Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 24/08/2014
Bastidores
Bastidores
Bastidores

PLENÁRIO – Anderson Adauto quer que seu recurso ao Supremo Tribunal Federal seja julgado pelo plenário, em vez de uma decisão monocrática, ou seja, de um único magistrado (Foto: Dorivan Marinho/STF)

Agravo
Ex-prefeito Anderson Adauto (PRB) tenta mudar decisão do Supremo Tribunal Federal propondo um agravo regimental no próprio STF. A petição foi protocolada na Corte por volta de 19h30 de sexta-feira, dia 22. Trata-se de recurso ao plenário ou a uma turma do Supremo contra despacho de ministro. O agravo é previsto para os casos em que a decisão do ministro nega um recurso apresentado. Em resumo, ele quer que o assunto seja julgado em plenário.

Rosa choque
A decisão que AA tenta derrubar no STF foi proferida pela ministra Rosa Weber. Em despacho de nove páginas, ela negou recurso proposto por Anderson Adauto, em que ele tentava reverter uma decisão do Superior Tribunal de Justiça. O STJ negou a suspensão de sentença condenatória do Tribunal de Justiça de Minas Gerais/TJMG - justamente a sentença que está impedindo a liberação de seu registro de candidato a deputado federal pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais.

O tempo urge
O problema é que a sentença do TJMG, além de ser colegiada, reconheceu a prática de dolo na ação pela qual ele foi condenado (um contrato assinado com uma agência de publicidade, quando era prefeito). As duas coisas juntas deram a formatação da chamada Lei da Ficha Limpa, colocada em vigor pela Justiça Eleitoral em 2014 (pela primeira vez).

Sem liminar
Defesa de Anderson Adauto entende que, suspendendo ou anulando a sentença do TJMG, o caminho estaria liberado para a candidatura. A primeira tentativa levou bomba no STJ, e agora, a segunda tentativa levou um “não” na mais alta Corte judicial do país: o Supremo. 

E a luta continua...
Certo é que, AA e babá Carlos Costa (PMN) continuam brigando pelo direito de se candidatarem nas eleições de 2014. Os recursos contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais, que indeferiu seus registros, já estão devidamente instalados no Tribunal Superior Eleitoral/TSE. No caso de babá Carlos Costa, candidato a deputado estadual, o recurso já foi distribuído para a ministra Luciana Lóssio, e está com vista para o Ministério Público. Candidato a deputado federal, AA também aguarda uma decisão no TSE.

Reação...
Anúncio de que o deputado federal Marcos Montes (PSD) intercedeu pela contratação dos policiais rodoviários federais aprovados em concurso público teve reação imediata no Facebook. Em poucas horas, nada menos do que 50 profissionais – já na ativa e/ou aguardando nomeação, se posicionaram no mural de MM. Isso, fora as dezenas de compartilhamentos e de curtidas. 

...e ação
Autor de propostas que visam a tornar o Código de Trânsito Brasileiro mais rigoroso, o deputado encaminhou ofícios ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e à Casa Civil da Presidência da República, pedindo agilidade na contratação dos 450 policiais rodoviários federais que foram convocados e já passaram pela formação, além da convocação dos 766 que foram classificados no concurso, mas ainda estão na lista de espera. 

Que sufoco!
Em matéria publicada pela imprensa, o parlamentar enumera as atividades da PRF. Vale recapitular: prevenção e repressão aos abusos no trânsito, como excesso de velocidade e embriaguez ao volante; o atendimento às vítimas de acidentes; além da colaboração com a segurança pública, envolvendo o combate ao tráfico de armas e de drogas, assaltos a ônibus e roubos de cargas, furtos e roubos de veículos, e ainda, o tráfico de pessoas, exploração sexual de menores, trabalho escravo, contrabando.

Profissões
Apenas 19 pessoas se inscreveram para o processo seletivo de coveiros – aberto pela Prefeitura de Uberaba. Nove deles foram desclassificados (cinco por não terem comparecido à entrevista). 

Assessorias
Enquanto isso, os juízes eleitorais de Uberaba tratam de convocar servidores de outras paragens para ajudar nos serviços – que, por motivos óbvios, estão se avolumando. Em que pese o processo eleitoral de 2014 ser de competência dos TRE´s, a Justiça Eleitoral de 1ª instância tem uma grande quantidade de providências sob sua responsabilidade.

Voto em trânsito
Terminado o prazo para habilitação para votar em trânsito, 6.933 eleitores se cadastraram para o 1º turno em Minas Gerais – segundo o TRE/MG.  No caso de 2º turno, 6.493 eleitores estão inscritos para votar em trânsito no Estado. O prazo para inscrição terminou dia 21. As cidades mineiras que receberão seções com voto em trânsito são Belo Horizonte, Contagem, Uberlândia, Betim, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberaba e Governador Valadares. 

Ranking
Uberaba foi a quarta colocada em número de inscritos. Estão habilitados para o voto em trânsito para presidente da República, 524 eleitores no 1º turno e 505 no 2º turno. Perde apenas para BH, Juiz de Fora e Uberlândia.

Tião Carreiro
Uberabenses apaixonados pelo caipirismo de Tião Carreiro se movimentam para uma grande homenagem ao ídolo. Evento vai acontecer dia 30 de agosto (sábado), às 10h, na praça que leva o nome do artista, localizada no Residencial Nenê Gomes, e terá o apoio da Prefeitura de Uberaba/Fundação Cultural. Mas, quem quiser saber detalhes, inclusive para participar artisticamente da festa, pode mandar e-mail ou telefonar para os fãs João Eurípedes Sabino (joaosabino @mednet. com. br) e José Nicodemos Oliveira (9134-2411).