Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 21/10/2015
Bastidores
Bastidores
Bastidores

Utilidade pública
 

Incêndios

Para o Ministério Público de Minas Gerais, a quantidade de incêndios que ocorreram neste ano se deve à falta de planejamento e investimento ambiental por parte do governo mineiro. A expectativa é de que o Estado destine R$ 8 mil, já liberados, para o combate desses incêndios, que já atingiram, desde janeiro, cerca de 32,6 mil hectares. Segundo informações divulgadas, a média anual já superou anos anteriores, com mais de 470 ocorrências registradas.

 

Resgate

Gilmar Machado, prefeito de Uberlândia, pretende resgatar uma verba que ultrapassa os R$ 6 milhões. O dinheiro está em poder do Tribunal de Justiça de Minas Gerais e faz parte da lei sancionada este ano que autoriza tanto o Estado quanto o município a utilizar verbas referentes aos depósitos judiciais e administrativos de processos. A intenção da prefeitura, segundo a publicação do jornal Correio de Uberlândia, é “buscar o recurso para reforçar temporariamente os caixas municipais”.

 

Na contramão

O portal UOL divulgou, no início da tarde de ontem, uma lista das 30 cidades com mais geração de empregos. Vinte e nove estão no interior do país e nove, no Estado de São Paulo, apenas uma em Minas, indo contra a crise enfrentada no país atualmente. A primeira cidade com maior geração de emprego é Franca, seguida de Juazeiro, na Bahia. Pontal e Bebedouro estão na lista na terceira e quarta colocação. A cidade de Cristalina, em Goiás; Petrolina (PE), Matão, interior de São Paulo; Arapicara (AL), Goianésia e Nova Serra (MG) fecham a lista. Na publicação, a alto índice apontado por Franca se deu pela recuperação econômica das indústrias, o que foi negativo no ano passado.

 

Social

O vereador Edmilson de Paula promove, sexta-feira (23), a partir das 14h, na Penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira, a entrega de um aparelho de Raios-X que servirá para otimizar e facilitar o atendimento odontológico aos reeducandos que hoje se encontram lá dentro.

 

Carne de nelore

A Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB), em parceria com a Marfrig Global Foods, anunciou, neste mês, a produção de 201 toneladas da carne Nelore Natural, desde agosto de 2015. A produção, atualmente, está concentrada na unidade Marfrig em Bataguassu-MS, onde os técnicos da associação acompanham toda a produção, dentro do Programa de Qualidade Nelore Natural.

Palestra

O jurista uberabense Antônio Modesto da Silveira, que ficou conhecido nacionalmente por defender presos políticos durante a ditadura militar, estará em Uberlândia, hoje, às 10h, na sede da 13ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), na avenida Rondon Pacheco, 980, no bairro Copacabana, para um encontro com advogados, professores e estudantes universitários e jornalistas. Modelo da Silveira, como é conhecido no mundo jurídico, falará sobre a situação política nacional e a sua visão da conjuntura atual. Nascido em Uberaba, ele estudou em Uberlândia antes de se mudar para o Rio de Janeiro.

Turismo

A atividade turística ganha intensidade na Riviera Nayarit neste mês de novembro. Cinco grandes eventos estão programados para o período, fazendo do Tesouro do Pacífico Mexicano uma das capitais mundiais da cultura, da gastronomia, do esporte e até dos fãs de motociclismo.

Repasse

O governador Fernando Pimentel autoriza, hoje, durante solenidade no Minascentro, em Belo Horizonte, o repasse de R$ 60 milhões, para 843 municípios de Minas Gerais. Os recursos serão utilizados para o transporte de 260 mil alunos da rede estadual de ensino que moram em zona rural. Com a iniciativa, será ampliado para R$ 281 milhões o valor inicialmente previsto para ser aplicado nesse serviço durante este ano.

 

Prefeitos e Dilma

Dando continuidade à pauta construída no dia 8 de outubro, durante a 68ª Reunião Geral da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), a diretoria executiva da entidade estará reunida com a presidente Dilma Rousseff. O objetivo do encontro, hoje, é debater assuntos apontados na Carta dos Prefeitos aos Três Poderes da União, como o financiamento da saúde pública, alternativas para o pagamento de precatórios, modernização do ISS e liberação das operações de crédito internacional para os municípios.

 

Sem crise

O Sindicato Nacional dos Analistas-Tributários da Receita Federal (Sindireceita) elaborou uma campanha nas mídias sociais com propostas para enfrentar a crise fiscal SEM aumento de impostos. Na página da comunidade Brasil Sem Crise - Um só Brasil (https://www.facebook.com/umsobrasil), o Sindireceita pergunta: você é contra o aumento da carga tributária e criação de novos impostos? Conheça nossas propostas para superar a crise fiscal sem mexer no seu bolso. E convida o internauta a conhecer todo o estudo no site da entidade - http://sindireceita.org.br  (http://migre.me/rR8XK).

 

FMC cultural

Desde segunda-feira, o espetáculo teatral “Árvore da Vida” chega às cidades de Poço Fundo, Turvolândia e Machado, em Minas Gerais. Promovida pela FMC Agricultural Solutions e pela Cooperativa Agrária de Machado LTDA (Coopama), a peça é gratuita e destinada a professores e alunos das escolas públicas. O projeto é aprovado pelo Governo do Estado de Minas Gerais com recursos da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e apoio das Secretarias de Educação dos municípios. Nesta terceira temporada, as três oficinas para educadores e oito apresentações da peça de teatro infantil deverão atender, gratuitamente, a mais de 2 mil alunos e professores.

 

Pior recessão

O presidente nacional do Solidariedade, deputado Paulinho da Força (SP), considera que o corte de verbas de pelo menos sete Programas Sociais do Governo da presidente Dilma Rousseff é a prova irreversível de que o país passa pela pior recessão dos últimos anos. “É óbvio e notório que Dilma não soube gerenciar as próprias contas e que cerceou a equipe econômica, que, até agora, apenas serviu para fazer figuração em seu governo”, observou Paulinho. O parlamentar ainda lembrou que, mesmo com a situação cambaleante, Dilma utilizava esses mesmos Programas como vitrine para suas promessas há menos de um ano, nas eleições de 2014.