Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 14/10/2014
Bastidores
Bastidores
Bastidores

OSCILANDO ENTRE EXTREMOS - Marcos Montes e Paulo Piau fazem das tripas o coração para conquistarem apoios para seus respectivos candidatos à Presidência da República. Até provocam algumas pérolas na campanha, tipo vereador frequentando reuniões das duas alas 

Eleitorado
de Uberaba

Assessoria do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais reafirma que Uberaba tem 219.111 eleitores aptos ao voto. E explica o motivo da diferença em relação ao eleitorado apurado no 1º turno das eleições: 218.831 pessoas.

Apto X apurado
De acordo com a Seção de Produções Jornalísticas da Coordenadoria de Comunicação Social do TRE/MG, o eleitorado apurado no 1º turno não considerou o eleitor que fez opção para votar em trânsito. 

Trânsito à parte
Em outras palavras: o eleitor uberabense que fez a opção para votar para presidente fora da cidade não é computado no eleitorado do município. O mesmo acontece com o eleitor que optou por votar em trânsito em Uberaba.

2º turno
E vale lembrar que 505 eleitores se cadastraram em Uberaba para votar em trânsito no 2º turno – dia 26 de outubro. Estas pessoas procuraram os cartórios eleitorais entre os dias 15 de julho e 21 de agosto e se habilitaram a votar em trânsito para presidente da República, já que não estariam em seus domicílios no dia da eleição. 

Reformulações
E os cartórios eleitorais de Uberaba iniciam, já esta semana, os procedimentos de geração de mídias, carga, lacração de urnas eletrônicas e auditoria, nas urnas eletrônicas que serão utilizadas dia 26. No caso de Minas, onde não haverá 2º turno para governador, estarão disponíveis os dados e as fotos dos candidatos a presidente Dilma Rousseff (PT), da Coligação Com a Força do Povo, e Aécio Neves (PSDB), da Coligação Muda Brasil. 

Eleição nova
Aliás, o eleitor que não votou e não justificou sua ausência no 1º turno, dia 5, deve comparecer às urnas normalmente dia 26 de outubro. Cada turno é considerado como uma eleição distinta e, portanto, cada um deles requer o comparecimento do eleitor ou a justificativa. A eventual pendência do 1º turno pode ser resolvida até dia 4 de dezembro em qualquer cartório eleitoral do Brasil, bastando levar um documento que justifique a ausência, como atestado médico, por exemplo.

Palanques
Enquanto isso, os adversários Paulo Piau (PMDB) e Marcos Montes (PSD) articulam seus palanques do 2º turno.  As duas principais lideranças de Uberaba assumiram a coordenação das campanhas, respectivamente, de Dilma Rousseff e Aécio Neves. 

Ser ou não ser...
A seriedade do prefeito e do deputado federal reeleito e majoritário de Uberaba não impede que o eleitorado – de um lado e de outro, se divirta. Em pauta, alguns vereadores da cidade - cuja decisão indecisa e quase decidida, mas indefinida, tem sido notada e anotada.

Nomes repetidos...
Num mesmo dia, MM fez reunião no período da manhã, e PP no período da tarde...Nos dois casos, os vereadores foram convidados. Na primeira reunião, marcaram presença: o presidente do PRB/Uberaba, Franco Cartafina; Afrânio Lara (Pros); Ismar Vivente (PSB); Edmilson de Paula (PRTB); Marcelo Machado Borges (DEM), e o vice-presidente da Câmara, Paulo César Soares (SDD). Mandaram representantes: o presidente da Câmara, Elmar Goulart (SDD); a 2ª secretária Denise Max (PR); Samuel Pereira (PR) e o 1º secretário da Câmara, João Ripposati (PSDB).

...não é mera coincidência
Na segunda reunião, marcaram presença: Elmar Goulart; Paulo César Soares; o presidente do Pros/Uberaba, Cléber Humberto Ramos; Edmilson de Paula; Kaká Carneiro (PSL). Mandaram representantes: vereadores Afrânio Lara; o presidente do SDD/Uberaba candidato único a presidente da Câmara, Luiz Dutra.

Força 1
O prefeito Paulo Piau aproveitou a reunião lembrando que seu grupo político somou mais de 100 mil votos nas eleições do 1º turno e que são apoiadores da campanha de Dilma Rousseff, entre outros, o vice-prefeito Almir Silva (PR); o deputado estadual, presidente do PMDB/Uberaba e suplente, Tony Carlos; o deputado estadual, eleito federal Adelmo Leão (PT); o vereador Samuel Pereira (PR) e o deputado federal reeleito Aelton Freitas (PR). PP também comemora a vitória no 1º turno, do candidato Fernando Pimentel (PT), ao governo de Minas.

Força 2
Em seus murais no Facebook, por sua vez, o deputado Marcos Montes rebate a  propaganda dos adversários de Aécio Neves de que ele perdeu a eleição no primeiro turno em Minas Gerais! “É verdade que o eleitorado deu 5,3 milhões votos para o candidato do PT, e 4,2 milhões para o candidato a governador pelo PSDB. Não sei a razão da diferença, mas, com certeza, não é por causa do Aécio e seu grupo político” – diz MM. 

Conclusão
O coordenador da campanha do tucano lembra que o seu sucessor, ex-governador por dois mandatos, Antonio Anastasia (PSDB), foi eleito senador com 5,1 milhões de votos. Ele vai ocupar a única vaga de Minas Gerais disputada este ano para o Senado. “O voto no senador Anastasia foi o voto em Aécio e no seu grupo político. Minas escolheu o melhor senador” – avalia Marcos Montes.