Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 16/07/2013
Bastidores
Bastidores
Mineiros

(Versão 1)
Pedagogo formado pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU, e auxiliar de biblioteca na Prefeitura de Uberaba, Daniel Magalhães manda e-mail pra coluna Bastidores lembrando que existe o “Dia do Estado de Minas Gerais”. A lei nº 7.561, de 19 de agosto de 1979 - assinada pelo então governador Francelino Pereira, instituiu a comemoração anual em 16 de julho.

Celebrações???
A data foi tão valorizada na época, que ganhou espaço na Constituição do Estado. De acordo com o Título V, das Disposições Gerais, artigo 256, “é considerada data cívica o Dia do Estado de Minas Gerais, celebrada anualmente em 16 de julho.” E mais: “durante a semana inteira haverá celebração cívica em todo o território mineiro, sob a denominação de Semana de Minas.”

Triangulinos
E por falar em Estado de Minas Gerais, o líder do prefeito Paulo Piau na Câmara e colega de PMDB, vereador Tony Carlos, garante que o relacionamento entre eles anda a mil por hora, apesar de terem opiniões contrárias sobre a criação da Região Metropolitana do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Separatista apaixonado, Tony defende, sim, é a criação do Estado do Triângulo. E acha que uma RM só beneficiaria a vizinha Uberlândia. 

Incondicional
Apesar de seus discursos inflamados contra a Região Metropolitana, Tony Carlos não tem dúvida, inclusive, de que será o candidato a deputado estadual apoiado pelo prefeito nas eleições de 2014 para a legislatura 2015/2018. “Mesmo se houver outros candidatos da base aliada, meu nome é o que será defendido por ele!” – reforça o vereador. Vale lembrar que Tony é o primeiro suplente de deputado estadual pelo PMDB, o que o deixa à porta da Assembleia Legislativa ainda na legislatura 2011/2014.

Loteria...
Para marcar o aniversário de 56 anos do Lar da Caridade/Hospital do Pênfigo, a loteria federal - com autorização da Caixa Econômica Federal, terá sorteio beneficente de prêmios no dia 31 de agosto de 2013 em favor da instituição. Com mais de 10 mil atendimentos/mês, através de vários programas idealizados por dona Aparecida Conceição Ferreira, a diretoria é atualmente liderada por seus netos. 

...para o Hospital do Pênfigo
O bilhete custa apenas R$ 20 e pode ser adquirido na sede da entidade, na rua João Alfredo, 437, no bairro Abadia, e concorre a cinco prêmios: um Fiat/Palio Fire Economy Prata 0km; um aparelho de TV LCD 42 polegadas; um refrigerador Brast.FF 2 P BRM 39 EB Branco; e dois aparelhos notebook W7430 P 100 Core I 3 Itautec.  Bilhete pode ser comprado também por meio de depósito no valor de R$ 20 na CEF, Agência 2982-3 – Op 013, conta 11.285-0. A remessa do bilhete está condicionada à comprovação do depósito através do envio do comprovante para o e-mail larca.sorteio2013@gmail.com, pelo fax (34) 3318-2913, ou por carta. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (34) 3318-2900.

Faltou quórum
Presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba – Aciu, Manoel Rodrigues Neto não está nadinha satisfeito com os deputados da região do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, e de outras paragens de Minas. Ocorre que – inclusive os de Uberaba, simplesmente não deram as caras na reunião promovida ontem, em Belo Horizonte, em defesa da construção da fábrica de amônia da Petrobras e do ramal do gasoduto em Uberaba.

Mineiros
(Versão 2)

Para dar conotação de força mineira – em vez de apenas força uberabense, o prefeito Paulo Piau, lideranças empresariais e representantes do governo do Estado decidiram promover o encontro na capital. A secretária de Estado de Desenvolvimento Econômico, Dorothea Werneck; o subsecretário de Indústria, Comércio e Serviços de Minas, Marco Antônio Rodrigues da Cunha, e o vice-presidente do Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais - Indi, Maurício Cecílio, até concordaram em aparecer como organizadores do evento. Detalhe: Marco Antônio e Maurício são uberabenses.

Perguntar não ofende
Um grande evento em Uberaba não teria mais impacto?

Força extra
E enquanto as lideranças políticas e empresariais de Uberaba se movimentam para derrubar barreiras e agilizar os megaprojetos da planta de amônia e do gasoduto, o Senado Federal dá uma força na viabilização de um outro grande empreendimento. Acaba de aprovar novas regras para as Zonas de Processamento de Exportação – ZPEs. A proposta – que segue agora, para a Câmara dos Deputados, reduz de 80% para 60% a exigência para exportação, e admite 50% de participação de empresas de softwares ou prestadores de serviço de tecnologia da informação.

ZPE/Uberaba 
Zona de Processamento de Exportação de Uberaba foi aprovada em março de 2012 pelo Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação – CZPE, e poucos meses depois foi confirmada em decreto da presidente Dilma Rousseff (PT). Além de carnes e da produção de óleo de soja, expectativa do governo federal é de atrair, ainda, no caso da ZPE de Uberaba, investimentos das áreas sucroalcooleira, couro, produtos lácteos, moveleira, químicos e cosméticos.

Concorrência deserta
Problema é que as dificuldades impostas pela legislação atual, inclusive a exigência de exportação de 80% do que é produzido, esvaziaram a concorrência pública 28/2012, aberta pela administração passada para atrair interessados em participar da implantação. Nenhuma empresa ou consórcio se apresentou para construir e administrar o empreendimento. Alguns empresários chegaram a manifestar interesse, em conversas extraoficiais com representantes da Prefeitura de Uberaba. Entretanto, ignoraram a concorrência para cessão de ações da companhia administradora.

Importante!
Uberaba não é exceção nas dificuldades. Apesar de movimentarem bilhões de dólares no mundo, as ZPEs não saíram do papel no Brasil. Das 24 zonas que receberam autorização para funcionamento nos últimos anos, não há nenhuma em funcionamento. 




VOCÊ SABIA? – Hoje é “Dia do Estado de Minas Gerais”