Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 08/01/2015
Bastidores
Bastidores
Bastidores

ROSA CHOQUE – E pra não dizer que esta coluna não divulgou a foto da nova primeira-dama de Minas Gerais, eis aí, Carolina Oliveira durante a posse na presidência do Serviço Voluntário de Assistência Social/Servas – através das lentes de Carlos Alberto/ImprensaMG. O Servas foi criado em 1951, na gestão do então governador Juscelino Kubitschek, e sua atuação abrange as ações sociais com programas voltados para crianças, jovens, adultos e idosos

 

Estilo mineiro

(Versão 1)

Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais – TRE/MG, proferiu 5.461 decisões em 2014 - entre colegiadas, monocráticas e liminares. Balanço divulgado pelo Tribunal indica ainda, a realização de 191 sessões (que retornam dia 19 de janeiro). Ao todo, são sete magistrados e outros sete membros substitutos.

 

Estilo mineiro

(Versão 2)

Ainda em 2014, o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais registrou mais de 110 mil atendimentos através dos seus canais de comunicação (Fale conosco, a Ouvidoria e o Disque-Eleitor). Todos foram respondidos ou encaminhadas pela instituição. O aumento no ano eleitoral em relação a 2013 foi de 144%.

 

As vagas

Novo titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, empresário, engenheiro e economista uberabense Altamir Rôso, tem cerca de 25 cargos de confiança para preencher – entre eles, de subsecretário, secretário-adjunto, chefe de gabinete, assessor de comunicação, assessor jurídico e um punhado de superintendentes.

 

Quiprocó

Vagas dizem respeito à estrutura atual – valendo lembrar que acaba de chegar à Assembleia Legislativa de Minas Gerais, dois projetos de lei do novo governador Eduardo Pimentel (PT), propondo mudanças no organograma e em alguns salários, incluindo de subsecretário e secretário-adjunto. Assunto, por sinal, que já está colocando a Assembleia em polvorosa...

 

Salvo pelo gongo

(...digo, pelos jetons)

E voltando ao tema “salário” – abordado dias atrás por esta coluna, um secretário de Estado tem remuneração básica bruta de R$ 10 mil por mês, caindo para R$ 7,726 mil após as deduções. No caso específico do titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, ele tem direito a jetons, no valor de R$ 5 mil, da Companhia de Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais/Codemig, um dos braços da Secretaria.

 

Alternativa B

O que esta coluna abordou recentemente é que o novo governador tem convocado deputados estaduais aos montes para sua equipe de 1º escalão, segundo consta, por causa dos salários. É que o deputado estadual – cuja remuneração é maior que a de secretário de Estado, pode optar pelo salário pago pela Assembleia...

 

Subsídio....

A remuneração do deputado estadual mineiro se constitui de subsídio mensal, no valor correspondente a 75% da remuneração do deputado federal – o que resulta em R$ 20, 042 mil. Com o desconto de R$ 6,283 mil (Imposto de Renda e Previdência), o total líquido da remuneração mensal do deputado estadual é de R$ 13,758 mil...

 

...e indenização

E o deputado estadual mineiro faz jus ainda a uma verba indenizatória por despesas realizadas, mediante requerimento e comprovação com notas fiscais ou documentos equivalentes, até o limite mensal de R$ 20 mil. Podem ser indenizados gastos com locação de imóvel, combustível, manutenção de veículos, serviços de consultoria e divulgação da atividade parlamentar, entre outros.

 

Novelo

E vale lembrar que o Congresso Nacional aprovou em dezembro – para valer em janeiro/2015, as propostas de aumento dos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal; do procurador-geral da República; da presidente e do vice-presidente da República; e dos ministros de Estado. E, claro: dos deputados federais e senadores, cujos subsídios saltam para R$ 33,763  mil. Com isso, também sobe, automaticamente, o subsídio mensal do deputado estadual.

 

Fervura

(...na vizinhança)

Tida e havida como a cidade onde os políticos e o povo preservam (ocultam, omitem...) o lado ruim pra não prejudicar seu desenvolvimento, eis que Uberlândia ganhou destaque nas redes sociais... Climão tem a ver com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que agora se sabe, já trocou de comando quatro vezes desde o ano passado...

 

Queixas

“Ao longo dos dois anos de governo Gilmar Machado, verificou-se que a agenda política e econômica foi tratada com prioridade absoluta, sem se considerar a grave crise hídrica e ambiental que ameaça o município de Uberlândia, e os compromissos que haviam sido assumidos” – diz manifesto assinado por várias lideranças e divulgado ontem, no Facebook.