Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 11/10/2014
Bastidores
Bastidores
Bastidores

NA REDE – O deputado federal reeleito Marcos Montes está de cabeça, alma e coração na campanha pró-Aécio Neves. Pra se ter uma ideia, sua própria campanha deu lugar à campanha presidencial em seus murais no Facebook

 

Mineirinho
E dizem as más línguas – e as boas também, que Paulo Piau (PMDB) vem com tudo por aí, na coordenação da campanha de Dilma Rousseff (PT) em Uberaba. Ontem, ele se reuniria com lideranças da cidade e da região, para organizar estratégias. Entre as presenças confirmadas, estavam os presidentes de partidos da base aliada, vereadores e outros apoiadores. 

Vem aí...
“Na segunda-feira, iniciaremos os trabalhos para reelegermos nossa presidente. Não existe um panorama melhor para o desenvolvimento de Uberaba”, disse, todo entusiasmado, o chefe de Gabinete do prefeito, Fernando Hueb.

Nunca antes...
As primeiras exibições do horário eleitoral gratuito do 2º turno já disseram a que vieram... Vai ser uma guerra de guerrilha sem precedentes em toda a história do programa!

Convites
O vereador Kaká Carneiro (PSL) não compareceu à reunião realizada ontem pelo deputado federal reeleito Marcos Montes (PSD) e aliados, com o objetivo de se dar início às conversas sobre a campanha do presidenciável Aécio Neves (PSDB) em Uberaba. E tratou de distribuir release lembrando que, “enquanto líder do prefeito na Câmara”, apoia a reeleição de Dilma Rousseff.

Lado definido...
E aproveitou pra pregar que a petista “é melhor para Uberaba”, por acreditar que, através dela, o prefeito Paulo Piau “poderá trazer mais recursos para investir no desenvolvimento econômico e social da cidade”.

(???????)
Kaká Carneiro conclui o release confirmando que “recebeu o convite” para a reunião aecista, mas que, “em nenhum momento confirmou presença”... Detalhe: Kaká não foi o único que não recusou o convite logo de cara e que não apareceu à reunião.

Basta uma letrinha...
(Ou duas)

Em época de campanha, não tem jeito de ser E não ser. O jeito é ser OU não ser...

Razões
aos montes

O PSL de Kaká Carneiro integrou a coligação Todos Por Minas – que elegeu Antonio Anastasia (PSDB) senador e apoiou a candidatura de Pimenta da Veiga (PSDB) a governador. Na campanha para presidente, fez parte da coligação Unidos Pelo Brasil – que apoiou Marina Silva (PSB). Motivos suficientes para Kaká ser convidado para um movimento aecista...

Recapitulando
No 1º turno, Aécio Neves foi candidato pela coligação Muda Brasil, formada por PSDB/PMN/SD/DEM/PEN/PTN/PTB/PTC/PTdoB, e, em Minas Gerais, contou, ainda, com o apoio do PSD. Já manifestaram apoio formal para o 2º turno, o PSB de Marina Silva e Eduardo Campos; o PPS que apoiou a candidata do PSB; o PV do candidato Eduardo Jorge, e o PSC do também candidato Pastor Everaldo. 

Unanimidade..
(Ou quase...)

Da Câmara de Vereadores às redes sociais – uma unanimidade, em meio a tantos xingatórios entre eleitores da Dilma e do Aécio: todo mundo defendendo que o atual presidente da Companhia Habitacional do Vale do Rio Grande/Cohagra, Marcos Jamal, permaneça no cargo...

Decisão
O que motivou o movimento é a possibilidade de a Cohagra voltar ao comando de Wagner Júnior (PR), que deixou a presidência da companhia para se candidatar a deputado estadual e, apesar da boa votação, não foi eleito. A caneta, entretanto, pertence única e exclusivamente ao prefeito Paulo Piau.

ENQUANTO ISSO... – E não é por acaso que Paulo Piau está de cabeça, alma e coração na campanha pró-Dilma Rousseff. Eis aí, ele e a presidente da República lançando a pedra fundamental da fábrica de amônia/fertilizantes de Uberaba