Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 12/03/2013
Bastidores
Bastidores
Bastidores - Na era digital

OBRA DE MICHELANGELO


O afresco “A Criação de Adão” foi pintado por Michelangelo Buonarroti por volta de 1511 no teto
da Capela Sistina, e mede 280 cm x 570 cm

Na era digital
Vaticano abre as portas hoje, da sua histórica Capela Sistina, para o Conclave – a eleição do próximo líder da Igreja Católica, que irá substituir Bento XVI, que renunciou dia 28 de fevereiro. Independente de religião, a capela, por si só, é uma obra de arte. E em plena movimentação pela escolha de um novo papa, o Vaticano surpreende, expondo a Capela Sistina em 360 graus.
http://www.vatican.va/various/cappelle/index_ sistina_en.htm
Imprensa, artistas e amantes das artes, da cultura e de história, no mundo inteiro, estão boquiabertos com a novidade no site do Vaticano. Além da surpresa, é interessante constatar que qualquer internauta consegue acesso rápido e navegação fácil pelo local. Com a seta do computador, é possível viajar pelo teto, pelas laterais, pelo piso, por cada detalhe histórico. É a modernidade a serviço da história antiga.

Roubando a cena
As pinturas incluem obras de Michelangelo, Rafael, Bernini e Sandro Botticelli, mas quem rouba a cena, com certeza, é Michelangelo. Apesar de obras monumentais como Pietá (1499) e David (1501-1504), destaca-se, sem dúvida, na vida de Michelangelo Buonarroti, o seu trabalho na Capela Sistina. Apesar da beleza dos demais afrescos, o toque de Michelangelo rouba a cena. Entre 1508 e 1512, a pedido do Papa Júlio II, ele criou o teto da Capela com episódios como “A Criação de Adão” e “O Pecado Original”.

Eleição
E vale lembrar: um dos principais cogitados para a sucessão de Bento XVI é o cardeal brasileiro, arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, 62 anos, que esteve em Uberaba, dia 1º de maio de 2012, para a posse do então recém-nomeado arcebispo, Dom Paulo Mendes.

Descarte
irregular de lixo
(4º capítulo)
Nos capítulos anteriores, a coluna Bastidores revelou que o superintendente de Serviços Urbanos da Prefeitura de Uberaba, Roberto Oliveira, anunciou, durante entrevista ao MGTV 1ª Edição/TV Integração/Globo, que vai pagar R$ 500,00 para quem flagrar descarte irregular de lixo na cidade. “Nem que eu tenha que tirar do meu salário” - afirmou. A professora Iraídes Aparecida de Souza leu a informação aqui, na coluna, e decidiu enviar flagrante feito por ela entre os bairros Gameleira e Valim de Mello.

Uai!
Em nota enviada ontem à Bastidores, Iraídes manifesta sua decepção: “Infelizmente, não há como enviar as fotos para o nosso superintendente, pois o e-mail informado pela Secretaria de Infraestrutura, onde fica os serviços urbanos, simplesmente não aceita o material; sempre retorna com erro. Já tentei enviar várias vezes e não deu certo”.

Correção
Jornalista Marcela Pires – assessora de Edmilson de Paula (PRTB), alerta que o nome do vereador foi escrito errado, nesta coluna, na edição de sábado. Sabe-se lá porque cargas d´água, a colunista escreveu “Edmilson Vivente”, em vez de Edmilson de Paula. A nota revelou que o presidente da Comissão Permanente de Defesa do Consumidor e o presidente da Câmara, Elmar Goulart (PSL), foram os únicos, entre 14 vereadores, a marcarem presença na homenagem prestada pelo Legislativo no Dia Internacional da Mulher.

Politicamente correto
Disposto a reunir, pelo menos uma vez por mês, sua equipe de 1º escalão e assessores especiais em almoço ou jantar de confraternização, o prefeito Paulo Piau (PMDB) fez a estreia neste domingo, 10 de março. Ofereceu um almoço na fazenda/sede/origem do Instituto Agronelli de Desenvolvimento Social – Iades.

Sustentável
Pra ilustrar: há mais de 20 anos, o proprietário da fazenda – engenheiro agrônomo Marco Túlio Paolinelli, com formação em ciência agrária e paixão pela natureza, iniciou ali, um trabalho de conservação do solo, água e recomposição de mata ciliar, que mais tarde ganhou o nome de “Projeto Produtor de Água - PPA”. A proposta se desdobrou e hoje o Iades abrange uma série de programas ambientais – e tem recebido prêmios nacionais e internacionais por isso.

Ano letivo
Já na metade do primeiro bimestre letivo, a rede municipal de Uberaba ainda não recebeu as apostilas que orientam os professores, nem os kits de material escolar e uniforme dos alunos. Nesta história toda, até a meninada está reclamando, pois tem que copiar matéria aos montes do quadro negro. Detalhes: algumas escolas receberam os kits de material escolar.

Atrasos
Em nota divulgada sábado, a titular da Secretaria de Educação e Cultura, Silvana Elias, garantiu que as apostilas serão distribuídas nos próximos dias, enquanto o uniforme deve chegar aos alunos dentro de duas semanas. Com as apostilas recolhidas em armários das instituições de ensino, dizem as más línguas que o governo espera receber os uniformes para entregar tudo junto.