Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 22/06/2014
Bastidores
Bastidores
Bastidores

POSES PRA POSTERIDADE - Em viagem a passeio no Rio de Janeiro, a editora da TV Integração/Globo/Uberaba, jornalista Adriana Afonso, e a produtora Paula Arantes, trataram de consolidar as amizades feitas pelo ar... Passearam pelos estúdios da Rede Globo e tietaram muiiiiito... “Visitamos o Jornal Nacional, o Bom Dia Brasil, a Central da Copa, o Fantástico e a Globo News; e no Projac, fomos ao Encontro com Fátima Bernardes” – conta Adriana Afonso, que posou para um álbum inteiro de fotos. Confira duas: com Tadeu Schmidt (Fantástico) e com Fátima Bernardes (Encontro)

Os lados da política
Partidos políticos com registro no Tribunal Superior Eleitoral/TSE têm até dia 30 de junho para realizar suas respectivas convenções e definir coligações e candidatos para as eleições gerais de 2014 – dia 5 de outubro (1º turno) e 26 de outubro (eventual 2º turno)... Em Minas Gerais, as festas democráticas realizadas até agora, confirmaram alianças com duas alas distintas e opostas: PSDB e PT. Alianças estas, que refletem em Uberaba e provocam situações no mínimo interessantes. 

Lado 1
A convenção do PSDB de Minas oficializou o ex-ministro e ex-prefeito de Belo Horizonte, Pimenta da Veiga, para governador, e o ex-governador Antonio Anastasia para senador, além do apoio para o senador Aécio Neves na disputa para presidente da República (neste caso, de responsabilidade da convenção nacional). O vice de Pimenta foi tirado da convenção do PP/MG – o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Dinis Pinheiro. O presidenciável Aécio Neves ainda não decidiu o vice.

Todos Por Minas
PSDB lidera a coligação “Todos Por Minas” - formada por 20 legendas: PSDB, PP, PSD, DEM, PDT, PEN, PHS, PMN, PPS, PR, PRP, PSC, PSDC, PSL, PTB, PTC, PTdoB, PTN, PV e Solidariedade.

Lado 2
Por sua vez, a convenção do PT de Minas homologou as candidaturas do ex-ministro e ex-prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel. Seu vice saiu da convenção estadual do PMDB – o presidente do partido em Minas, deputado federal Antônio Andrade. Também saiu da convenção do PMDB o candidato a senador, empresário Josué Alencar. Em 2014, Minas tem apenas uma vaga no Senado.

Minas Pra Você
PT lidera a coligação “Minas Pra Você” – formada por cinco legendas: PT, PMDB, PCdoB, PROS e PRB.

Des (dobradinha)
Ainda tentando – através de ações judiciais, viabilizar sua candidatura a deputado federal, o ex-prefeito Anderson Adauto é filiado ao PRB que integra a coligação liderada pelo PT. O nome mais forte para fazer dobradinha com ele está no outro polo: candidata a deputada estadual, a servidora de carreira licenciada Luciene Fachinelli faz parte dos quadros do PSL – que vai subir no palanque do PSDB.

Culpado
Frequentador de terreiros de umbanda, o vereador Kaká Carneiro está sendo apontado como “responsável” por esta separação. Ou melhor, pela decisão do PSL de Minas Gerais em apoiar o PSDB. Candidatíssimo a assumir a presidência do PSL/Uberaba, Kaká foi “encostado” assim que assumiu a vice-liderança do prefeito Paulo Piau (PMDB) na Câmara. O PSL tem ligações com Anderson Adauto, que é adversário político de Piau, e esperava ter a legenda ao seu lado – inclusive com Luciene na dobradinha. 

Moral da história
Com o PSL de Minas bandeando pra coligação liderada pelo PSDB, sobem as cotações de Kaká Carneiro para presidir o PSL/Uberaba.

Sob pressão
E os aliados e adversários do vereador/presidente do PROS de Uberaba, Cléber Humberto Ramos, estão achando que esta confusão toda foi responsável pelo acidente vascular cerebral (AVC) que o levou para o hospital (felizmente está bem!)... Cléber é amigo e principal articulador da candidatura de AA a deputado federal, e, de quebra, da dobradinha com Luciene Fachinelli.

Estilo mineiro
Por sua vez, outra situação inusitada fortalece a vida política do deputado federal majoritário de Uberaba, Marcos Montes. Presidente do PSD/Uberaba, vice-líder da bancada do partido na Câmara dos Deputados, ele é tido e havido como o principal responsável pelo apoio do PSD à coligação “Todos Por Minas”. Enquanto em nível nacional, o PSD apoia a candidatura à reeleição de Dilma Rousseff (PT), em terras mineiras, a conversa é outra. MM tanto fez que conseguiu incluir o PSD de Minas na coligação liderada pelo PSDB – com Aécio Neves na cabeça.

Por enquanto...
...Uberaba tem19 candidatos... Até agora, as convenções estaduais já teriam homologado (“teriam”, em razão de muitas dúvidas!) 14 candidaturas a deputado estadual. 
“Todos Por Minas”: João Gilberto Ripposati (PSDB), Luciene Fachinelli (PSL), Celso Borges (PRP), Babá Carlos Costa (PMN), Maurício Magalhães e Alexandre Paduá (PEN), Wagner Jr e Samuel Pereira (PR), Almir Silva (PTdoB), Edson Santana (PPS) – e vêm aí, Antonio Lerin (PSB) e José Thiago de Castro (PHS).
“Minas Pra Você”: Tony Carlos (PMDB) e Josimar Rocha (PT). 

E ainda...
Outras cinco candidaturas buscam vagas de deputado federal.
“Todos Por Minas”: Marcos Montes (PSD), Ronaldo Martins Rocha (PRP), Lawrence Borges (PV), Aelton Freitas (PR).
“Minas Pra Você”: Adelmo Leão (PT).

...Nem tudo...
Em meio a tantas candidaturas, vale ressaltar algumas pedras no caminho...
Um tucano só não faz verão, digo, não faz campanha! Único filiado do PSDB com domicílio eleitoral em Uberaba a manifestar-se pré-candidato a deputado estadual, o vereador João Gilberto Ripposati espera que o presidente do PSDB de Minas Gerais, Marcus Pestana, encontre um candidato a deputado federal para fazer dobradinha com ele.

...é o que parece
Lawrence de Melo Borges, que teve sua candidatura a deputado federal oficializada pelo PV, enfrenta problemas com a filiação. E na tentativa de fazer com que a candidatura siga seu rumo (e seja registrada), ele apelou para a Justiça, que negou a liminar. 

Depende dos orixás!
Carlos José Fernandes Costa – o Babá Carlos Costa, também conhecido como “príncipe do candomblé”, deixa claro que é chegado em política... Mas, na eleição municipal de 2012, acabou desistindo da ideia de se candidatar a vereador. Filiado na época, ao PSDC, ele renunciou. Agora, seu nome volta à tona, desta vez no PMN – onde ele integra a executiva municipal como secretário.