Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 17/10/2014
Bastidores
Bastidores
Bastidores

Desdobramentos
O muro das lamentações, digo, os murais do prefeito Paulo Piau (PMDB) no Facebook são recheados de elogios e aplausos. Entretanto, são recheados, também, de queixas as mais variadas – batendo recorde, nos últimos dias, para a falta d’água. E de quebra, muito gente reclamando da retirada de árvores no centro de Uberaba.

Sombra
O certo é que foram tantas as queixas sobre árvores, que o prefeito ocupou seus espaços na rede social para acalmar a turma. “Gostaria de tranquilizá-los. Todas serão replantadas. Algumas estão passando por tratamento, enquanto outras apenas aguardam a conclusão das obras do sistema/corredor de ônibus. Estão sendo preservadas no horto florestal” – explicou.

Preservação
O prefeito disse que tem plena consciência da importância de Uberaba preservar suas árvores. “E eu não permitiria que minha gestão agisse em sentido contrário” – ressaltou. Ele também alertou que está sendo realizada uma operação de poda no caso de galhos que estão caindo e/ou impedindo a visibilidade no trânsito. 

Ação...
Em outra postagem, o prefeito Paulo Piau comemora a aprovação, pela Câmara de Vereadores, do projeto de sua autoria que doa área para a empresa Renovagro/Ma Shou Tao/Boa Fé instalar-se ao longo da BR/050. Segundo ele, é mais um passo na concretização do projeto de transformar a 050 em vitrine de Uberaba.

...e reação
O diretor-executivo do grupo Ma Shou Tao/Boa Fé, Jônadan Ma, reagiu ao comentário de Paulo Piau: “Meu prefeito, você e sua equipe merecem nosso reconhecimento e aplausos por mais esta grande conquista! Estamos orgulhosos de poder participar do progresso e crescimento da nossa Uberaba, tão bem comandada por você, nosso líder e amigo!” Jônadan Ma aproveitou para agradecer à Câmara pela aprovação do projeto.

Pra ilustrar
Por sinal, o prefeito de Uberaba fez uma revelação – que raras pessoas têm conhecimento. Que a GoodSoy – um dos braços do grupo Ma Shou Tao, foi a vencedora de licitação para alimentar os milhares de jovens da Jornada Mundial da Juventude, realizada no Brasil em 2013, com a presença do papa Francisco. A GoodSoy desenvolve alimentos funcionais e nutritivos à base de soja.

Reeleição
Dos 1.612 candidatos eleitos no primeiro turno, 688 (42,68%) informaram à Justiça Eleitoral ter a ocupação de deputado. Tal ofício foi o campeão dentre os mais de 70 declarados pelos concorrentes do pleito de 2014 no ato do pedido de registro de candidatura. Em seguida, vêm as profissões de empresário, com 141 candidatos eleitos, advogado, com 137, médico, com 90, e outros, com 86.

2º turno
Trinta candidatos disputarão o segundo turno das eleições 2014, marcado para o dia 26 de outubro, para os cargos de presidente da República e governadores de Estado. Um dos candidatos à Presidência disputa a reeleição e o outro é senador. Já para os governos estaduais, concorrem 28 candidatos, uma vez que haverá segundo turno em 13 Estados e no Distrito Federal. Nove concorrentes declararam à Justiça Eleitoral já ter a ocupação de governador, cinco informaram ter o ofício de senador e outros cinco comunicaram ter o emprego de advogado.

Quociente eleitoral
Cada candidato a deputado federal eleito em 2014 em Minas Gerais exigiu 190.918 votos de seu partido ou coligação. QE é resultado da quantidade de votos válidos obtidos em todo o Estado – 10.118.666, dividido pelo número de cadeiras a que Minas tem direito na Câmara dos Deputados: 53. 

Votos aos montes
Desta forma, a coligação que elegeu mais deputados federais em Minas foi DEM/PSDB/PP/PR/PSD/SDD. Com 3.893.294 votos válidos, a coligação teve direito a 20 deputados federais, e mais um, na média feita ao final de todos os cálculos. Em segundo lugar, ficou o grupo PT/PMDB/PCdoB/Pros/PRB, com 3.198.433 de votos válidos. A coligação elegeu 16 deputados, e mais dois pela média – entre eles, o uberabense Adelmo Leão (PT).

De casa
Dentro do QE, dois candidatos a deputado federal com domicílio eleitoral em Uberaba foram eleitos pela coligação DEM/PSDB/PP/PR/PSD/SDD: Marcos Montes (PSD) e Aelton Freitas (PR).

Que sufoco!
Um pouco menos difícil, mas nem por isso, fácil, cada deputado estadual eleito em Minas exigiu 134.374 votos válidos de seu partido ou coligação. Todos os votos válidos obtidos no Estado para a Assembleia Legislativa somaram 10.346.814 – que, divididos pelo número de vagas (77), resultaram no QE de 134.374 votos.

Força extra
No caso de deputados estaduais, a coligação PT/Pros/PMDB/PRB somou 2.816.772 votos válidos e, com isso, elegeu 20 candidatos pelo QE, além de outros três pela média final. Aqui, o deputado estadual e presidente do PMDB/Uberaba, Tony Carlos, ficou na segunda suplência. Levando em conta que a coligação elegeu o governador Fernando Pimentel (PT), a situação é favorável a Tony.

Vaga única
A segunda colocada foi a coligação DEM/PSDB/PP/PSD/PPS, que somou 2.631.823 votos válidos em todo o Estado. Divididos pelo QE, os votos deram direito a 19 deputados estaduais. E mais dois pela média. O único candidato a deputado estadual de Uberaba eleito – Antônio Lerin (PSB), integrou a coligação PSB/PPL/PRTB – que somou 478.488 votos válidos, e conquistou três cadeiras na Assembleia.