Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 07/10/2016
Bastidores
Bastidores
Bastidores

Dando o Tomé

Candidatos de Uberaba, derrotados nas últimas eleições, estão com dificuldades para honrar compromissos financeiros assumidos. Dizem que apenas um deles deve na praça mais de R$ 300 mil.

Cabos eleitorais, gráficas e jornais, entre outros, são as principais vítimas. Ainda bem que não ganharam, pois se são incompetentes para gerir uma simples campanha, imaginem para administrar a cidade.

 

Comportamento feio...

 É tênue a linha que separa incompetência com desonestidade. No passado, quando um desses “garotos espertos” adotou conduta semelhante, foi cassado pelo voto, e hoje não ganha nem para síndico de seu condomínio horizontal. Tem razão quem diz que compromisso de candidato e risco n’agua é a mesma coisa.

 

Promessa inédita

De todas as propostas eleitoreiras dessa campanha, a mais interessante foi a criação da UPA Pediátrica. O Hospital da Criança é antigo, superlotado, sem nenhuma condição para expansão ou modernização. As demais UPA’s não são adaptadas para atendimento infantil. Existe ainda o risco real de infecção hospitalar, devido a exposição a ambiente contaminado. É bom lembrar que a criança possui frágil sistema imunológico ainda em formação.

 

Esse Kassab...

Nunca confie em quem serve a Deus e ao diabo. Tentando tungar ainda mais o contribuinte e abusando do direito de apresentar propostas desonestas contra o povo, o ex-lambe botas de Dilma, e agora convertido ministro das Cidades, propõe a criação de fundo de R$ 2.9 bilhões destinados a financiar campanhas de políticos de todos os partidos: honestos, desonestos e corruptos - para depois nos roubarem. O que é pior, insinua manter os atuais R$ 724 milhões de Fundo Partidário, totalizando a bagatela de R$ 3.6 bilhões para políticos torrarem em campanhas.

 

 Contribuinte...

“O bobo da corte”

No momento em que mais de doze milhões de desesperados, endividados e famintos desempregados anseiam por alguma medida que possa amenizar seus sofrimentos, vem um ministro insensível, propondo mais gastos milionários com quem destrói o Brasil. Veja senhor Kassab, o desprezo e desesperança do povo com os senhores. A avassaladora abstinência nas urnas é um recado do eleitor para aqueles se julgam donos do poder.

 

O Brasil está mudando

Mas os políticos profissionais e casuísticos insistem em não perceber. Semi-deuses como Lula, FHC e assemelhados abusaram do poder e foram cassados pelo voto. Em São Paulo o lustroso João Doria, com proposta ética e moderna, nocauteou o populismo de Lula. Perceba senhor ministro, o povo abomina e repudia qualquer proposta de aumento de gastos políticos. Ninguém mais consegue carregar essa máquina pesada e corrupta que se tornou o poder público. O povo está enojado com tantos privilégios, corrupção e roubo de políticos que agora o senhor propõe beneficiar.

 

 Em torno do umbigo

Todas as vezes que propostas como essa são feitas, reforça o clamor público quase generalizado pelo retorno de gestores éticos e patriotas, como Itamar Franco - que pensam no Brasil, acima de seus interesses partidários. Lembrem-se: políticos não são autoridades, são funcionários públicos, regiamente pagos para desempenharem bem seus papéis. Podem e devem ser demitidos pelo voto.

 

Barbas de molho...

A decisão do STF determinando a prisão e cumprimento de sentenças  de segunda instância, coloca Lula muito próximo de Curitiba. É tempo de mudanças! Cunha caiu, o rotundo Palloci chora as pitangas na cadeia, Lula é reu, Aécio indiciado, FHC sob suspeita.  Sim, felizmente o Brasil está mudando - para melhor???  Só o tempo dirá!!!!

 

Sem um tiro

Os USA acabaram com seus inimigos emergentes: Irã, Venezuela e Brasil. No início do século, Chaves humilhou os americanos distribuindo gasolina de graça aos moradores de New Orleans, após a passagem do Catrina. O Irã ameaçava o mundo com o programa nuclear. Lula ufanava com o pré-sal.

 

Dizimou os oponentes...

Naqueles anos a América importava três milhões de barris de petróleo por dia. Mas o “Tio  Sam”... Possui a maior reserva mundial de xisto betuminoso. Ninguém explorava porque lá como cá toda riqueza no sub-solo pertencia a nação. Bush estrategicamente criou lei permitindo que toda reserva de xisto era incorporada e poderia ser explorada pelo proprietário da terra. Em poucos anos os USA, de importador de três milhões passou a exportar um milhão de barris por dia. O preço despencou de US$ 100, para US$ 25 o barril.

 

Quebrou todos...

A Venezuela faliu, o Irã pediu arrego e o pré-sal foi para o vinagre. Resultado, apesar dos vermelhos retrógrados espernearem contra a abertura do pré-sal a outras petroleiras, o Brasil não tem outra opção.

 

É preciso entender...

A exploração do pré-sal só é viável comercialmente com o barril a US$ 60. A previsão de atingir US$ 60 é para 2025. Exigir esse monopólio à Petrobras é condenar a empresa à falência precoce. Porém, o medo de privatização coloca em polvorosa. Políticos bandidos que roubaram e quase faliram ex-oitava empresa mundial, não querem perder a possibilidade futura de voltar a roubar.

 

O que rola por ai...

Com Freixo e Crivella no Segundo Turno, milhares de cariocas estão imigrando para a Síria. Os refugiados oriundos da ex-cidade maravilhosa preferem a Síria, que o caos que vem pela frente.

 

Desesperados

Um refugiado da zona sul, que fez a travessia do Atlântico com a família em uma câmara de ar de trator, declarou: “Foi um sofrimento muito grande chegar até aqui, sem comer, sem beber água. Um tubarão quase dizimou as lindas pernas de minha mulher, mas é melhor tentar a vida na Síria, do que ficar lá, para ver o que vai dar.”

 

Rejeitados

A ONU protestou, mas a Síria não quer carioca nem pra bucha de canhão.

“Não é que sejamos desumanos, o problema é que esse pessoal vai trazer pra cá os bailes funk, arrastões e drogas, sem falar na violenta torcida do Flamengo”, justificou o presidente Bachar Al Assad.