade? Todas as coisas que durante o ano denunciamos por aqui, tentando contribuir um pouquinho na luta pelo fim da violência contra animais. Mas temos, felizmente, graças a Deus, a outra ponta. Aquela que está cheia de gente boa, sendo a voz dos que não falam, recolhendo os inválidos e abandonados, pedindo doações, socorrendo... Cômodo apenas ter dó, ou, mais confortável ainda, entender que são “apenas” animais”. Difícil é colocar a mão na massa, amar os bichos que estão feios e machucados, e dar-lhes mais uma chance. Fácil é julgá-los fera quando apenas estão com medo e tentando se defender. Muito difícil é entrar  literalmente na lama para salvar animais atingidos pela irresponsabilidade humana. O lado bom, que fica em uma das pontas, está cheio de gente de ONGs, muitas que não pertencem a nenhuma organização, mas que seguem o que manda o coração. Apenas isto.  O Menino Jesus, o homem Jesus, o Deus Jesus, há de iluminar com seu Espírito Santo, todas essas pessoas que não apenas sabem que os animais sentem as mesas coisas que sentimos, mas que verdadeiramente praticam o amor por eles.

 

FELIZ NATAL!