Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 28/05/2013
Bastidores
Bastidores
Entre extremos

A 1ª prestação de contas quadrimestral do prefeito Paulo Piau (PMDB) está na Câmara de Vereadores para ser apresentada, em plenário, nesta terça-feira, 28 de maio, a partir das 9h. É grande a expectativa quanto ao detalhamento e às explicações dos resultados iniciais de PP - ao contrário dos números do último quadrimestre de Anderson Adauto (sem partido), que já estavam batidos e rebatidos quando foram apresentados dia 27 de fevereiro de 2013. 

Déficits 1 e 2
Coube ao novo governo detalhar as últimas contas do governo AA, no plenário da Câmara, neste caso, apenas reafirmando a existência de um déficit na ordem de R$ 79 milhões. A dívida já vinha sendo cantada e decantada desde a posse do atual prefeito, em janeiro de 2013. Quanto ao 1º quadrimestre de PP, o que se sabe é que a arrecadação não alcançou as metas previstas para este ano. 

Bom exemplo
Ex-presidente da Câmara e atual presidente da onipresente Comissão Permanente de Legislação, Justiça e Redação, Luiz Dutra (PDT), decidiu, a partir de agora, usar a tribuna para se posicionar sobre o que quer que seja...E explicou: "Vou seguir o exemplo do colega Tony Carlos". O líder do prefeito na Câmara - Tony Carlos (PMDB), tem usado a tribuna para fazer seus pronunciamentos, em vez do microfone instalado na sua bancada específica. Detalhe: a tribuna deixa seu ocupante em maior evidência.

Controle social
(Reações)

Seja através de telefonemas, de e-mails ou de comentários no mural da colunista no Facebook, pipocaram reações às notas publicadas aqui,em Bastidores, na edição de domingo, informando que a Câmara de Uberaba aprovou projeto do vereador Samuel Pereira (PR), tirando do Conselho Municipal de Assistência Social o direito de opinar sobre declarações de utilidade pública. A função passa a ser das comissões permanentes da Câmara. O autor da matéria disse que foi necessário alterar a lei "em razão da pouca eficiência dos conselhos ..."

Exceções
A coluna revelou, na oportunidade, que não houve qualquer contestação enquanto o projeto tramitava e era aprovado na Câmara. E seguindo a mesma linha, a maioria dos que se posicionaram sobre as notas de Bastidores pediu pra não ser identificada. Entre as exceções, destacam-se o conselheiro de Saúde, Jurandir Ferreira, e o conselheiro do Patrimônio Histórico, Gilberto Rezende. Nenhuma surpresa, visto que os dois conselhos e os dois conselheiros em questão possuem atuação intensa e conhecida.

Defesa
Empresário e promotor cultural Gilberto Rezende tratou de defender o Conselho do Patrimônio Histórico e Artístico. Afirmou que, desde a gestão de Valdir Dias, no governo de Anderson Adauto, e atualmente, sob a presidência de Marcos Bilharinho, no governo de Paulo Piau, o conselho tem cumprido com seus compromissos. 

Apurações
O sempre atento e exigente conselheiro de Saúde, Jurandir Ferreira, se disse preocupado com a informação, e afirmou que vai apurar o assunto mais profundamente. A priori, ele acredita que o Conselho de Assistência Social não reagiu ao projeto, por entender que a mudança não irá prejudicar a comunidade. "Vou verificar isso" - afirmou Jurandir.

Reflexões
(Legislativo)

Jurandir Ferreira faz duas reflexões. Em relação à Câmara, diz que Uberaba tem um "Legislativo inteligente", que - segundo ele, haverá de pedir pareceres a quem realmente entende e vive o dia a dia das entidades sociais. "Se não fizerem isso, os vereadores vão criar problemas para a sociedade e para eles próprios" - destaca o conselheiro de Saúde.

Reflexões
(Executivo)

Quanto ao Executivo, Jurandir Ferreira diz que conversou com o vice-prefeito Almir Silva (PR), que ficou de levar ao prefeito Paulo Piau (PMDB) a proposta de se elaborar um planejamento para a atuação dos conselhos municipais e as relações entre os conselhos e o governo. "Descobri que grande parte do governo não sabe como funcionam os conselhos, e às vezes toma decisões absurdamente desrespeitosas ao controle social - não por vontade de transigir, mas por não conhecer a legislação e os direitos conquistados desde a promulgação da Constituição de 1988 e as leis subsequentes" - lamenta ele.

Palavra de quem sabe...
Jurandir Ferreira faz questão de ressaltar que os direitos dos conselhos de cidadãos não foram "doados" por ninguém, mas, sim, conquistados. E, de acordo com ele, o Executivo precisa conhecer os conselhos existentes em Uberaba e saber como estão sendo geridos. "Atuar no controle social não é para qualquer um; tem que dedicar muito, pois a legislação muda de um dia para outro, e é preciso acompanhar cada detalhe, para não tomar decisões equivocadas" - concluiu ele, se referindo tanto aos conselheiros quanto aos nomeados pelo governo para lidaram com os conselhos.

Água mole em pedra dura...
Presidente da Fundação Cultural de Uberaba, Sumayra Oliveira - que também comanda o PCdoB na cidade, não se dá por vencida. Retornou esta semana ao Ministério da Cultura, em Brasília, atrás de projetos e recursos. Já passou por lá outras vezes, e ouviu muito chororô sobre falta de dinheiro... Mas, comunista que se preze não entrega os pontos.


TRANSMISSÃO DE PENSAMENTOS???
Os ex-colegas de Câmara dos Deputados, agora prefeitos de Uberaba, Paulo Piau (PMDB), e de Uberlândia, Gilmar Machado (PT), em imagem captada pelo olhar poderoso de Enerson Cleiton.