Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 10/09/2016
Bastidores
Bastidores
Bastidores

HC-UFTM agiliza dosagens de líquidos biológicos

 

João Pedro Vicente/HC-UFTM

O exame de citometria de fluxo automatizado demora em torno de 30 minutos

 

O Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM) instalou, no mês de agosto, novo equipamento destinado a realizar todas as dosagens de líquidos biológicos em seu laboratório de análises clínicas. Trata-se de um citômetro de fluxo utilizado para examinar partículas microscópicas suspensas em fluidos corporais, a fim de diagnosticar, principalmente, doenças como meningite, neurossífilis, patologias pulmonares, de órgãos intra-abdominais e de articulações. O exame de citometria de fluxo automatizado demora em torno de 30 minutos, enquanto manualmente seriam necessárias de duas a três horas para a realização da análise.

 

 

 

Baixaria na TV

O que a TV tem mostrado de programas políticos é de uma falta de criatividade incrível. Começam agora com provocações e baixarias como era esperado. Em falas de muito amadorismo, deixando o eleitor com as dúvidas de sempre: votar em quem?

 

Partidos nanicos

Até quando a Justiça Eleitoral vai aguentar atender tantos partidos nanicos que surgem só com aproveitadores que não dizem nada dentro de uma campanha? Os mais esclarecidos e patriotas gostavam quando tinham dois ou três partidos com escolha consciente para os cargos pretendidos.

 

Rio de Janeiro

O Rio é uma festa só desde a Copa do Mundo em 2014. Depois da preparação para as Olimpíadas e agora para a Paralimpíada. Tudo muito bom, tudo muito certo. Só na contra mão destes eventos, milhares de servidores estaduais e municipais pagam com a falta de pagamento de seus salários. Coisas do Brasil. Alguém explica?

 

Conservatório

São 67 anos de um convincente trabalho, que com uma centena de mestres dedicados ensinam música para crianças e adultos de nossa Uberaba. Grandes nomes profissionais estão hoje por quatro diversos países levando o nome de Uberaba, pois foi aqui que iniciaram nesta arte maravilhosa. Tem que reconhecer o brilhante trabalho de professores e funcionários do nosso Conservatório.

 

Saúde animal

Começam a surgir os planos de saúde para os bichinhos de estimação com acompanhamento permanente. Esperamos que façam bem, já que os planos para os humanos deixam muito a desejar no país.

 

Vira Virou

A Associação de Ogans realiza hoje a festa Vira Virou, que vai movimentar o salão de festas da Unidade de Atenção ao Idoso (UAI) a partir das 22h, com show do grupo Flor da Idade e do cantor Cleber Teixeira. Os ingressos custam R$ 20 feminino e R$ 25 masculino, e todas as informações podem ser obtidas pelo telefone (34) 98897-3026. O evento será em prol das ações da Associação de Ogans, que busca ensinar, resgatar e preservar a cultura religiosa das casas de matriz africana de Uberaba há oito anos. Além das atividades culturais, a instituição tem o objetivo de realizar trabalhos sociais, palestras e atividades de conscientização para uma sociedade mais cidadã e lutar pelo respeito de sua crença.

 

Feirarte

A praça Jorge Frange recebe hoje a Feirarte, em uma realização da Prefeitura de Uberaba, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social. A partir deste mês de setembro, a Fundação Cultural é parceira do evento, ficando responsável pela apresentação musical. E neste sábado a apresentação será do cantor Klesio Honorato, que traz seu talento e musicalidade para animar o público, com a country music e sertanejo. A Feirarte é realizada aos sábados, e proporciona aos uberabenses e turistas os mais variados tipos de artesanato, como decoração, acessórios, confecção. Também tem opções de gastronomia, como pastel, galinhada, churros, espetinhos, pamonha, além de parque para crianças e música ao vivo.

 

Hip hop

O Game of Skate - jogo para skatistas - será realizado hoje, das 14h às 19h, no Parque das Acácias - Piscinão. O evento integra as comemorações dos cinco anos da Batalha do Calçadão, que está com vasta programação. O movimento hip hop envolve quatro elementos principais: o rap, o DJ, o breaking (dança de rua praticada pelos b-boys e b-girls) e a arte do grafite. Assim, o Game of Skate retrata bem o hip hop, que em Uberaba acontece com brilhantismo pela Batalha do Calçadão, evento realizado em parceria com a Fundação Cultural, MC Toi e DJ Nenê. Este Game of Skate conta também com o apoio da Fundação de Esporte e Lazer e da Nollie, e contará também com intervenções de DJs, discotecando, rodas de break, apresentações, shows de rap, batalha de MCs.

 

Domingo na Concha

Tide Bonfim Acústico e Jacque Falcheti e Flávio Vasconcelos serão as atrações deste Domingo na Concha. No primeiro show, Tide Bonfim, que é músico e vocalista da banda MP3 Acústico desde 2006 irá mostrar seu trabalho, desta vez em solo, tocando o melhor da MPB, pop, samba, rock e músicas internacionais, sempre dando sua versão para os grandes clássicos. No segundo show, Jacque Falcheti e Flávio Vasconcelos apresentam o projeto Passim. A dupla teve sua formação a partir do convite do compositor Flávio à cantora Jacque, para que pudesse interpretar suas canções. Ativos na cena musical de São Paulo, os dois músicos uniram-se para este projeto e criaram o show Passim, que teve circulação de estreia na Europa e que foi registrado em CD, gravado em Portugal.

 

Reforma da Previdência

Conforme pesquisas, 85% dos brasileiros não têm noção do que seja “Previdência Privada”. Por que então o presidente Michel Temer e congressistas, pela proximidade das eleições municipais 2016, ficam discutindo o sexo dos anjos e não aprovam já essa reforma, que poderá tirar o país da bancarrota em que se encontra? Será que “meia dúzia de sindicalistas, professores ideologizados” são páreo para mudanças fundamentais que Lula e Dilma não tiveram peito para enfrentar? Resultado? Quebraram o país, agora é questão de levar a frente e consertar, já que a população desconhece este benefício, porque sem a reforma, aí que jamais a conhecerão. Nota enviada pela leitora Beatriz Campos.