Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 07/09/2014
Bastidores
Bastidores
Bastidores

Pra incluir
Hoje tem a 20ª edição do Grito dos Excluídos e das Excluídas – agora com o tema “Ocupar ruas e praças por liberdade e direitos”, assunto ligado à Campanha da Fraternidade de 2014: “Fraternidade e Tráfico Humano”. Em Uberaba, o evento acontece na praça da Igreja de Santa Rita, das 15h às 18h. Dom Paulo Mendes Peixoto dá um tempo na visita pastoral e marca presença, às 16h, na praça. 

Direitos
O Grito dos Excluídos teve origem na Pastoral Social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil/CNBB, e envolve uma série de eventos e mobilizações que se realizam em torno da Semana da Pátria – começando dia 1º de setembro e concluindo dia 7, Dia da Independência do Brasil. Tem como eixos, entre outros, a comunicação; direito à dignidade, à terra, à moradia; protestos contra a violência contra a mulher...

Pela lógica
...E pra alegria geral de Uberaba, eis que o desfile de 7 de setembro retorna ao centro da cidade – acontecendo este ano na recém-reformada avenida Fidélis Reis. A partir das 8h, entre as ruas Quintiliano Jardim e Padre Zeferino.

Sem pedaladas
Enquanto isso, os amantes do ciclismo terão que dar um tempo. É que, por causa do desfile da Independência do Brasil, não haverá pessoal para fiscalizar o uso das ciclofaixas. Tudo volta ao normal (até prova em contrário) no próximo final de semana.

Na casa do 
carpinteiro... 

...o arcebispo metropolitando, dom Paulo Mendes Peixoto, encerra sua visita pastoral hoje. Desde quinta-feira, ele tem agitado o bairro Gameleira II e a paróquia de São José Operário com sua presença por ali. Encerramento da visita acontece com missa especial às 19h – acompanhada pelo sacramento da crisma. 

...E na rede
...o pessoal não esquece das eleições de outubro nem que a vaca tussa! De um lado tem gente convocando os amigos uberabenses, no Facebook, pra usar “aquela camiseta que comprou pra acompanhar a copa do mundo” ... e não votar no PT, de jeito nenhum...

O outro lado
De outro lado, pessoal da coligação PT/PMDB manda recados pedindo apoio para o candidato a governador Fernando Pimentel – que está liderando as pesquisas, mas, em Uberaba, anda batendo de frente com o candidato do PSDB, Pimenta da Veiga.

Nomeações
Agora, são 125 as nomeações canceladas (tornadas sem efeito) pelo presidente da Câmara de Uberaba, vereador Elmar Goulart (SDD). Na edição de sexta-feira, esta coluna revelou que 92 nomeações de aprovados em concurso público tinham sido canceladas (por causa de mudança da cidade, desinteresse pelo cargo, até morte).

O tempo 
da Justiça

Na nova edição do Porta-Voz – jornal oficial do município, aparecem mais 33 cancelamentos. O concurso foi realizado há mais de uma década, e ficou este tempo todo barrado na Justiça, sob argumento de irregularidades – que acabaram derrubadas no Supremo Tribunal Federal.

Desconfiômetro
Tem ocupante de 1º escalão no governo municipal de Uberaba ganhando o apelido de “pavãozinho” – e não é só um, não! Na hora de aparecer nas fotos este pessoal está sempre lindo, cheiroso e sorridente...mas, na hora de sair publicamente em defesa do governo, simplesmente desaparece!

Repúdio
Professora da rede municipal manda e-mail pra coluna repudiando – “terminantemente”, segundo ela, qualquer alegação de que as apostilas do Colégio José Ferreira tiveram influência no avanço do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – o Ideb, o maior da história do ensino municipal de Uberaba.

Por um triz
Ela lembra que, além do dinheirão aplicado na adoção do sistema – “que poderia ter sido utilizado em ações realmente importantes”, as apostilas “provocaram uma confusão sem precedentes na vida escolar”. Diz a educadora que, se o atual governo não tivesse dado um basta, “a situação ficaria irreversível”.

Ação e reação
A professora afirma que docentes e alunos não se adaptaram ao sistema. “Este Ideb foi alcançado graças a um conjunto de fatores que, sem dúvida nenhuma, não incluem as apostilas” – afirma ela, aproveitando pra pedir “AUMENTO DE SALÁRIO”, assim mesmo, entre aspas e em letras garrafais...