Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 21/01/2015
Bastidores
Bastidores
Bastidores

FEEDBACK – Cemig dá retorno às indagações feitas por esta coluna a respeito do apagão que deixou vários Estados– inclusive Uberaba, no escuro

Retorno
Em resposta a questionamentos feitos por esta coluna, segunda-feira, dia 19, ainda durante o apagão que deixou milhões de brasileiros sem energia elétrica, o gerente de Planejamento e Acompanhamento do Relacionamento Comercial com Clientes de Distribuição da Companhia Energética de Minas Gerais/Cemig, Ivan Magela Rodrigues, encaminhou e-mail, ontem, confirmando que Uberaba foi atingida pelo problema.

Redução
de carga

De acordo com ele, além de Uberaba – atingida parcialmente, outras 53 cidades de Minas Gerais vivenciaram o apagão. O gerente disse que “a Cemig reduziu, a pedido do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o fornecimento de energia em seu sistema de distribuição”. O pedido – de acordo com Ivan Magela, foi encaminhado à empresa na tarde de segunda-feira, e a redução de carga iniciou por volta das 15h.
 
Abrangência
No e-mail enviado à redação de Bastidores e do blog Conta-Gotas ...Notícias, o gerente da Cemig revelou que cerca de 280 mil clientes da área de concessão foram afetados pela medida, nos 54 municípios. “A Cemig informa que a operação do seu sistema ocorreu de acordo com as orientações do ONS e, a partir das 15h32, iniciou o processo de restabelecimento das cargas, tendo sido concluído às 16h38” – diz Ivan Magela.
 
As cidades 1
Além de Uberaba, foram atingidas pelo apagão, em terras mineiras: Aimorés, Alvarenga, Antônio Dias, Belo Horizonte (parcial), Bonfim, Brumadinho, Cachoeira do Campo, Capitão Andrade, Conquista, Conselheiro Pena, Coronel Fabriciano, Crucilândia, Cuparaque, Delta, Dom Cavati, Engenheiro Caldas, Esmeraldas, Espinosa, Fernandes Tourinho, Galileia, Goiabeira, Gorutuba, Governador Valadares (parcial)...

As cidades 2
E ainda: Igarapé, Ipatinga (parcial), Itabira, Itacarambi, Itanhomi, Itueta, Jaguaraçu, Jaíba, Japonvar, Jataí, Juatuba, Juvenília, Manga, Mário Campos, Mateus Leme, Matias Cardoso, Miravânia, Pintópolis, Resplendor, Ribeirão das Neves (parcial), Santa Rita do Itueto, São Francisco, São Geraldo do Baixio, São João das Missões, São Joaquim de Bicas, Sobrália, Tarumirim, Tumiritinga, Varzelândia e Verdelândia.

Melado
Espaços oficiais do governo de Minas amanheceram, ontem, destacando e comemorando os 20 DIAS DE GOVERNO do PT. “A gestão do governador Fernando Pimentel chega ao 20º dia com uma série de ações que reforçam a tônica anunciada para sua administração: governar Minas com a voz do povo e a participação popular” – dizia o material postado na internet.

Qualquer semelhança...
Redação de Bastidores também recebeu e-mail do jornalista Luiz Alberto Molinar – petista até debaixo d’água, repercutindo matéria publicada no jornal “Carta Maior” – coincidentemente, ou não, quase que ao mesmo tempo em que entrou em vigor o novo preço da tarifa de transporte coletivo de Uberaba...

...será mera coincidência?
A reportagem fala sobre a cidade de Tallinn, na Estônia - a primeira capital do mundo a implementar um sistema de tarifa zero no transporte coletivo. “Tallinn é um grande centro urbano, com uma população de 430 mil habitantes, e a capital de um país membro da União Europeia” – diz a notícia.

Congestionamentos
Entre os principais objetivos, estava, primeiramente, reduzir os congestionamentos – segundo a matéria. “Após alguns meses da implementação da medida, como observou a prefeitura, o uso do transporte coletivo aumentou cerca de 20%, seguido de diminuição proporcional do uso de carros” – ressalta o jornal.

FORA DO AR
Estou saindo do ar para um merecido descanso...