Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 21/05/2014
Bastidores
Bastidores
Bastidores

CURIOSIDADE HISTÓRICA – A foto revela o momento em que o ex-prefeito de Campina Verde, Iron Caetano de Oliveira, acionava a energia elétrica naquela cidade

Antinepotista...
Morreu na madrugada de ontem, aos 88 anos de idade, em Uberaba, onde estava internado no Hospital São Marcos, o ex-prefeito, por dois mandatos, de Campina Verde – pontal do Triângulo Mineiro, Iron Caetano de Oliveira. Ele foi eleito pela primeira vez com apenas 36 anos de idade, e se destacou pelo espírito empreendedor e corajoso, desde o início se revelando um antinepotista convicto. Entre os destaques de sua primeira administração, está a inauguração da energia elétrica – ocorrida em 1965.

...e futurista
No seu segundo mandato, na década de 1980, Iron Caetano se destacou pela idealização de um projeto, então, inédito, e que hoje é adotado em vários pequenos e médios municípios como fonte de turismo e desenvolvimento econômico: o carnaval de rua. Chegou a provocar um Deus nos acuda entre os ricos e poderosos da cidade, ao transformar o evento em uma atividade cultural popular, gratuita e que incluiu Campina Verde no calendário de eventos da Embratur. 

Reparação...
(126 anos depois)

Presidente da Câmara de Uberaba, vereador Elmar Goulart (SDD), recebeu correspondência inusitada esta semana... O presidente do Fórum Permanente dos Articulistas de Uberaba e Região, membro da Academia de Letras do Triânulo Mineiro, engenheiro e perito João Eurípedes Sabino, propõe que a Câmara – 126 anos depois, promova uma reparação histórica. 

Abolição ignorada
Em pauta, nada menos do que o fato de a Câmara de Uberaba ter ignorado totalmente um dos fatos históricos mais importantes do país: a abolição da escravatura, ocorrida em 13 de maio de 1888. “Os nobres vereadores da época, não se dignaram a falar em plenário uma única palavra sequer, sobre o assunto” – revela João Eurípedes, explicando que as atas das reuniões, que se encontram no Arquivo Público de Uberaba, comprovam o fato.

Dois pesos...
(Duas medidas)

Paralelamente, cada um dos 14 atuais vereadores recebeu a cópia de um poema escrito por João Eurípedes, intitulado “13 de Maio Ignorado”. O escritor e acadêmico conta que o governo municipal daquela época – “dirigido pelo agente executivo Joaquim José de Oliveira Teixeira (1887/1890), não fez qualquer referência à entrada em vigor, da Lei Imperial nº 3.353 de 13/05/1888.” Em contrapartida, segundo ele, no ano seguinte, quando o Império foi derrubado em 15/11/1889, bastaram cinco dias para o ato ser  incluído em ata da Câmara de 20/11/1889.

Alienígenas
Jornalista e repórter-fotográfico – e ufólogo Paulo Nogueira, também acaba de receber correspondência inusitada... Colega jornalista de Lisboa, Portugal, Pedro Lucas de Rezende, quer sua presença além-mar para proferir palestras em janeiro de 2015. Em pauta, as experiências de Nogueira em ufologia. “Acompanhamos algumas entrevistas suas aqui, em Portugal,  sempre pela Internet, e vibramos com tudo que você disse, ou seja, os fatos novos, mostrado  através de fotos e filmes, novas e recentes pesquisas e amplo conhecimento sobre esta área” – explica o jornalista português.

Painel
Considerado um dos espaços políticos mais lidos do país, a coluna Painel – Folha de S.Paulo, publicou, anteontem, várias notas sobre o lançamento, em Uberaba, das obras de construção da fábrica de amônia/fertilizantes da Petrobras... Bem críticas, diga-se de passagem. Confira as notas abaixo...
“Ligações - A Petrobras lançou, no início do mês, a pedra fundamental de uma obra de R$ 1,95 bilhão em Minas Gerais que será realizada pela Toyo-Setal, citada em anotações do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa como uma das empresas que fariam repasses a partidos.
Caixa - Empresas ligadas aos administradores da Setal (Tipuana e Projetec) depositaram R$ 3 milhões na conta da MO Consultoria, do doleiro Alberto Youssef, em 2009, segundo um dos relatórios da Operação Lava-Jato.
Outro lado - Procurada, a Petrobras não quis comentar as informações referentes ao contrato. A Toyo-Setal não respondeu às perguntas encaminhadas pela coluna nesta segunda-feira.”

Fervura no ar
Sob o comando do jornalista – presidente do JORNAL DE UBERABA, Fabiano Fideles, o programa Tribuna do Povo, na TV Universitária/Canal 5, no final de semana, elevou a temperatura política. O entrevistado foi o vice-líder do PSD na Câmara, presidente da legenda e ex-prefeito de Uberaba, deputado federal Marcos Montes, que fez uma “dobradinha” pra lá de quente e fervente, com o sempre polêmico Fabiano Fideles. Tribuna do Povo tem sido imperdível...

Lixo em pauta
E por falar em televisão, o MG/TV Integração/Canal 11 de segunda-feira esclareceu um assunto que vinha tomando o rumo da desinformação. Tinha gente já metralhando pra todo lado, por causa de notícia publicada em jornal paulista, dando conta de que “Uberaba recebe lixo de outras cidades”.  Ocorre que o lixo em questão é destinado a uma empresa privada, que possui licença ambiental e base legal para receber e processar resíduos de Uberaba e de fora.

Pelo contrário...
O promotor Regional do Meio Ambiente, Carlos Valera, não apenas destacou que a medida é legal, como chegou a  afirmar que a existência de uma empresa privada processando o lixo auxilia na concentração de resíduos e ajuda a reduzir o impacto ambiental. “Essas empresas de aterro privado ajudam na proteção ambiental porque esses resíduos que a população descarta são nocivos se jogados nas rodovias e terrenos baldios. Nesses locais, eles têm o tratamento adequado. Ou seja, é muito melhor, sob todos os aspectos ambientais, que o lixo fique segregado com controle ambiental do que espalhado” - afirmou o promotor. Bela reportagem.