Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 22/12/2016
Bastidores
Bastidores
Bastidores

Paulo Nogueira

 

Reconhecimento

Nesse período de festividade natalina gostaria que fosse divulgada minha opinião sobre o que senti nos últimos dias, relacionado ao comércio de Uberaba. Estive no Shopping Uberaba para fazer as compras do final do ano e senti que o local evoluiu muito no relacionamento e atendimento aos clientes. Quero destacar o atendimento do pessoal do estacionamento, estou encantada com os operadores do caixa e dos demais auxiliares, são muito atenciosos, educados e solícitos. Parabéns à equipe e aos chefes que promovem a qualificação da equipe. Nota enviada pela leitora Regina Teles.

Justiça pode proibir pastores evangélicos pedirem dinheiro pela TV

Edir Macedo, Silas Malafaia, Valdemiro Santiago e outros pastores podem perder a principal fonte de renda de suas igrejas evangélicas: a televisão. De acordo com uma reportagem assinada pelo jornalista Daniel Castro, do programa ‘Notícias da TV’, o procurador da República Sérgio Suiama decidiu abrir uma investigação sobre os horários que são alugados em redes abertas de televisão, especialmente na cidade de São Paulo, como a TV Record, Bandeirantes, TV Gazeta e RedeTV!. O Ministério Público Federal quer saber agora como funciona a compra desses espaços, se como programação nos canais ou pura publicidade. A investigação acontece depois que a Agência Nacional de Cinema, a Ancine, disse que os cultos religiosos ocupam mais tempo que os telejornais. O inquérito é baseado na própria Constituição brasileira, que proíbe que horários sejam alugados, entendendo que a concessão de televisão é um serviço público. Na pior das hipóteses, a investigação pode fazer com que os pastores percam esses espaços na TV e sejam proibidos de pedir a tão necessária oferta para a sobrevivência da igreja. Além disso, a lei também garante que as emissoras de TV aberta não podem ficar mais de 25% de seu tempo total fazendo publicidade. Oficialmente, nenhuma das emissoras citadas confessa que vendem seus horários para as igrejas. Elas chamam esses espaços de “coproduções”. Dessa forma, elas tentam se manter na legalidade. Mas na prática, não é bem uma coprodução que vai ao ar.

Nova sede do Instituto Lula: delatores dizem que Odebrecht comprou o imóvel

Três ex-executivos da empreiteira afirmam que o terreno teria sido comprado em 2010. Moro aceitou uma denúncia do Ministério Público que torna Lula, Marisa, Marcelo Odebrecht e mais seis pessoas réus na Lava Jato. Três delatores da Odebrecht afirmaram em acordo de delação premiada que a empreiteira teria comprado um imóvel em 2010 para a construção da nova sede do Instituto Lula. Os ex-executivos que informaram às autoridades sobre a compra foram o ex-presidente da companhia, Marcelo Odebrecht, o ex-diretor de Relações Internacionais, Alexandrino Alencar, e o ex-diretor superintendente da Odebrecht Realizações Imobiliárias, Paulo Melo. As informações são da Folha de S.Paulo. A compra do imóvel, localizado na Rua Dr. Haberbeck Brandão, 178, é o principal ponto da investigação contra o ex-presidente Lula. Ele é investigado sobre lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Na última segunda-feira (19), o juiz Sérgio Moro aceitou a denúncia do Ministério Público contra Lula, que virou réu na Lava Jato. Esta ação faz com que o ex-presidente seja réu em cinco ações penais diferentes, sendo três delas na Lava Jato, uma na Operação Zelotes e outra na Operação Janus.

Renegociação de dívidas dos estados: ministro da Fazenda não descarta veto

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, não descartou orientar o presidente Michel Temer vetar algum ponto do projeto do Regime de Recuperação Fiscal, desenhado para estados em calamidade financeira, aprovado na última terça feira (20/12), pelos deputados. É uma prerrogativa do governo, mas ainda nem recebemos o texto, temos que analisar isso com lupa. Da forma como foi aprovado na Câmara, o pedido de recuperação fiscal de Estado que decretar calamidade financeira vai demorar mais tempo para ser aprovado pelo Ministério da Fazenda. A equipe econômica já avisou que não vai aprovar planos de recuperação judicial na base de “me engana que eu gosto”. O plano terá que atender as exigências do governo. Sem as contrapartidas previstas na lei, a aprovação da recuperação deixará de ser automática e a equipe do Tesouro terá que levar mais tempo para analisar em detalhes os planos de recuperação a ser apresentado pelos estados do Rio, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. É igual a um processo de recuperação judicial que uma empresa faz com um juiz. A empresa tem que levar um plano que convença o juiz de que executando ele a empresa ficará viável. (Estadão)

Prévia da inflação é a menor variação para dezembro, desde 1998

Analistas esperavam números entre 0,21% e 0,40%, com mediana de 0,29%. A inflação medida pelo IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15) registrou alta de 0,19% em dezembro após subir 0,26% em novembro. É a menor variação para meses de dezembro desde 1998, quando o IPCA-15 registrou alta de 0,13%. O resultado, divulgado nesta quarta-feira (21) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), ficou abaixo das estimativas dos analistas do mercado financeiro consultados pelo Broadcast, sistema de notícias de tempo real do Grupo Estado, que esperavam inflação entre 0,21% e 0,40%, com mediana de 0,29%. Com o resultado, o IPCA-15 fechou 2016 com alta de 6,58%, pouco acima da margem de tolerância de 2 pontos porcentuais da meta perseguida pelo Banco Central, de 4,5% no ano.

Golpes e lavagem de dinheiro: polícias de MG e ES realizam operação contra suspeitos

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) realizou, ontem, a Operação Monte di Pietà com o objetivo de cumprir 14 mandados de busca e apreensão e 15 de prisão preventiva em cinco cidades mineiras e em duas capixabas. As pessoas investigadas são suspeitas de envolvimento com uma organização criminosa que praticava estelionatos e lavagens de dinheiro. A ação teve o apoio da Polícia Militar (PM) e da Polícia Civil de Minas Gerais e do Espírito Santo e do Ministério Público do Espírito Santo (MPES). De acordo com o MPMG, os criminosos, em sua maioria, davam golpes em policiais militares e das Forças Armadas da reserva, geralmente idosos ou portadores de doenças graves. Os estelionatários enganavam as vítimas com falsas alegações de que teriam direito a vantagens em dinheiros por causa de ações judiciais contra entidades de previdência privada ou de seguros de vida. A quadrilha ainda teria usado nomes de autoridades do alto comando da PM para dar credibilidade ao golpe. Mais de 500 pessoas teriam sido lesadas. (Portal G1-BH)

Interditada faixa em trecho da rodovia BR-050, nas pontes dos rios Tijuco e Pirapetinga

 

Uma faixa de rolamento e o acostamento da Pista Sul da BR-050, sentido Uberlândia-Uberaba, está fechada desde a última terça-feira (20). Segundo a Concessionária MGO Rodovias, o fechamento é em virtude da necessidade de realização de obras de recuperação das estruturas das pontes sobre os rios Tijuco e Pirapetinga, no trecho do município de Uberaba. Segundo a concessionária, com o estreitamento da pista, o tráfego está liberado apenas pela faixa 1, e está proibida a passagem de veículos com cargas especiais, que necessitam de Autorização Especial de Tráfego, emitida pelo Dnit. Para segurança dos motoristas, a concessionária implantou sinalização especial no trecho com placas de sinalização de obras, de advertência (estreitamento de via) e de regulamentação (velocidade), além de instalar dois redutores de velocidade nos kms 135+120 e 133+. A concessionária orienta os motoristas a ficarem atentos à sinalização e reduzirem a velocidade nesse trecho de pista simples, para evitar acidentes.