Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 18/10/2014
Bastidores
Bastidores
Bastidores

GUERRA DE GUERRILHA – Reunido esta semana, o plenário do Tribunal Superior Eleitoral/TSE concedeu liminar “inovadora” para suspender uma propaganda do horário eleitoral gratuito. Entendimento da maioria dos ministros do TSE é de que o programa precisa mudar, já que o povo não pode pagar para que candidatos promovam ataques no programa de rádio e TV

 

(???????????)
Câmara de Uberaba publicou, na edição de quarta-feira (15), no Porta-Voz – jornal oficial do município, uma série de atas de reuniões de 2008. A mesa diretora era formada por Lourival dos Santos (presidente); Itamar Ribeiro de Rezende (vice-presidente); José Ronaldo Maciel (1º secretário); Afrânio Cardoso de Lara Resende (2º secretário).

Depende dele...
O prefeito Paulo Piau (PMDB) só não assume uma secretaria de estado a partir de janeiro de 2015 se não quiser. Opinião é de gregos e troianos, amigos e adversários, pessimistas e otimistas – enfim, é uma daquelas unanimidades irrefutáveis. Aliado de 1ª hora do governador eleito, Fernando Pimentel (PMDB) – que, inclusive, faz voo rasante logo, logo em Uberaba, o prefeito é fava contada numa eventual lista de convidados.

Indicações
Da parte de alguns amigos mais próximos, entretanto, vem outra certeza: de que Paulo Piau vai optar por indicar nomes de Uberaba para compor o futuro governo de Pimentel, em vez de ele próprio assumir um cargo. E tem até quem ache que, na sua primeira visita a Uberaba após a eleição, o governador já terá algum anúncio pra fazer.

De olho
Assessoria da Universidade de Uberaba/Uniube não perde os ex-alunos de vista... É de lá que chega e-mail à redação de Bastidores com notícia sobre o médico Anderson Lubito Simoni, formado pela 8ª turma, e que atualmente trabalha no Hospital de Base de São José do Rio Preto/SP. Ele acaba de ser aprovado na prova do título de especialista da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular. Detalhe: em primeiro lugar. O diretor do curso de Medicina/Uniube, Felipe Misiara, não cabe em si de tanto orgulho.

Tempo
de plantar

Presidente da Associação de Moradores do bairro Tancredo Neves, engenheiro agrônomo José Sidney Silva, está reivindicando, através do Facebook, ao secretário Roberto Oliveira/Indaiá, a doação de 500 mudas do horto municipal para plantar no bairro, em regime de mutirão. De acordo com ele, a proposta integra o Programa Participativo Sustentável/PPS da associação.

Assunto da hora
Vale ressaltar que o plantio de árvores – e/ou mudas, tem sido um dos temas preferidos pelos uberabenses na rede social, desde que a cidade passou a enfrentar sua pior seca das últimas oito décadas. Ainda ontem, esta coluna citou postagem do prefeito Paulo Piau, em que ele explica aos reclamantes que as árvores retiradas das vias públicas serão replantadas.

Jurisprudência
Até os ministros do Tribunal Superior Eleitoral/TSE se cansaram do nível em que está acontecendo o embate do 2º turno nas eleições presidenciais no Brasil. Em decisão plenária, por maioria de votos, eles deferiram liminar pedida pelo candidato Aécio Neves (PSDB) e mandaram suspender a veiculação de trechos de propaganda eleitoral gratuita em bloco, feita em rádio.

Endurecer sim...
Através de preocupação levantada pelo ministro Gilmar Mendes, o plenário entendeu que o TSE tem “a responsabilidade institucional de propor uma nova concepção do modelo político eleitoral”. 

...mas sem perder a ternura 
O presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, refletiu que, “a jurisprudência anterior, permissiva em matéria de propaganda eleitoral gratuita, caminha no bom sentido de estabelecer que, nos programas eleitorais gratuitos, as propagandas têm que ser programáticas, propositivas, e que o debate pode ser ácido ou duro, mas relativo a questões programáticas e questões de políticas públicas”.

Novo modelo
O clima de guerra instalado no horário eleitoral do 2º turno chegou a tal ponto que o presidente do TSE disse esperar uma reação por parte do Congresso Nacional. O ministro Dias Toffoli defende, para o futuro, “um outro tipo de estilo de propaganda eleitoral”. 

Dinheiro
do povo

O ministro João Otávio de Noronha afirmou que, no caso da mudança de postura do TSE – de ser menos permissivo com o horário eleitoral, não é uma questão política, mas, sim, a reação a “uma ofensa pessoal cujos passos caracterizam um crime”. Salientou que o horário eleitoral gratuito não foi feito para ataques pessoais, mas para a apresentação de programas de governo. “Não se deve gastar o dinheiro público para esse tipo de ataque”, acentuou.

Recapitulando
(Mais uma vez...)

Publiquei aqui, na edição do dia 9 de outubro: “Nunca antes... As primeiras exibições do horário eleitoral gratuito do 2º turno já disseram a que vieram... Vai ser uma guerra de guerrilha sem precedentes em toda a história do programa!” Obs.: Esqueci-me de incluir os debates. Jesus toma conta!