Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 30/06/2013
Bastidores
Bastidores
Bandeiras da discórdia

Acostumado a erguer a bandeira em toda e qualquer manifestação pública e a bater de frente com tudo quanto é legenda  – seja de esquerda ou de direita, o Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) está na crista da onda desde que iniciaram os protestos que estão nas ruas brasileiras, inclusive em Uberaba. O motivo é que, já de início, os manifestantes de São Paulo – onde surgiram os protestos, rechaçaram as bandeiras partidárias, o que foi seguido Brasil afora.

Visibilidade
(Entreveros...)

Em Uberaba – onde já aconteceram vários protestos de rua, inclusive um deles com mais de 10 mil manifestantes, o clima esquentou nos bastidores. Advogado trabalhista, ligado aos movimentos sociais, o presidente do diretório municipal do PSTU, Adriano Espíndola, tem mantido a bandeira em local incerto e não revelado, mas sua presença tem sido notada e anotada nos protestos, provocando reações de adversários políticos e de muitos manifestantes. Conforme dito ontem, nesta coluna, as queixas de que ele estaria tentando “comandar” os protestos estão nas redes sociais, e recheiam os e-mails dos jornalistas.

A reação
Adriano Espíndola reage: “Asseguro Giselda Campos, que sou apenas uma voz. O movimento tem diversas, e a minha é, não raro, minoritária”. Ele lembra que, num primeiro momento, esteve nos protestos representando a 14ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil – a OAB/Uberaba, já que preside a Comissão de Movimentos Sociais da entidade, e que esta foi colocada à disposição dos manifestantes. Além disso, Adriano diz que representa a Central Sindical Conlutas. E mais: revela que, antes do início dos protestos, ele foi convidado para participar com suporte jurídico e para ajudar a conseguir apoio junto às organizações sindicais. “Que mal existe em um militante participar do movimento?” – questiona.

Poesia
“Gozo do justo ódio da elite, dos donos do poder de Uberaba” – declama Adriano Espíndola. E por ser uma pessoa de opinião, ele diz que, não raramente, é incompreendido. E conclui, avaliando que tem gente insuflando o povo contra os militantes de esquerda. 

Galeria
E por falar em jurídico, acontece dia 2 de julho, terça-feira, às 17h, a solenidade de descerramento da fotografia do advogado e professor Helder Batista, na Galeria dos Ex-Presidentes da OAB/Uberaba, na sede localizada na rua Lauro Borges, 82. Ao encerrar seu mandato em 2012, Helder foi eleito conselheiro efetivo da OAB de Minas Gerais. Vicente Flávio Macedo venceu a eleição local e o substituiu na presidência da OAB/Uberaba.

Falem mal... 
(Mas, falem!)

Câmara de Uberaba acaba de instalar oficialmente uma comissão especial – integrada por três vereadores, para “acompanhar as políticas públicas esportivas voltadas para os clubes profissionais da cidade”... Ideia surgiu e foi aprovada na audiência pública realizada pela Câmara para se discutir e buscar soluções para os problemas – principalmente financeiros, do Uberaba Sport Club (USC) e o Nacional Futebol Clube (Naça). Problema é que, o futebol – que “nem se discute” por causa das polêmicas que provoca, quase passou em brancas nuvens na audiência pública. Faltou público. Faltou polêmica...

Vândalos...
Não... a referência acima não é aos malucos que estão aproveitando as manifestações pra provocar destruição Brasil afora (o que, na verdade, não aconteceu em Uberaba). A referência é ao vandalismo ocorrido com a imagem de Nossa Senhora Aparecida, que volta à praça da Igreja São Judas Tadeu, após ser restaurada pela artesã Dália Solano. A imagem foi vandalizada no ano passado, e agora, para sua proteção, ganhou um andor com vidro blindado. Antes da reinstalação, a imagem foi abençoada pelo arcebispo metropolitano, Dom Paulo Mendes Peixoto.

Queda livre
Tucanada está nadando de braçadas nas redes sociais... Nunca se viu uma manchete de jornal tão compartilhada, espalhada, comentada! Folha de S.Paulo trouxe, na edição de ontem, resultado de pesquisa do Datafolha indicando que a popularidade da presidente Dilma Rousseff (PT) despencou 27% nestas semanas de protestos. Caiu de 57% para 30%.

Enquanto isso...
E falando em pesquisa, o Centro de Estudos e Pesquisas - Ceps, da Faculdade de Ciências Econômicas do Triângulo Mineiro, está sendo reativado com força total. Colocou quatro pesquisas de opinião pública nas ruas. Em pauta: expectativas do empresariado, performance dos políticos e Região Metropolitana do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba.

Isto é incrível!
Endereço eletrônico de Bastidores ficou lotado ontem, com reclamações relacionadas à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do bairro São Benedito. Entre as queixas: usuários fazendo “vaquinhas” para adquirir medicamentos para os pacientes, e familiares levando roupa de cama para lavar em casa. Olha o risco de infecção hospitalar!!!



NA CRISTA DA ONDA - A bandeira do PSTU provoca gritos e sussurros