Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 07/01/2017
Bastidores
Bastidores
Bastidores

Paulo Nogueira

Presidiário toma posse como vereador e receberá 9 mil por mês

Em solenidade no plenário da Câmara Municipal da cidade de Caratinga (MG), algemado e vestindo o uniforme vermelho do sistema prisional de Minas Gerais, Ronilson Marcílio Alves (PTB), 42 anos, tomou posse no cargo de vereador do município, distante 320 km de Belo Horizonte, ontem. Sob escolta policial, o agora vereador permaneceu por pouco mais de uma hora no local e fez o juramento solene da posse de cumprir a Constituição e as leis do país. Reeleito em outubro do ano passado com 854 votos, Alves tornou-se alvo de investigação policial um mês depois, quando a Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na sua residência e apreendeu documentos, equipamentos de informática e aparelhos celulares, e o conduziu para prestar esclarecimentos. O parlamentar foi liberado em seguida, mas em dezembro, Alves foi preso em Cordeiro (RJ), distante 188 Km da capital fluminense, e transferido para a Penitenciária de Caratinga, preso em regime fechado. De acordo com a PC, o caso segue em segredo de justiça. (UOL)

 

Brasil registra quase duas mil mortes pelo vírus H1N1 em 2016

Dados do Ministério da Saúde mostram que em 2016 foram registradas 1.982 mortes em decorrência da influenza A (H1N1). No total, foram notificadas 2.220 mortes pelos diversos tipos de influenza. Segundo o levantamento, 69% das mortes são de pessoas com fatores de risco, sendo que 42% são maiores de 60 anos de idade. Outros 29% das vítimas tinham doença cardiovascular crônica. No período, foram registrados 54.224 casos de Srag (Síndrome Respiratória Aguda Grave), quadro mais complicado da gripe, causado por diversos tipos de vírus, entre eles, o influenza. Em 2016, 7.171 pessoas morreram com esta síndrome. Em 2016 a incidência do vírus começou mais cedo, com pico em abril. Normalmente o período de maior transmissão é junho, quando começa o inverno. Nos três primeiros meses do ano passado, o número de casos ultrapassou o total de 2015.

Em Goiânia planos de saúde cobram uso do ar condicionado e televisão nos hospitais

Planos de saúde cobram uso do ar condicionado e televisão de pacientes internados. Pacientes com planos de saúde tiveram uma surpresa nada agradável quando precisaram de internação em alguns hospitais de Goiânia. Eles foram cobrados a parte para usar o ar condicionado e a televisão nos quartos. Dos 22 hospitais fiscalizados, nove foram autuados por esta prática ilícita.

Plano de segurança terá centros de inteligência nos estados

O plano nacional de segurança, elaborado pelo governo federal, prevê a instalação de centros de inteligência que reunirá forças policiais e de investigação nos 26 estados e no Distrito Federal, de acordo com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes. Ele apresentou detalhes do plano em uma cerimônia no Palácio do Planalto na manhã de ontem (6/1). "Vamos implantar um núcleo de inteligência policial nos 26 estados e no Distrito Federal com a participação conjunta da Polícia Rodoviária Federal, das polícias dos estados, Civil e Militar, e também da Abin e agentes penitenciários, para que haja troca de informações constantes", afirmou o ministro. O anúncio ocorre em meio a uma crise na segurança pública do país, desencadeada pelos massacres no presídio Anísio Jobim, em Manaus, que vitimou 56 presos no dia 1º, e a chacina no presídio agrícola de Monte Cristo, em Roraima, na madrugada de ontem sexta feira. Ao menos 32 mortes foram confirmadas. O ministro reafirmou na cerimônia no Planalto que o plano terá três prioridades: a redução dos crimes de homicídio, feminicídio e violência contra a mulher; o combate ao crime organizado, com foco no tráfico de drogas e de armas, e a modernização e racionalização de presídios.

Câmara destaca as novas leis para registro de medicamentos

Deputados destacaram a importância de duas novas leis para a melhoria do registro e do controle de medicamentos no Brasil. Sancionados pelo presidente Michel Temer no fim de dezembro, os textos surgiram de projetos de lei do Senado, aprovados pela Câmara recentemente. A primeira nova lei (13.410/16) redefine os prazos para a implantação gradual do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos – previsto na Lei 11.903/09 –, que vai permitir o rastreamento de toda a cadeia produtiva dos remédios, desde a indústria farmacêutica até o consumo final. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) terá papel fundamental nesse processo. A proposta (PL 4069/15) que originou a nova norma partiu do senador Humberto Costa (PT-PE). O relator do texto na Câmara, deputado Sinval Malheiros (PTN-SP), acredita que agora o Sistema Nacional de Controle de Medicamentos, idealizado há sete anos, finalmente comece a funcionar efetivamente. “A rastreabilidade é fundamental para o país. Há relatos de roubos de medicamentos, pílulas anticoncepcional com farinha na composição, antibióticos com formulação errada e daí por diante”, citou Malheiros. A outra nova lei (13.411/16) racionaliza os prazos da Anvisa para o registro de remédios. Pela legislação anterior (9.782/99), a agência contava com 90 dias para registrar todos os tipos de novos fármacos, mas, na prática, nunca conseguiu cumprir esse prazo.

Incra inicia programa de regularização fundiária

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária iniciou um grande programa de regularização fundiária, normalizando uma situação que se arrasta há séculos no Brasil. Na quinta-feira (5), foram entregues cerca de 182 títulos posse da terra no Triângulo Mineiro, para famílias dos Projetos de Assentamentos do município de Campina Verde, e outros 61 títulos serão entregues aos assentados dos municípios de Uberlândia, Veríssimo, Prata, São Francisco Sales, Santa Vitória e Campo Florido. Esses títulos permitirão aos agricultores acessar políticas e outros benefícios sociais.