Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 25/02/2017
Bastidores
Bastidores
Bastidores

Paulo Nogueira

 

POR MOTIVO DE SAÚDE: ELISEU PADILHA PEDE LICENÇA PARA AFASTAR DO CARGO

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha (PMDB), pediu licença do governo federal, um dia depois de seu nome ter sido citado pelo advogado José Yunes, amigo pessoal do presidente Michel Temer, em um suposto recebimento de valores. A informação foi confirmada por fontes, ontem, mas, ainda não oficializada pelo Palácio do Planalto. Padilha viajou para Porto Alegre (RS), ainda, na tarde de quarta-feira (22), onde fará o procedimento cirúrgico. Ontem, Yunes afirmou que intermediou o recebimento e a entrega de um "envelope" para o atual ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. A encomenda, segundo ele, foi entregue em setembro de 2014, pouco antes da eleição presidencial, na qual a chapa Dilma-Temer foi reeleita, pelo doleiro Lúcio Funaro, apontado por investigadores da Operação Lava Jato como operador do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha. Padilha ficou internado por dois dias, no Hospital de Guarnição do Exército, em Brasília, e recebeu alta hospitalar na manhã de quarta-feira (22). Na noite de segunda-feira (20/02), Padilha foi internado com um quadro de obstrução urinária. A assessoria do ministro informou que o nome correto da enfermidade de Eliseu Padilha é uma "hiperplasia prostática benigna". O quadro não é considerado grave, mas é necessária a cirurgia.

DESEMPREGO ATINGE QUASE 13 MILHÕES DE PESSOAS NO BRASIL

O mercado de trabalho brasileiro iniciou 2017 muito mal. Entre outubro de 2016 e janeiro de 2017, o Brasil contabilizou mais 879 mil desempregados e, com isso, o país alcançou 12,9 milhões de desocupados, no trimestre encerrado no primeiro mês do ano. Esse contingente representa uma taxa de desocupação de 12,6%. Os dados constam da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio), divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), ontem (24). Em comparação com o trimestre encerrado em janeiro de 2016, o mercado de trabalho brasileiro somou 3,3 milhões de desempregados no período. Por outro lado, a população empregada totalizou 89,9 milhões de pessoas em janeiro de 2017, estabilidade na comparação com o trimestre de agosto a outubro de 2016. Na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, porém, houve diminuição de 1,7 milhão de pessoas ocupadas, o total de ocupados era de 91,6 milhões, naquela ocasião. Os empregados com carteira assinada no setor privado somam 33,9 milhões de pessoas, 1,3 milhão a menos que o patamar de janeiro do ano passado. Já os empregados, no setor privado, sem carteira de trabalho assinada somam 10,4 milhões de pessoas, um crescimento de 626 mil pessoas em relação a janeiro de 2016.

SEGUNDO A OMS: BRASIL TEM A MAIOR TAXA DE TRANSTORNO DE ANSIEDADE DO MUNDO

O Brasil tem a maior taxa de pessoas com transtornos de ansiedade do mundo e o quinto maior com depressão. No total, 18,6 milhões de brasileiros viviam com algum transtorno de ansiedade em 2015 e 11,5 milhões de pessoas, com depressão no País. Dados publicados pela Organização Mundial da Saúde apontam que 322 milhões de pessoas pelo mundo sofrem de depressão, 18% a mais que há dez anos. O número representa 4,4% da população do planeta. No dia 7 de abril, para marcar o Dia Mundial da Saúde, a OMS escolheu a depressão como o tema a ser alvo de uma campanha internacional. Para a entidade, governos ainda não dão uma atenção suficiente a esse problema de saúde. No caso do Brasil, a OMS estima que 5,8% da população nacional é afetada pela depressão, o que coloca o país no quarto com a maior prevalência do problema de saúde. O ranking é liderado pela Ucrânia, com 6,3% da população em depressão. Estônia, Estados Unidos e Austrália estão na segunda posição, com 5,9%. A taxa média brasileira supera ainda a de Cuba, com 5,5%, a do Paraguai, com 5,2%, além de Chile e Uruguai com 5%. O Brasil lidera na América Latina e no mundo, com 9,3% da população com algum tipo de transtorno de ansiedade. A taxa é três vezes superior à média mundial. Os índices brasileiros também superam de uma forma substancial as taxas identificadas nos demais países da região.

 

SEGUNDO O CNJ, 30% DOS PRESOS NO BRASIL NÃO FORAM JULGADOS

O Brasil tem 654.372 presos, sendo 221 mil deles provisórios, que ainda não foram julgados. Os dados são do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e foram obtidos após a presidente do conselho, ministra Cármen Lúcia, ter determinado aos tribunais de todo o país que atualizassem dados sobre o sistema carcerário brasileiro. O levantamento mostra que o crime de tráfico de drogas representa 29% dos processos que envolvem réus presos, seguido por roubo (26%), homicídio (13%), porte ilegal de arma (8) e furto (7%) receptação (4%). Segundo a pesquisa, o tempo de encarceramento provisório nos estados varia entre 172 e 974 dias, e os presos provisórios representam de 15% a 82% da massa carcerária dos estados. Em janeiro, após a explosão da crise de superlotação nos presídios, do Amazonas e do Rio Grande do Norte, Cármen Lúcia pediu que os tribunais de Justiça adotassem medidas para acelerar o julgamento de presos provisórios.

PASTOR SILAS MALAFAIA É INDICIADO PELA POLÍCIA FEDERAL

O pastor Silas Malafaia, presidente da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, foi indiciado pela Polícia Federal por suposto envolvimento em esquema de corrupção na cobrança de royalties da exploração mineral. De acordo com informações da PF, o indiciamento do pastor por lavagem de dinheiro ocorreu ainda em dezembro, quando Silas Malafaia foi um dos alvos da Operação Timóteo  e precisou prestar depoimento à força.O processo contra o pastor está sob sigilo, no Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas ainda assim, um trecho do relatório recentemente enviado pela Polícia Federal à Corte foi divulgado, na última quinta-feira (23), pela revista IstoÉ . De acordo com a publicação, os investigadores apontam que Malafaia teria recebido R$ 100 mil, do escritório de advocacia de Jader Pazinato, principal operador do esquema, que firmava contratos fraudulentos com prefeitos interessados em desviar recursos da exploração mineral. Em dezembro, logo após ser conduzido para depor na sede da Polícia Federal em São Paulo, Malafaia confirmou o recebimento do cheque no valor de R$ 100 mil, mas justificou o depósito alegando que o valor era referente a uma “oferta” por ter orado, em 2011, por uma pessoa, que agora, descobriu-se que faz parte do esquema criminoso. O montante, garante ele, foi declarado no Imposto de Renda. (iG)

TJ DE SP MANDA PRENDER EDINHO, FILHO DE PELÉ

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo julgou, na última quinta-feira (23), o recurso de apelação do ex-goleiro do Santos Futebol Clube, e filho de Pelé, Edson Cholbi do Nascimento, o Edinho, pelo crime de lavagem de dinheiro e associação ao tráfico de drogas. O órgão condenou Edinho e reduziu a pena de 33 anos e quatro meses de reclusão para 12 anos e dez meses em regime fechado. Edinho estava esperando o julgamento da apelação em liberdade. O TJ-SP recomendou que a 1º Vara Criminal de Praia Grande, na qual tramitou a ação penal, expeça o mandado de prisão de Edinho. Assim que for publicado o mandado, Edinho deverá ser preso. Essa seria a quarta prisão do ex-goleiro pelo mesmo processo. Caso ela realmente aconteça, o filho de Pelé deverá ficar em regime fechado. O advogado do ex-goleiro, Eugênio Malavasi, conversou com o G1 na manhã de ontem, e disse que Edinho irá se apresentar espontaneamente no 5º DP de Santos assim que sair o pedido de prisão. “Ele já me falou que assim que sair, ele vai se apresentar. Mas, vamos entrar com um pedido de habeas corpus para revogar a prisão dele”, disse o advogado.