Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 12/02/2016
Bastidores
Bastidores
Bastidores

Morador denuncia focos de dengue

 

Divulgação

Terreno sujo na rua João Batista Giraud, bairro Jardim Belo Horizonte, é preocupante

 

Morador da rua João Batista Giraud, no bairro Jardim Belo Horizonte, denuncia dezenas de focos de dengue em terrenos com mato e lixo. Ele relata que é comum a presença de animais peçonhentos no local devido à sujeira. O leitor do JORNAL DE UBERABA relata que já comunicou a prefeitura para que tome providências, mas que ainda não foi atendido. “A situação é preocupante, principalmente nesse momento em que o mosquito da dengue vem se proliferando por toda a cidade”, relatou o leitor do JU. Ele acredita que a prefeitura tem que limpar o terreno e mandar a conta para o proprietário.

 

Volta da CPMF

A insistência do Governo Federal em retomar a cobrança da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) tem irritado diversos setores da economia, sobretudo considerando os recentes casos de corrupção. O tributo conhecido como Imposto do Cheque, extinto em 2008, está na Proposta de Emenda à Constituição 140/15 encaminhada à Câmara dos Deputados pelo governo em setembro de 2015 e sugere que 0,2% de toda transação bancária seja destinado à Previdência Social. Caso aprovada, a medida permanecerá vigente até 31 de dezembro de 2019.

 

Granja no IMA

Termina em 29 de fevereiro, o prazo para que sejam registradas no Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) as granjas de frango, peru de corte e galinha de postura, além dos estabelecimentos de criação de outras aves, como codorna e faisão, destinadas à produção de carne e ovos para consumo humano.  O registro é obrigatório e está estabelecido na Portaria 1555 do IMA, de 15/12/2015. As granjas que não fizerem o registro ou que não firmarem com o IMA até 29/2/2016 o compromisso de fazê-lo estarão proibidas de receber novos alojamentos de aves a partir de 1º de março e ficarão sujeitas às sanções previstas em lei.

 

Vitória da FNP

Depois da mobilização da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), o governo federal editou novo decreto alterando a regulamentação da renegociação de dívidas dos municípios com a União. O Decreto nº 8.665/2016, publicado no Diário Oficial da União (DOU) de ontem, revoga o inciso IV, do parágrafo 1º, do artigo 2º do Decreto nº 8.616/2015, confirmando o entendimento da FNP de que os aditamentos que serão assinados não configuram novas operações de crédito.

 

Lei corre risco

“Não podemos dizer que a presidente Dilma é uma jovenzinha, nascida nos anos 80 e que não tenha vivenciado o desastre do governo Sarney, quando os governos federal, estaduais e municipais gastavam ao seu bel prazer, sem responsabilidade com a conta a pagar. O resultado da farra veio no governo Collor, com o confisco da poupança do povo brasileiro. Ao enviar MP que rasga a Lei de Responsabilidade Fiscal, dando chance para que, em época de arrecadação baixa, todos gastem além do que arrecadam, onde vamos parar? Se o governo da presidente Dilma não tem uma saída melhor, por favor, pegue a viola e desça a rampa da República. Deixe o país livre para que pessoas mais competentes achem outra saída e não o retrocesso. Esse filme amargo, todos nós já vimos e assistimos.” A nota foi enviada pela leitora Beatriz Campos.

 

Epamig

Pesquisadores da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) implantaram vários experimentos, nos campos experimentais Getúlio Vargas, Uberaba, Sertãozinho e Patos de Minas, para a pesquisa em “Melhoramento de Soja Convencional com Características Especiais para Alimentação Humana”. O objetivo é selecionar as linhagens mais eficientes desde o desenvolvimento da planta até sabor e aparência do grão.