Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 23/05/2013
Bastidores
Bastidores
Uberaba X Uberlândia

(The day after)
Passado o impacto das duas audiências públicas realizadas dia 20 de maio em Uberlândia (9h) e Uberaba (15h) para discutir a criação da Região Metropolitana do Triângulo Mineiro, eis que baixou uma "entidade espiritual" estranha entre os vereadores uberabenses. Na sessão plenária de ontem, os desabafos rolaram soltos: a maioria entende que, se criada a RM, Uberlândia "vai engolir" Uberaba "mais uma vez".

Cetismo
Vice-presidente da mesa diretora e presidente da Comissão Permanente de Desenvolvimento Econômico na Câmara, o vereador de primeira viagem e mais votado da história da cidade, Samir Cecílio (PR), admitiu com todas as letras sua descrença em relação ao espaço que Uberaba virá a ocupar numa eventual Região Metropolitana do Triângulo. Admitiu que não compareceu à audiência pública do dia 20 justamente por causa do ceticismo. 

Moral da história
De acordo com Samir Cecílio - que foi duas vezes presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços (Aciu), "Uberaba só não vai perder o gasoduto para Uberlândia, porque o trajeto tem que passar por Uberaba obrigatoriamente, já que vem de São Paulo".

Suspeito
Outro que está com a pulga atrás da orelha com esta história de Região Metropolitana é o líder do prefeito Paulo Piau (PMDB) na Câmara, seu colega de partido Tony Carlos - que diga-se de passagem, é separatista apaixonado, e prefere ver o Triângulo na condição de Estado independente. Em polos opostos - uma vez que Piau quer a região unida, em vez de separada, o vereador chegou a lembrar que, nas eleições de 2010 teve mais votos que seu liderado, em Uberaba.

Conferência
(Versão 1)

Uma passada rápida pelos números das eleições de 2010 mostra que Paulo Piau foi eleito deputado federal pelo PMDB com 90.907 votos. Deste total, 29.280 votos saíram das urnas de Uberaba - representando 20,83% da votação nominal da cidade. Por sua vez, Tony Carlos, que é o primeiro suplente de deputado estadual pelo PMDB, recebeu 34.734 votos no total. Destes, 32.984 foram de Uberaba - 24,5% da votação nominal da cidade. Portanto, Tony teve 1.750 votos a mais do que Piau, nas eleições proporcionais de 2010.

Chucro X alazão
E no auge do desabafo a respeito da Região Metropolitana, Tony Carlos lembrou que o ex-prefeito Anderson Adauto (ex-PMDB e atualmente sem partido) se negou a apoiar sua candidatura a deputado estadual, tachando-a de "chucra". Segundo ele, passadas as eleições, o ex-prefeito, que também é seu ex-amigo e ex-aliado, percebeu que estava falando de um "alazão" em relação ao "chucro" que ele escolheu pra apoiar. Se referiu, claro, a José Luiz Alves, presidente do PSL/Uberaba e ex-presidente do Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba - Codau.

Conferência
(Versão 2)

Em mais uma passada rápida pelos números das eleições de 2010, confirma-se que José Luiz recebeu 32.272 votos como candidato a deputado estadual. Deste total, 16.218 votos foram de Uberaba - representando 11,83% da votação nominal da cidade. Enfim, o "alazão" - digo, Tony Carlos, teve 16.766 votos a mais em Uberaba, do que o candidato apoiado irrestritamente e incondicionalmente por Anderson Adauto.

Reflexões
E o futuro presidente da Câmara - já eleito para o mandato 2016, e atual presidente da Comissão Permanente de Educação e Cultura, vereador novato Kaká Carneiro (PSL), fez várias ponderações ao logo da sessão plenária. Disse, no caso Tony X Zé Luiz, que os dois poderiam ter sido eleitos, se tivesse havido mais conversa. Uma alfinetadinha de leve no ex-prefeito... Sobre a Região Metropolitana, Kaká Carneiro sugeriu que, a partir de agora, Uberaba marque presença em tudo que se relacionar ao assunto. 

Respingos
Aliás, a "entidade espiritual" que baixou na Câmara não tem preconceito ou discriminação... Sobrou até para a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu - ABCZ, que foi extremamente criticada ao longo da ExpoZebu 2013 por causa dos preços praticados no interior do Parque Fernando Costa, e da ausência dos shows que aproximavam a entidade do povão. 

Transparência
Presidente da Comissão Permanente de Desenvolvimento Social e 2º secretário da mesa diretora, vereador Paulo César Soares (PSL), apresentou requerimento a ser enviado ao prefeito Paulo Piau fazendo uma série de questionamentos sobre a ABCZ. O documento - que foi aprovado em plenário, quer saber, entre outras coisas, se a entidade tem isenção de tributos municipais, estaduais e federais; se paga Imposto Sobre Serviços - ISS, relativo aos milionários leilões realizados na ExpoZebu; e assim por diante. "O povo merece esta transparência, já que paga caro na feira" - justificou o vereador.

Chiiiiiiiii....
E diante de uma "entidade espiritual" tão forte, tinha que sobrar também para o governo municipal! A sessão de requerimentos foi uma das sessões mais críticas dos últimos tempos - ainda que, sem o tom agressivo que geralmente norteia estes momentos. No resumo, os vereadores pediram que o atual governo "pelo menos faça a manutenção" do que já existe em Uberaba.


QUEM AVISA --- E como previu esta coluna em pelo menos duas ocasiões, por pouco uma boca de lobo sem grelha - entre as várias espalhadas pelos bairros de Uberaba, não provoca uma tragédia. Motorista que trafegava pela rua Professora Edith França, na noite de anteontem, não viu o buraco, que engoliu parte do veículo. Funcionários de um posto de gasolina e pedestres que passavam por ali prestaram socorro.