Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 11/11/2014
Bastidores
Bastidores
Bastidores


ENQUANTO ISSO...
Deputado Marcos Montes acena com rebeldia e oposição não raivosa no próximo mandato

Vale
Mesários de 43 municípios mineiros – entre eles, Uberaba - devem ficar atentos, pois o benefício alimentação para os que trabalharam nas eleições de 2014 está sendo pago, pela primeira vez, por meio do “Vale Postal Eletrônico”. O resgate dos benefícios referentes aos dois turnos pode ser feito até o dia 28 de novembro. Após essa data, não será mais possível fazer a retirada.

Resgate
Para receber o vale postal, de R$ 25,00 por turno, o mesário deverá comparecer às agências dos correios em qualquer município do Brasil, apresentando documento oficial com foto e o número do título de eleitor para a retirada do benefício – que pode ser consultado no site do Tribunal Superior Eleitoral/TSE, nos cartórios eleitorais ou no Disque Eleitor – 148.

Olho gordo
Enquanto alguns botam “olho gordo” pra cima do gasoduto mineiro, o prefeito Paulo Piau (PMDB) e o presidente regional Vale do Rio Grande da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais/Fiemg, Altamir Rôso, tratam de liderar movimento pra evitar que especulações atrapalhem a viabilização de um dos maiores empreendimentos da história recente de Uberaba.

Xô, especulações!
Previsto pelo ex-governador Antonio Anastasia (PSDB) – senador eleito em 2014, e confirmado pelo governador eleito, Fernando Pimentel (PT), o gasoduto mineiro, que sairá de Queluzito (região metropolitana de Belo Horizonte) com ramais até Uberlândia – passando obrigatoriamente por Uberaba, vai mobilizar lideranças de todas as regiões de Minas. Encontro, que acontece dia 18, em BH, pretende acertar um planejamento definitivo, inclusive sobre o traçado.

Pela lógica
A mobilização pretende, ainda, colocar um ponto final nas fofocas sobre eventual retirada de Uberaba do traçado do gasoduto. Detalhe: objetivo principal do empreendimento é abastecer a futura fábrica de amônia/fertilizantes que a Petrobras está construindo em Uberaba.

Combate ao câncer
Associação de Combate ao Câncer do Brasil Central - mantenedora do Hospital Hélio Angotti, sedia, hoje, o primeiro Encontro Regional/Triângulo Mineiro da Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos de Minas Gerais. O evento será seguido pelo I Seminário de Gestão do Corpo Clínico no Triângulo Mineiro.

Transparência
Deputado federal reeleito e majoritário de Uberaba e do Triângulo, Marcos Montes (PSD) tem feito questão de divulgar a postura que pretende adotar em relação ao 2º mandato da presidente reeleita, Dilma Rousseff (PT) – com direito a publicações no site, nas páginas do Facebook, em entrevistas à imprensa nacional – e, de quebra, em conversas com os companheiros de PSD.

Presépio
Marcos Montes diz que não vai exercer seu mandato com ódio, com oposição cega e raivosa... “Mas, não serei um deputado de presépio, pronto para dizer amém para todo discurso que vier do governo federal, de um modo geral, e, em especial, de Minas Gerais – o Estado pelo qual fui reeleito”, afirma.

Rebeldes...
O deputado ressalta que, ao participar da sessão no Senado Federal, dia 5 de novembro, quando o senador Aécio Neves reassumiu suas atividades após as eleições do 2º turno, sentou-se ao lado de lideranças que têm se diferenciado na política brasileira justamente pela “rebeldia” partidária, sem que isso desmereça a lealdade e o compromisso deles com suas respectivas legendas.

...com causa
Citou como exemplos os senadores Pedro Simon (PMDB/RS), Jarbas Vasconcelos (PMDB/PE), Cristovam Buarque (PDT/DF), filiados a partidos que – a exemplo do PSD – fazem parte da base aliada da presidente reeleita, e se coligaram com o PT nas eleições de 2014. “A exemplo de vários outros casos, estes políticos possuem opiniões independentes, fizeram campanha para o candidato Aécio Neves, e nem por isso são desleais aos seus partidos” – reforça Marcos Montes.

Em dobro
Além das atribuições inerentes ao exercício de parlamentar – sem esquecer a fiscalização do Poder Executivo -, MM diz que sai da campanha de 2014 com responsabilidade redobrada: tem também, a partir de agora, a prerrogativa e obrigação de realizar uma oposição saudável; de intermediar as cobranças que estão sendo feitas pelos brasileiros, e que têm refletido nos contatos com eleitores, incluindo em seus espaços nas redes sociais.

Institucional
No mesmo dia, a convite do PSD, ele participou de reunião do partido com a presidente reeleita. “Tenho um compromisso institucional e respeitoso com o PSD e com seu presidente nacional, um homem e líder que, ao longo desta campanha de 2014, confirmou seu comprometimento com a democracia e com a sensibilidade política”, diz Marcos Montes, se referindo ao ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

Mineirice
 O parlamentar, que tem base em Uberaba, se refere ao fato de Kassab ter liberado as duas bancadas do PSD em Minas Gerais – de deputados federais e de deputados estaduais – para apoiar o senador tucano Aécio Neves, governador por dois mandatos no Estado. E mais ainda: liberou o próprio Marcos Montes para coordenar a campanha do ex-presidenciável na região.