Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 20/08/2014
Bastidores
Bastidores
Bastidores

ESCONDIDINHA – A nova reitora da UFTM, Ana Lúcia Simões, quebra um tremendo tabu, por ser enfermeira em vez de médica, mas, mesmo assim, sua posse quase passa em brancas nuvens

 

Estreia
(Versão 1)

“Se os da terra não fazem nada, Marciano faz”.
_Não é piada. É a fala do candidato a deputado federal José Marciano Teixeira – Marciano, pelo PSDB de Minas Gerais, no horário eleitoral gratuito que começou ontem.

Estreia
(Versão 2)

Ex-vice-reitora, enfermeira Ana Lúcia Simões, assumiu a reitoria de uma das instituições mais importantes da região: a Universidade Federal do Triângulo Mineiro/UFTM.
Parece mentira, mas não é. Assumiu mesmo! Aliás, com raríssima exceção, o site da escola mais parece que é de Marte.

Trânsito...
Termina amanhã, dia 21, o prazo para a habilitação do eleitor que for votar em trânsito para presidente da República. Em Uberaba, já estão cadastrados 230 eleitores para o 1º turno e 218 para o 2º turno. É a primeira vez que cidades do interior com mais de 200 mil eleitores – caso de Uberaba, terão voto em trânsito.

...para presidente
Em Minas Gerais, além da capital, Belo Horizonte, este ano terão voto em trânsito: Uberaba, Contagem, Uberlândia, Betim, Juiz de Fora, Montes Claros e Governador Valadares. Em Uberaba, o cadastro está sendo feito na sessão localizada no Núcleo de Prática Jurídica da Universidade de Uberaba/Uniube - rua Lauro Borges, 121, pertencente às 277ª Zona Eleitoral.

Perguntar
não ofende

Como fica a seção eleitoral que funciona no Uberaba Tênis Clube/UTC, agora que o local foi interditado por falta de alvará?

Bandidagem
Tem gente com falta do que fazer aproveitando as placas dos candidatos espalhadas pela cidade para praticar vandalismo... Vale alertar: é crime. 

(????????????)
E venhamos e convenhamos: fazer pesquisa eleitoral sobre candidatos a presidente da República bem no meio do velório de um dos concorrentes, É DOSE PRA ELEFANTE. Quer dizer...é dose pra quem não está nem aí com a própria reputação!

Ô, encrenca!
Estreia do horário eleitoral gratuito, ontem, foi palanque para alguns candidatos petistas caírem matando na imprensa. A tal defesa da “democratização da imprensa” agora virou proposta de mandato. 

Jesus toma conta!
Se passar ileso por 2014, o presidente do PR/Uberaba, Eduardo Ferro, merecerá o troféu de rei do jogo de cintura... Afinal, tem que conciliar duas candidaturas a deputado estadual – Samuel Pereira e Wagner Jr., e a candidatura à reeleição do polêmico deputado federal Aelton Freitas.   

A contestação
Leitor/eleitor José Carlos P. Alves mandou e-mail pra Bastidores contestando o Tribunal Superior Eleitoral/TSE e apontando suas justificativas... “Lendo sua coluna leio que voto nulo ou branco não tem valor. Se entendi bem! Discordo. Tem sim. Todo voto tem valor” – disse ele. 

O alerta
A coluna divulgou que o TSE está alertando aos eleitores, inclusive pelo site, que, de acordo com a Constituição Federal de 1988 - em seu artigo 77, parágrafo 2º, “é eleito o candidato que obtiver a maioria dos votos válidos, excluídos os brancos e os nulos.” O Tribunal ressalta que “os votos em branco e os nulos simplesmente não são computados. Por isso, mesmo quando mais da metade dos votos for nula não é possível cancelar uma eleição”.

As justificativas
José Carlos pondera, na sua argumentação: se o voto for em branco, “significa que nenhum candidato se apresenta merecedor de meu voto. Se nulo, significa que não quero votar em ninguém. E essa é minha opção que o direito e a democracia me garantem”.

O outro lado
O leitor/eleitor continua sua manifestação: “E mais: não sou obrigado a votar em um cidadão que tenho certeza, não cumprirá com suas obrigações e promessas! Não sou obrigado, também, a votar no menos mal! Os votos brancos e nulos, dependendo da proporção causariam impacto sim, pois traduziriam o alerta dos eleitores quanto à qualidade dos candidatos apresentados e a confiança que despertam no eleitor!!!”