Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 09/04/2016
Bastidores
Bastidores
Bastidores

IEATM com representante em BH

 

Divulgação

O engenheiro Walmir Januário participou do Encontro

 

O engenheiro Walmir Januário representou o Instituto de Engenharia e Arquitetura do Triângulo Mineiro (IEATM), quinta-feira (7), na Câmara Especializada de Engenharia Civil do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) de Minas Gerais, em Belo Horizonte.

 

Veranico anômalo

Começamos o mês de abril com a chegada, na troposfera média, de um anticiclone (sistema de alta pressão, grande massa de ar, que se movimenta no sentido contrário aos ponteiros do relógio). Esta alta pressão cria, em baixos níveis, uma grande massa de ar quente e seca, chegando a Umidade Relativa a 30% e até menos. As temperaturas máximas ficam de 3°C a 4°C acima das médias climatológicas para esta época do ano. Esta massa de ar não faz trocas com massas de ar vizinhas; daí o intenso aquecimento. Assim, se estabeleceu um veranico (anômalo também). A Oscilação Madden Julian (OMJ), sinal que indica chuva para o Sudeste, continua positiva. Para a próxima semana, tudo indica movimentação deste anticiclone na média troposfera. Assim que isso ocorrer, haverá entrada de umidade, áreas de instabilidades começarão a parecer e algumas chuvas ainda ocorrerão, até ao início de maio. Os veranicos (períodos secos durante a estação chuvosa) assinalam os períodos mais frios da estação seguinte - o inverno. Assim, os dias mais frios serão no final de junho e início de julho. Agora, com este veranico anômalo, também haverá alguns dias mais frios em setembro, também anômalo. Informações da climatologista Wanda Prata.

 

Chavões de petista

“Os chavões que os petistas repetem já estão desacreditados. Impeachment de Dilma não é golpe porque ela não é uma criatura inimputável, sobre quem não se pode cobrar responsabilidade pelos seus atos. Ou é? A situação caótica do país é a prova maior de sua culpa! E a arenga presidencial de que os ‘vazamentos’ são seletivos e que servem apenas para preparar o ambiente para o ‘golpe’ também não corresponde à verdade. Dilma alega que o dinheiro que encheu os cofres de campanha do PT e PMDB é o mesmo que foi doado aos outros partidos. Ah, mas não foi mesmo! O PT e o PMDB tinham muitas obras para mercadejar com as empreiteiras através de licitações falsas, e a Petrobras estava tomada pela administração petista, pronta a abrir as torneiras.  Os outros partidos tinham o que a oferecer às empreiteiras?  Apenas a possibilidade remota de talvez ganhar as eleições e poder servir-lhes no futuro. Dilma, nós não somos os mesmos brasileiros de 15 anos atrás... mude seu discurso, depois apague a luz e feche a porta!”. Nota enviada pela leitora Mara Montezuma Assaf.

 

Documentos sigilosos

“O Jornal Valor Econômico divulgou documentos de relatórios ‘sigilosos da Petrobras’, mostrando que os projetos no NE e Comperj resultariam em prejuízos e que, mesmo assim, foram executados, levando a estatal a bilhões em prejuízos, que jamais serão recuperados. No mesmo dia da reportagem, o ex-presidente Lula, já em ação como ministro da Casa Civil, afirmou num palanque no CE que vai retirar do papel o projeto da refinaria naquele Estado, que foi descartada justamente pela inviabilidade financeira do projeto. A Petrobras, estatal que já é considerada a empresa mais endividada do planeta, continua correndo sérios riscos com o PT no poder. Impeachment já, antes que seja tarde.” Comentário da leitora Beatriz Campos.

 

Irresponsabilidade

“‘Governo sacrifica ajuste para tentar conter crise política!’ - é o que a gente lê hoje. Dilma, desde que foi eleita pela segunda vez, não faz outra coisa, sacrifica ajuste atrás de ajuste. Por isso, o Brasil está tão encalacrado. Recessão, inflação, desemprego... Conhecemos o seu pacote de bondades e postergação de ações importantes para não entrar em desgaste com a população, nem com o PT. E lá vem aumento de gastos, repetindo uma história cujo final já conhecemos. Guido Mantega não está tão distante assim! Como a presidente já disse que não vai renunciar, o melhor é ‘impichá-la’ bem rápido, pois o Brasil não aguenta mais um mês de enganação e falta de patriotismo por parte da presidente! Já avacalhou demais com o nosso país!” Declaração da leitora Myrian Macedo.

 

MEI aprovado

O MEI (Microempreendedor Individual) poderá utilizar sua residência como sede de seu estabelecimento comercial, quando a atividade não exigir local específico para funcionamento. É o que está previsto no Projeto de Lei da Câmara 167/2015, aprovado no dia 29 de março, por unanimidade, no Plenário do Senado. O MEI, figura jurídica que pode faturar até R$ 60 mil por ano, poderá utilizar sua residência como endereço comercial. Ao se tornar MEI, a pessoa ganha cidadania empresarial com o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e, com isso, pode emitir nota fiscal, participar de licitações públicas, tem acesso mais fácil a empréstimos e se torna um segurado da Previdência Social.

 

Cânceres

Os cânceres de mama e de próstata encabeçam a lista de maior incidência da doença no país, de acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca). Entre os pacientes do sexo masculino, por exemplo, um em cada quatro homens com idade igual ou superior a 80 anos será diagnosticado com o problema. Em mulheres, a chance do desenvolvimento da doença na mama ocorre ainda mais cedo, antes mesmo dos 40 anos. Para reduzir as chances da doença, é importante manter uma vida saudável e bons hábitos alimentares, período de sono satisfatório para recarregar as energias, ficar longe do cigarro e realizar exames periodicamente.

 

Jardim Esplanada tem Banca Solidária

 

Divulgação

A meta é estimular crianças e adolescentes a se tornarem leitores críticos e reflexivos

 

A Casa do Menor Coração de Maria busca criar o hábito da leitura em crianças e adolescentes da comunidade do Jardim Esplanada, por meio do empréstimo de livros. A 2ª edição do projeto “Banca Solidária: Eu leio e você?” aconteceu ontem, na sede da instituição. O projeto consiste no empréstimo de até três livros, que podem ficar com o leitor por até um mês. “Nesta edição, organizamos a banca com adolescentes atendidos na Casa do Menor, no contraturno escolar, ou seja, no período da tarde, no pátio da instituição. A ideia é possibilitar que os pais ou responsáveis participem da banca, quando buscarem os filhos”, explicou a coordenadora geral da Casa do Menor Coração de Maria, Augusta Maria Alves Carlos.