Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 05/06/2013
Bastidores
Bastidores
Pra quem pode... (Em casa)

Aprovado em seu primeiro concurso público aos 18 anos de idade, para o cargo de assistente administrativo da Prefeitura de Uberaba – 13 anos atrás, o servidor Leandro Guarato venceu outra disputa, em 2010, desta vez para o cargo de analista governamental, em contabilidade. 

Pra quem pode...
(Além-fronteira)

Em 2012, Leandro disputou com mais de 17 mil candidatos, o cargo de agente de fiscalização financeira do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Quando tomava posse anteontem, na unidade regional de Araraquara, chegou a notícia: acabara de ser aprovado para o cargo de fiscal da Receita Estadual de São Paulo. Desta vez, a briga foi com 35 mil candidatos. 

Pra quem quer...
Enquanto exercia a humilde função de agente administrativo, e depois como analista governamental, Leandro concluiu o curso de Ciências Contábeis na Faculdade Presidente Antônio Carlos – Unipac, e fez MBA em Auditoria e Perícia na Universidade Federal de Uberlândia – UFU. 

Escolhas
Junto com o crescimento intelectual, veio o crescimento profissional: Leandro Guarato foi nomeado subsecretário de Desenvolvimento Econômico, e depois, gerente do Parque Tecnológico. Tomou, então, uma decisão radical: pediu exoneração do cargo comissionado e voltou ao exercício do cargo efetivo. Motivo era ter tempo para estudar e vencer concursos mais “substanciosos”. Ontem, tomou outra decisão: vai ficar com o cargo de fiscal da Receita.

Mobilização
E por falar em fiscal e em Receita, quem continua indignada é a ex-delegada da Receita Federal e ex-chefe da Estação Aduaneira do Interior – Eadi/Uberaba, Márcia Moreno. Alvo de sua indignação, como já publicou Bastidores em pelo menos duas edições, é a obra de implantação de um terminal de transporte coletivo no início da Univerdecidade. “O que vejo lá é só terra e um caminhão parado. Ninguém trabalhando hora nenhuma do dia, e o congestionamento do trânsito é assustador. Até quando vamos ter que esperar??? Tá passando da hora de uma mobilização popular” – desabafou ela, nas redes sociais.

Paternidade na Câmara
Pelo menos dois releases chegaram, ontem, aos e-mails dos jornalistas, informando que a Câmara de Uberaba está apoiando o “Mutirão do Direito a Ter Pai”, evento que a Defensoria Pública de Minas Gerais vai realizar em outubro na cidade. Proposta é de se promover o reconhecimento de paternidade, seja de forma espontânea, ou através de investigação – inclusive com exames de DNA.

Paternidade (Parte 2)
O release enviado pela assessoria do vice-presidente da Câmara e presidente da Comissão Permanente de Desenvolvimento Econômico, Samir Cecílio (PR), diz que, “com apoio decisivo” dele, o projeto será apresentado em sessão plenária dia 19 de junho. Já o release da assessoria do presidente da Comissão Permanente de Defesa do Consumidor, Edmilson de Paula (PRTB), informa que o vereador - “incentivador do projeto”, providenciou encontro entre representantes da Defensoria e o presidente da Câmara, Elmar Goulart (PSL), para que as duas partes façam uma parceria.

Os tucanos
Das 28 legendas existentes oficialmente em Uberaba, oito estão sem comando e aguardam definições e publicação de novas diretorias. O PSDB do senador mineiro e presidenciável 2014, Aécio Neves, está acéfalo desde 31 de março, quando o ex-diretório perdeu a validade. Em vez de se convocar uma convenção para eleger novo diretório, o partido deve ficar, pelo menos durante algum tempo, com uma executiva provisória. O ex-presidente Luiz Cláudio Campos é cotado para ser reconduzido ao cargo. Missão: fortalecer a legenda para as eleições do ano que vem.

Suspense
Outra situação especial envolve o PPS e o PMN. Na verdade, as duas legendas ganharam nova roupagem. Em recente fusão, transformaram-se em Mobilização Democrática. No caso de Uberaba, o nome mais cotado para comandar a MD é Alaor Carlos de Oliveira Júnior, ex-presidente do PPS. O PMN, por sua vez, era comandado por Marcos Acácio, com a colaboração do ex-vereador Jorge Ferreira – que também integrava a executiva provisória. Radicalmente antagônicos na prática política, PPS e PMN de Uberaba têm chances de protagonizarem uma boa celeuma na definição do comando da Mobilização Democrática.

Expectativas
Sob o comando de Marcelo Oliveira - por força judicial, desde o processo eleitoral de 2012, o PTdoB teve a comissão provisória destituída, a exemplo do que aconteceu com o PTN, que era presidida por Flávio Pires. PHS – que era presidido por Ailson Queiroz, e o PSDC – que tinha Hermany Júnior no comando, também estavam sem comando até ontem. O mesmo acontece com o PCB – Partido Comunista Brasileiro, que não deve ser confundido com o PCdoB – o Partido Comunista do Brasil, que tem diretório comandado por Sumayra Oliveira, a presidente da Fundação Cultural de Uberaba. 

Questão de tempo
Também está sem direção o PSB do deputado estadual Antônio Lerin – 2º colocado nas eleições majoritárias de Uberaba em 2012, e – até prova em contrário, com força suficiente pra liderar as articulações do novo comando.


SIMPLES ASSIM – Quatro concursos públicos depois, o servidor municipal de Uberaba, Leandro Guarato, vence 35 mil candidatos em cargo de fiscal da Receita Estadual