Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 08/12/2015
Bastidores
Bastidores
Bastidores

Vereador apoia Projeto Maracanã

Divulgação

Projeto Maracanã faz a diferença na vida de dezenas de crianças uberabenses


O Projeto Maracanã faz a diferença na vida de dezenas de crianças uberabenses há mais de oito anos, idealizado pelas musicistas Rosana Caetano e Cristina Arruda. O grupo será a atração do dia 15, às 19h, na Galeria de Arte do Teatro Sesi Uberaba, com entrada gratuita. A retirada de ingressos já pode ser feita na bilheteria do teatro. Rosana ressalta que o vereador Franco Cartafina apoia o projeto desde o início e o incentivo dele tem sido essencial para a manutenção das atividades do grupo. Neste ano, o Projeto foi contemplado por um edital no Fundo Municipal de Cultura. Assim, programou duas apresentações do espetáculo "Tem Gato na Tuba" recheado de músicas folclóricas e que representa o auge das oficinas ministradas com a verba recebida. A primeira foi no dia 27 de novembro e a próxima, no dia 11, às 15h30, no Cine Teatro Municipal Vera Cruz.

 

Sem energia

“Descaso da Cemig com produtores rurais do Santo Inácio Uberaba, perto da Capelinha, que ficaram sem energia do dia 1º até o dia 6.” O comunicado foi enviado pelo leitor Ederson Alves Gonçalves

 

Dilma desapega

“Depois do encontro com juristas contrários ao impeachment, ao falar com jornalistas, a presidente Dilma, em perfeito português e sem usar seu costumeiro “dilmês”, foi taxativa ao afirmar que o Brasil não pode esperar e seria ideal que o Congresso não entrasse em recesso, para terminar logo este imbróglio. Pena que, quando o assunto diz respeito a ela, a ‘presidenta gerenta incompetenta’ não tenha o mesmo empenho mental. Se tudo continuar como agora, sem o impeachment para assombrá-la, volta seu estado mental normal, que levou o país à pior crise econômica em 25 anos. Presidente, por amor ao Brasil, desapega, desapega, desapega e renuncia!” Nota enviada pela leitora Beatriz Campos.

 

Manifestação

“Dizem que, em relação ao impeachment, tudo dependerá do clamor das ruas, do calor das manifestações. Bom, para isso, não dependemos de urnas eletrônicas pouco confiáveis... Agora é a nossa hora de realizarmos a maior manifestação popular a favor do Brasil! Por isso, dia 13/12, ocupemos as ruas em todas as capitais e grandes cidades do Brasil. Nós é que vamos colocar o trem-Brasil nos trilhos! Fora, Dilma!” Relata a leitora Mara Montezuma Assaf.

 

Mais prazo

O Poder Judiciário autorizou, sexta-feira (4), o pedido da Polícia Civil de Minas Gerais para ampliação do prazo do inquérito que apura as circunstâncias do rompimento da barragem de rejeitos da Mineradora Samarco, em Mariana, ocorrido no dia 5 de novembro. O período legal de 30 dias terminou no sábado, mas o delegado regional de Ouro Preto, Rodrigo Bustamante, responsável pelo caso, se antecipou em pedir mais tempo, relatando ao juiz Frederico Esteves Gonçalves, da Comarca de Mariana, a série de motivos que justificam a necessidade da prorrogação. “O objetivo é garantir que os trabalhos tenham prosseguimento, sem interrupção no ritmo das apurações”, destacou o delegado.

 

Corajoso

“Sabemos que não foi fácil tomar a decisão de dar um basta na corrupção do governo federal, o senhor foi muito corajoso ao tomar a decisão de abrir o processo de impeachment contra a presidente Dilma, na verdade, atendendo aos autores do pedido Dr. Helio Bicudo, um dos fundadores do PT, Dr. Miguel Reale Jr, jurista e ex-ministro da Justiça, e a jovem advogada criminalista Janaina Paschoal, nos crimes de responsabilidade da presidente Dilma por atentado contra a administração pública. Ela foi omissa no caso da corrupção na Petrobras, pedaladas fiscais, atentou contra a Lei Orçamentária, na utilização dos bancos públicos para cobrir gastos, e a emissão de decretos sem a autorização do Congresso em valores aproximados de R$ 2,5 bilhões, sem citar as fontes dos recursos.”

 

Corajoso II

 

“No meio dessa tramoia, segundo publicado na imprensa, houve a tentativa da barganha dos votos do PT, para não cassar o presidente da Câmara, em troca da aprovação da famigerada CPMF. Por sorte, as mentiras vieram em pleno Jornal Nacional, onde as verdades apareceram. Sra. presidente, não acredito que desviou dinheiro como pessoa física, porém, fica claro sua irresponsabilidade na condução dos grandes problemas que afligem o povo brasileiro, principalmente no que diz respeito ao corte dos recursos da Saúde, Educação, Habitação, tudo para fazer superávit no pagamento dos juros, principalmente aos banqueiros, que disputam quem lucra mais no ano de 2015. E o presente de Natal desse governo para 2,5 milhões de brasileiros foi a demissão com carteira assinada.”

 

Corajoso III

 

“Basta ver nossas crianças sem as creches que foram prometidas na sua reeleição, nossos hospitais públicos sucateados, pobres brasileiros morrendo nos corredores e macas do SUS utilizadas para atendimento. Nossos jovens tiveram cortes no Fies e Pronatec. Escolas estão sucateadas, sem bibliotecas, sem saneamento básico, tudo para fazer superávit, e o que é pior, agora reapareceu o Aedes aegypti, sendo que, para combatê-lo, somente com o uso das Forças Armadas. Enviei um projeto de educação para a sustentabilidade no seu primeiro mandato; nunca recebi resposta. Como sempre, a educação não é prioridade desse governo. Hoje a Sra. se diz indignada, mas o tempo, o senhor da razão e das grandes reflexões, vai mostrar como foi necessária a decisão e coragem do deputado Eduardo Cunha e somente ele, segundo a Constituição, tem poderes para iniciar o processo. Para o bem do povo brasileiro, ele o fez. Vamos aguardar o resultado.” Notas enviada pelo leitor José Pedro Naisser.