Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 17/07/2014
Bastidores
Bastidores
Bastidores

BOA VIZINHANÇA – Márcio Eli defendeu a política da boa vizinhança entre governo estadual e governo municipal de Uberaba, em entrevista publicada em março de 2013

Prata da casa
A principal novidade política de Uberaba, nesta quarta-feira, 16 de julho, foi, sem dúvida, a nomeação do uberabense Márcio Eli Almeida Leandro, 47 anos, para o comando da poderosa Secretaria de Estado de Governo de Minas Gerais. 

O substituído
O uberabense substitui ninguém menos que Danilo de Castro (PSDB) – considerado o homem forte dos dois governos tucanos: de Aécio Neves, hoje senador e presidenciável, e de Antonio Anastasia, candidato a senador.  Danilo assume, agora, a coordenação das candidaturas de Aécio a presidente, Anastasia ao Senado e Pimenta da Veiga a governador.

Reaproximações
Em entrevista exclusiva ao JORNAL DE UBERABA – publicada na edição de 3 de março de 2013, o então secretário-adjunto fez questão de aplaudir – como uberabense e como homem público, o bom relacionamento entre o governo do Estado e o prefeito Paulo Piau (PMDB), resgatado após um longo período de afastamento. 

Alfinetadas
Na época, Márcio Eli avaliou que “a parceria entre os Estados e os municípios é cada vez mais importante para a eficiência das políticas públicas, para a entrega de melhores resultados para os cidadãos e também para a superação das muitas dificuldades causadas pelo atual desequilíbrio do pacto federativo.” Segundo ele, os Estados e municípios têm, hoje, obrigações crescentes, pouca autonomia e recursos escassos, enquanto a União concentra poder e fica com quase 60% das receitas arrecadadas no país.

As origens
O novo titular da Secretaria de Governo de Minas foi servidor da Prefeitura de Uberaba durante mais de dez anos, inclusive durante a administração Marcos Montes, quem acompanhou quando o hoje deputado federal do PSD assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Social e Esportes na gestão de Aécio Neves. Márcio Eli atraiu as atenções do governo mineiro pela competência, ética e companheirismo.

Fora do ar
Democratas fica sem comando em Uberaba... Vigência do Diretório Municipal do DEM – até então presidido pela advogada e coordenadora do Programa de Defesa dos Direitos do Consumidor/Procon, Eclair Gonçalves, terminou dia 15 de julho, quarta-feira. Com 4.717 filiados, o DEM/Uberaba se manteve durante vários anos na liderança do ranking, mas perdeu o lugar para o PMDB do prefeito Paulo Piau em abril de 2014. Após um amplo recadastramento, o PMDB tem, hoje, 6.272 filiados em Uberaba. A legenda é presidida pelo deputado estadual Tony Carlos.

As legendas
Oito outras legendas já estavam sem comando: o PCB, o PPL, o PPS, o PSDC, o PSL, o PV, o Psol e o PCO. E permanecem com seus comandos ainda regularizados na cidade: o PMDB; o PSD; o PT; o PSDB; o PR; o PTC; o PHS; o PP; o PTB; o PSTU; o PRB; o PDT; o PCdoB; o PSB; o PSC; o PMN; o PRP; o PTdoB; o PRTB; o PTN; o PEN; o Pros; o SDD.

Solidariedade
(Versão 1)

Campanha do Agasalho do Grupo Santa Emília em Uberaba, realizada ao longo do mês de junho, arrecadou mais de cem peças. Os itens foram doados à Casa do Idoso Cantinho da Paz, que fica no bairro Boa Vista. A entidade sem fins lucrativos, fundada em 2005, atende a 24 pessoas, entre 65 e 85 anos de idade, em regime integral. O Grupo Santa Emília realiza a campanha onde a Citroën possui lojas.

Grana ...
Os três principais candidatos à Presidência da República podem gastar, juntos, nas eleições de 2014, a bagatela de R$ 738 milhões. Esta é a soma das previsões máximas indicadas por eles ao Tribunal Superior Eleitoral. O senador, presidente do PSDB nacional e ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves indica um patrimônio de R$ 2,5 milhões, e calcula que irá investir na campanha até R$ 290 milhões. 

... na campanha
E o presidente nacional do PSB e ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, afirma que seu patrimônio soma R$ 546,7 mil. Sua previsão de gastos é de no máximo R$ 150 milhões. Candidata à reeleição, a presidente Dilma Rousseff (PT) diz que seu patrimônio totaliza R$ 1,750 milhão, e que vai gastar até R$ 298 milhões na campanha.

A casa
Tombada pelo Conselho do Patrimônio Histórico e Artístico de Uberaba, a residência localizada na rua Vigário Silva, nº 90, não está incluída na lista dos bens pessoais da presidente Dilma Rousseff. Ela seria coproprietária, junto com outros familiares, da casa onde residiu sua mãe Dilma Jane da Silva. 

Solidariedade
(Versão 2)

Loja Maçônica Quatro de Junho Uberabense vai realizar uma Feijoada/Caldo Solidário, dia 25 de julho, sexta-feira, em prol do Coral Maracanã, que vai se apresentar no evento. O coral atende a crianças de 9 a 14 anos e o objetivo da feijoada é a criação de uma orquestra de cordas. Já foram adquiridos 12 violinos, duas violas de corda e um cello. O coral é regido pela professora Rosana Caetano e tem como pianista acompanhadora, Cristina Arruda Corrêa. A agente cultural Thaís Colus atua como secretária.