Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 15/10/2016
Bastidores
Bastidores
Bastidores

Você também já brincou

Certo dia, um pai, tendo compromissos na cidade próxima de sua fazenda, chamou sua família para acompanhá-lo em sua missão. A esposa que tinha alguns afazeres, recusou, porém pediu para que ele levasse suas duas filhas de 8 e 5 anos.  Na hora certa, partiram pela estradinha de terra e em pouco mais de uma hora estavam chegando, onde as crianças não tão acostumadas ao agito, se sentiram maravilhadas com os carros, as pessoas etc. Depois de passarem pelo banco, pelas lojas e armazéns, se acomodaram no carro para a volta. Saíram da cidadezinha e logo já estavam na estradinha deserta de novo. Rodaram poucos quilômetros e eis que o pneu furou. Dando "arres" porém tranquilo o motorista abriu o porta-malas e eis a decepção: O estepe estava vazio. Totalmente vazio. E agora? Bem o jeito era acabar de chegar a pé e depois tomar as providências. Trancaram o carro e saíram brincando pelo caminho, e assim foram, até que a filha caçula começou a se lamentar que estava com dores nas pernas pela caminhada. Carregar as duas, demoraria muito mais. Só uma? E o ciúme da outra? Eureca. Subiu no barranco, cortou um galho, deu pra garota e disse: Agora é seu cavalinho. Monte que ele te levará e você não vai cansar e nem sentir dores. A menina, a princípio meio acanhadinha, começou devagarinho, e aos poucos foi tomando gosto, e acabou chegando em casa com diferença de quase 5 minutos antes do pai e da irmã, e sem dor nenhuma. Uma atitude hilária, as vezes resolve muito.

Fatal

Em 25 de abril de 1952 nascia em Niterói, no estado do Rio, Jessé Florentino dos Santos. Ele mesmo, aquele cantor que no auge da carreira viajou. Aliás seguia de São Paulo para o Panará, onde faria apresentações, e nas imediações de Ourinhos num grave acidente, sofreu traumatismo craniano e de verdade, viajou. Jessé nos deixou aos 41 anos de idade, tendo feito grande sucesso com suas músicas. De Niterói mudou-se para Brasília e depois para São Paulo, onde viveu o melhor da sua fase profissional, tendo feito parte de duas bandas da época, e adotado o nome de Tony Stevens, e com esse nome gravou músicas em inglês, alcançando o top nas paradas com "Flying" e "If I Could Remember", por sinal lindas.  Deixou-nos 12 álbuns de músicas românticas bem interpretadas e que até hoje ainda são muito tocadas por todo o país. Jessé foi um dos poucos cantores dito comportado e partiu deixando saudades e cada um de seus milhares de fãs num autêntico "Porto Solidão".

Papiro

Lançado na época de Júlio César, imperador romano, o jornal, como meio de comunicação foi sendo aprimorado, e com o passar dos anos chegou a ser o principal elo entre os acontecimentos e o conhecimento das pessoas. Funções foram criadas, como a do jornalista, do redator, do revisor, do diagramador e outras, justamente para finalizar o produto deixando-o repleto de informações e pronto para ser consumido. Mesmo enfrentando adversários como o rádio, depois a televisão, e finalmente a internet, os jornais, com sabedoria e criatividade, foram driblando as situações e continuam cumprindo com a missão de informar até com mais precisão que outros veículos. A leitura é a forma mais fácil de se adquirir conhecimentos. Como diziam os mais antigos, "é lendo e aprendendo" que se sabe das coisas. E realmente. Imaginem se tudo que acontecesse pelo mundo tivesse de ser repassado às pessoas através da fala e memorizado como a única forma de armazenamento! A memória humana seria tão sobrecarregada que a curto prazo entraria em curto.  Ainda bem que através de leituras podemos pesquisar e continuar sabendo de tudo, ou de quase tudo. E os jornais estão aí. Firmes e fortes.

Vida nova

Nos dicionários brasileiros encontramos a palavra "revitalizar", que significa dar vida nova, revigorar, refazer, enfim dar recomeço a algo. Poderia ser dito que nas terras próprias para cultura a adubação é uma revitalização, já que, ao final, estará pronta para receber novas sementes e gerar novos frutos. Em Uberaba, nos últimos 20, 25 anos, praticamente todas as administrações promovem, a cada dois anos, processos de revitalização, principalmente da Mata do Ipê, onde além da poda, necessária por sinal, há a derrubada pura e simples de inúmeras árvores com justificativas duvidosas. E pior, não há um replantio no mesmo local ou na mesma proporção. Moradores das proximidades afirmam o quanto o visual da mata se tornou transparente em função desses cortes. No ritmo que se tem observado, em poucos anos a mata desaparecerá, restando apenas o descampado. E neste caso, o nome certo seria desmatar e não revitalizar. Passou da hora de inverter as atitudes, ou seja, plantar mais que derrubar. O consenso é mundial.

Terceira vez

O ex-presidente Lula foi considerado réu pela terceira vez. O que estão esperando as autoridades para prendê-lo? Será que precisaremos de um indiciamento em cada estado da união, para que as autoridades o vejam como alguém perigoso e que já deveria estar trancafiado? Lula está tendo tempo suficiente para conversar, articular com seus pares, tentando livrá-lo das denúncias, inclusive para que tudo leve décadas para que pague por toda corrupção que acabou com o país nesses treze anos de PT no poder. Senhores juízes. O Brasil tem pressa de virar essa triste página e sem o articulador mor na cadeia, fica como sempre aquele gosto amargo na boca de todos nós, por causa de tanta impunidade. Comentário da leitora Beatriz Campos.

Arte-educadoras

As arte-educadoras e atrizes da rede municipal de Uberaba, Andrea Souto e Ana Elisa Gonçalves e a atriz Aline Rosa da UFTM, embarcaram para o Rio de Janeiro, onde participarão da II Mostra de Cenas Curtas Experimenta, nos dias 14 e 16 de outubro. Feliz com o convite, Ana Elisa conta que a cena Retratos do Tempo, montada e interpretada por elas, é uma construção contemporânea e naturalista que transcorre em uma época onde duas mulheres vivem socialmente a dor de ser, cada uma em sua limitação social, presas em padrões da época e libertas na luta liberdade de expressão. “O nosso Grupo Ria retratará a história através da manifestação poética da dor e a alegria de serem mulheres que correm com os lobos, guerreiras e desafiadoras”, completa.

Passagem mais barata

O preço das passagens dos ônibus intermunicipais em Minas Gerais ficará mais barata a partir de amanhã. Com a extinção da Taxa de Gerenciamento Operacional (TGO) do transporte coletivo rodoviário intermunicipal, prevista na Lei nº 22.288/2016, que entrou em vigor em 15 de outubro de 2016, as passagens terão uma redução de cerca de 5%. A resolução que atualiza a base tarifária já foi assinada pela Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas e publicada no Minas Gerais de hoje.

 

Chuva atrapalha

Devido à chuva que atingiu a cidade na noite de quinta-feira (13) e manhã de ontem, as obras de revitalização do asfalto do BRT Sudoeste seguirão avançando na segunda-feira (17). A avenida Guilherme Ferreira estará com o trecho interditado entre a rotatória da Nelson Freire até a rua Dr. Ludovice. O local estará sinalizado quanto aos desvios e a Superintendência de Trânsito pede a atenção dos motoristas que trafegarem na região.

Aluno premiado

Hoje comemora-se o Dia do Professor, e para alguns deles, a comemoração é efetiva, pois podem ver no desempenho dos seus alunos o resultado do trabalho realizado em sala de aula. Um dos inúmeros exemplos que acontecem na rede municipal é o aluno do 8º ano da Escola Municipal Monteiro Lobato, Juan Pablo Alves de Oliveira, que participou de um concurso de redação do Colégio Liceu em Uberaba e ganhou em primeiro lugar. A redação com o tema Vida e Obra de Albert Einstein rendeu ao jovem um smartphone e a gratuidade de uma bolsa válida por quatro anos. Juan concorreu com um total de 1640 alunos de escolas municipais, estaduais e até particulares.