Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 14/10/2016
Bastidores
Bastidores
Bastidores

Atendimentos
A presidente do Hospital da Criança, Silvia Lúcia Tormin Cunha, apresenta o balanço de atendimentos de setembro pelo Sistema Único de Saúde (SUS): Internações – 213; Consultas pronto socorro – 4.322; Exames de raio X (ambulatório e pronto socorro) – 580; Exames laboratoriais (ambulatório e pronto socorro) – 2.195; e Exames de eletroencefalograma (ambulatório e pronto socorro) – 16.
Concurso do 
Hemocentro
No dia 25 de novembro é comemorado o Dia Nacional dos Doares Voluntários de Sangue, e há 20 o Hemocentro Regional de Uberaba promove o Concurso de Frases e Desenhos “Doação de Sangue, Um Compromisso Social”. Resultado: 1º lugar: Júlia Leal Faria - 8ª série - Escola Estadual Corina de Oliveira; 2º lugar: Talita O. Rodrigues - 7ª B -  Escola Rubem Alves/Objetivo; e 3º lugar: Rubielly Elaine Costa Silva - 6ª série - Colégio Apoio.
É russo
Na Noruega foi construída uma ponte sobre um trecho do mar que é uma verdadeira montanha russa. Além das vertiginosas inclinações, tem ainda o vento fortíssimo junto a imensas ondas que exigem do motorista atenção redobrada e também manobras arriscadíssimas. Vários acidentes já foram registrados, apesar de ser considerada uma das maiores obras de engenharia do mundo. Durante o período da ditadura militar no Brasil, várias rodovias foram executadas, mas a questão aqui era outra. Não era o mar, o vento ou mesmo o perigo.  Eram as construtoras da época, muitas ainda atuantes, que aumentavam as distâncias entre os pontos inicial e final, aumentando absurdamente o custo da obra. Tudo era legal, não havia propinas, pelo menos como atualmente. Simplesmente faturavam alto. Os militares preocupavam-se mais com os subversivos, e queriam mais é que o país crescesse. E cresceu mesmo. Imaginem obras como a ponte Rio-Niterói, ou Itaipu, nos dias de hoje, o que renderiam de desvios.  
Mini jacaré
É muito comum quando se vê uma pessoa magra, alta e muito branca ser chamada de lagartixa, já que este bichinho é branco, comprido e magro, mas aí vem a pergunta: Lagartixa morde? Morde. Morde muito! Mas, não você. Há pessoas que têm pavor destes bichinhos que andam pelo teto e pelas paredes. Algumas com tanto medo chegam a sonhar com lagartixa (ter pesadelos!). Porém, não existe razão para isso: elas são inofensivas para os humanos. Ah! Lagartixas não têm veneno e não transmitem doenças.  Elas são excelentes caçadoras e se alimentam exatamente do que faz mal para você e para sua família. Moscas, mosquitos, baratas e outros insetos, aranhas e até pequenos escorpiões estão sempre no cardápio. Se ao invés de espantar (ou pior, matar) as lagartixas você aprender a conviver com elas, todos sairão ganhando. Uma única lagartixa é capaz de caçar dezenas (e até uma centena) de pequenas moscas e mosquitos em uma noite. Elas adoram ficar próximas às fontes de luz instaladas em paredes, pois é ali que encontram farto alimento (mosquinhas e outros voadores que são atraídos pela luz). São inacreditavelmente rápidas e conseguem capturar moscas e mosquitos em pleno voo. Lagartixas são excelentes no controle de pragas urbanas. Tendo-as em casa você ficará sem insetos, sem pragas e sem produtos químicos que podem prejudicar a saúde de sua família.
Gênio
A genialidade pode existir em qualquer ser humano.  Muitos nomes, hoje famosos, se descobriram, ou foram descobertos pelo acaso. Não importando a especialidade dos gênios, seja a arte, esportes, ciências ou qualquer outra, ela deixa, entretanto, um grande vazio na outra parte do cérebro. E é aí onde mora o perigo. Comportamentos totalmente avessos podem surgir, repentinamente, isolados ou contínuos, causando as vezes, situações inusitadas, embaraçosas ou de péssimos resultados. O ator, por sinal atuante em vários filmes de sucesso, Robim Willians, é um exemplo de uma consequência desastrosa. Susan Schneider Williams, a viúva do ator, publicou um artigo emocionante na revista Neurology intitulado “O terrorista dentro do cérebro do meu marido” (em tradução livre). Você deve se lembrar que Williams se suicidou em agosto de 2014. A doença “terrorista” que se apossou do cérebro é chamada de demência com corpos de Lewy (DCL), um distúrbio neurodegenerativo que destruiu sua vida.
Joga-me suas tranças
Shakespeare, o grande escritor inglês, foi extremamente genial na criação mundialmente conhecida Romeu e Julieta, onde narra o romance entre dois jovens apaixonados pertencentes a famílias rivais da aristocracia de Verona, na Itália, isso em 1.567. Muitos e muitos Romeus e Julietas já foram registrados mundo afora, não nos nomes, mas sim em situações que de romance se transformaram também em tragédias. No entanto, uma boa fatia de queijo e outra de goiabada, formam também um “Romeu e Julieta”, inigualável. O queijo porque todo mundo tem um pouquinho de rato na cabeça, e o doce, seja qual for, na medida certa, faz bem ao organismo além de proporcionar o prazer com algo realmente saboroso. Agora, substitua os componentes por doce de banana cremoso com farinha de mandioca, bem fininha.  É quase certo que você vai viciar.       
Montanhas
Falar em amor, lembra logo um coração. Mas existem as orquídeas, as rosas e tantas outras que por si só, pelas suas formas, perfumes, já traduzem logo a palavra amor. Nas festas, casamentos ou outras cerimônias, as flores são os complementos indispensáveis, principalmente quando arranjadas de formas que instiguem a imaginação. Edelwaiss, parece nome de homem, mas é o nome da   “flor do amor” que só floresce em altitudes acima de 1800 metros e mais precisamente nos Alpes Europeus, entre Suíça, França, Itália, Áustria, onde o clima é frio quase cortante. Em sua homenagem, ela foi cantada no filme “A Noviça Rebelde”, grande sucesso da década de 60, e até bem pouco tempo reprisado várias vezes na “Sessão da Tarde”. André Rieu, com sua troupe também interpreta essa linda melodia em um cenário magnífico. Assistam.
Cacoete
Sem essa de dizer estufando o peito “Eu não tenho nenhum vício”. Todos nós temos, não se trata só de bebidas, cigarros, drogas, não neste caso.  O vício aqui é relativo a comportamentos, “manias” que podem ser trazidas desde que nos entendemos por gente ou mesmo adquiridas com o próprio desenvolvimento. A própria vida conspira pra esse tipo de situação. Muito comum é nos considerarmos perfeitos e apontar os dedos a quem julgamos que não sejam. Dia desses vimos a notícia de uma jovem chinesa que teria caído em uma piscina de hotel, distraída que estava mexendo em seu celular. Não foi a única. Já haviam outras notícias de acidentes envolvendo carro com adolescestes em rodovia, quando um deles foi mostrar o aparelho a garota que estava dirigindo. Outra da mãe que esquece uma criancinha em uma praça movimentada. Enfim, o vício que mais tem contaminado, principalmente os jovens, é o aparelho celular, que manda mensagens de texto, fotos, serve de GPS, faz depósitos de cheques na conta e incrível, serve até pra falar também. O uso, sem vício, é a pedida.