Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 27/04/2014
Bastidores
Bastidores
Bastidores

Propagandas...
Nova campanha publicitária da Fiat é uma bela demonstração do quanto o mundo empresarial/capitalista – selvagem, ou não, como prefira o leitor, pode contribuir com o país. A campanha é direcionada para o trânsito. Com o slogan “Fiat. Por uma rua melhor”, o manifesto em desenho animado pede para que as pessoas coloquem a mão na consciência e assumam que também são “vacilonas”.

...e função social
Os dois filmes – cada um de 30 segundos, exibidos até agora, são um manifesto: “Vacilão na rua, não!” Narram a vida perfeita dos respectivos protagonistas – um homem no carro e uma mulher na bicicleta, que se transformam no trânsito. Armando dirige em alta velocidade, “costura” os carros, usa celular na direção, e assim por diante, enquanto Karina fica enlouquecida na bike. A campanha é assinada pela Agência Fiat, e formada por profissionais de Leo Burnett e da AgênciaClick Isobar. Vale prestar atenção...

Vem pra rua
Outra campanha da Fiat chamou a atenção em junho de 2013. O refrão “Vem pra rua, porque a rua é a maior arquibancada do Brasil” saiu de uma campanha publicitária diretamente para as manifestações que reuniram milhares de pessoas Brasil afora. Composta por Henrique Ruiz, a música era cantada por Falcão, vocalista da banda O Rappa, e foi criada para a campanha publicitária da Fiat para a Copa das Confederações/Fifa de 2013. Henrique Ruiz trabalhava, na época, na produtora S de Samba, que produz canções para o mercado publicitário.

Lixo?!
(Parte 2)

Passou em branco – pela segunda vez, licitação aberta pela Câmara de Uberaba para adquirir lixeiras. Ninguém se habilitou no pregão desta semana, que, a exemplo do realizado dia 11 de abril, foi declarado deserto pelo presidente Elmar Goulart (SDD). A diferença é que agora ele não abriu novo processo licitatório. Palpite: em vez de pedir lixeira “em aço inox”, talvez dê certo com lixeira de plástico... 

Expansão
E por falar na Câmara, a Medalha Policial do Ano passa, agora, a homenagear também, agentes penitenciários e socioeducativos. A resolução foi publicada na última edição do Porta-Voz – jornal oficial do município, e já está valendo para as escolhas de 2014.

Prata da casa
Confirmadíssima a participação do ambientalista Pedro Oliveira em reunião da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo/Fiesp nesta segunda-feira, dia 28. Nascido em Campina Verde, no pontal do Triângulo Mineiro, e radicado há anos em Uberaba, o cirurgião-dentista aposentado e empresário rural vai falar – durante 15 minutos, com direito a prorrogação, sobre o que mais o apaixona: a preservação da baruseira. Vai pedir apoio para sua luta...

Baruseira
Fonte de alimento para animais silvestres e seres humanos, a amênoa – ou baru, é encontrada, em destaque, no pontal do Triângulo Mineiro: Campina Verde, Gurinhatã, Santa Vitória, entre outros municípios, e em outros Estados. Sua região natural de ocorrência estende-se pelo Planalto Central, desde o norte de Minas Gerais, passando por Goiás e Mato Grosso, chegando à costa atlântica do Maranhão. A árvore tem, geralmente, 25 metros de altura, copa densa e arredondada.

Hitchcock
Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, José Renato Gomes, fez voo rasante “no interior de São Paulo”, e retorna confiante na conquista de uma “grande indústria” para Uberaba. “Fui acompanhado de um diretor do Indi” (Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais) – diz ele, sem entrar em maiores detalhes. Afinal, a disputa por novos empreendimentos é acirrada.

Na rede
Site do Sistema Mineiro de Inovação/Simi dá destaque para a contratação da empresa que vai projetar o prédio institucional do Parque Tecnológico de Uberaba. A vencedora é a Eficiência Engenharia, que vai realizar a elaboração dos planos executivos de urbanização e edificação do Parque. Contrato é de R$ 1,9 milhão. O projeto prevê 4 mil m² de área construída, com incubadora de empresas, condomínio de 20 empresas de base tecnológica, Núcleo de Inovação Tecnológica (Nit) e área de administração do Parque. Ela tem 150 dias para entregar os projetos, e logo em seguida as obras serão licitadas pelo governo de Minas.

Rindo à toa - Aluno do 9º período do curso de Direito da Universidade de Uberaba/Uniube,  Guilherme Gonzaga Bento, que teve trabalho científico aprovado pela organização do evento, não vê a hora de apresentar o trabalho no XI Simpósio Nacional de Direito Constitucional da Academia Brasileira de Direito Constitucional, que acontece em Curitiba (PR), entre os dias 1º e 3 de maio. Orientado pelo professor André Del Negri, o trabalho de Guilherme conclui, em resumo, que “a Lei de Acesso à Informação trouxe para a discussão a necessidade de se desenvolver uma cultura da transparência no país, cuja base seja o princípio da publicidade e não o segredo ‘de Estado’, utilizado por grupos políticos para se perpetuarem no poder”. Guilherme é coordenador do Parlamento Jovem da Câmara de Uberaba.