Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 30/10/2013
Bastidores
Bastidores
Bastidores

Às vendas!
Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba – Aciu, abraçou mesmo o pedido do presidente do Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba – Codau, Luiz Neto, para que ajude a sensibilizar os empresários da cidade sobre a importância de participação nos processos licitatórios promovidos pela empresa pública. Aciu chegou a criar uma logomarca específica sobre o assunto e está divulgando as licitações em seus espaços - incluindo site e redes sociais.

Pé atrás
Apesar de o governo municipal – incluindo o Codau, estar cumprindo seus compromissos financeiros religiosamente em dia, os empresários de Uberaba permanecem com um pé atrás, e têm evitado participar das concorrências. Muitas delas estão ficando desertas (sem nenhuma empresa na disputa), o que provoca problemas, tipo atrasos na aquisição de bens e serviços. Luiz Neto pediu socorro ao presidente da Aciu, Manoel Rodrigues Neto.

Carapuça
E por falar em redes sociais, os servidores municipais de Uberaba foram o destaque no Facebook, anteontem, Dia do Servidor Público. Receberam cumprimentos e elogios das mais variadas fontes. Diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba – SSPMU, por exemplo, lembrou que milhões de pessoas fazem concurso todo ano, na esperança de assumir vagas no serviço público. Uma bela indireta pra quem vive tentando passar em concurso, não consegue, e cai matando nos servidores.

Vai de táxi?
Vários segmentos de Uberaba – alguns com maior destaque, precisam passar por treinamentos em regime de urgência urgentíssima, de mamando a caducando. Um deles, sem dúvida, é o mercado de táxis. É claro que existem exceções, mas a situação é lamentável. 

Saindo do sério
Ontem, um profissional dos mais educados e comedidos quase caiu das pernas quando o taxista, nervoso por causa do trânsito, soltou a pérola: “Êta trânsito, este de Uberaba! É um lixo, igual a cidade!” O profissional - nascido, criado e apaixonado uberabense, deu uma crise, esperneou, xingou o taxista, lembrou que podia ser um turista, um visitante, e que ele estava denegrindo a cidade onde mora e trabalha, e que deveria, então, se mudar de Uberaba.

Respeito é bom
E por falar em táxi, uma outra situação bem diferente da contada acima tem sensibilizado muita gente. Dizem que as cooperativas simplesmente não dão a menor segurança trabalhista para seus taxistas. Eles não têm carteira assinada, não recebem horas-extras e, pra piorar, quando sofrem um acidente ou ficam doentes, simplesmente não recebem qualquer proteção.

Gente que faz
O prefeito Paulo Piau (PMDB) fez questão de lembrar a importância da categoria para o desenvolvimento da cidade, e disse que os servidores podem e devem orgulhar-se do trabalho que exercem. “Tenham certeza de uma coisa: vocês exercem uma das funções mais importantes do mundo” – disse ele. A primeira-dama Heloísa Piau revelou que o marido “é o servidor público mais orgulhoso do trabalho” que ela conhece.

Emoções
O deputado federal majoritário de Uberaba, ex-prefeito por dois mandatos, Marcos Montes (PSD), se emocionou. “Estou aqui, a recordar os grandes amigos que fiz ao longo de minha trajetória pública, desde a Universidade Federal do Triângulo Mineiro/Hospital de Clínicas, passando pela Prefeitura de Uberaba, em dois mandatos, pela Secretaria de Estado de Minas Gerais de Desenvolvimento Social, pela Câmara dos Deputados, onde exerço mandato atualmente” – afirmou ele.

Próxima pauta
Futuro chefe de Gabinete do agora deputado estadual Tony Carlos (PMDB) – o advogado Rodrigo Mateus, garantia, até na semana passada, que os dois só iriam tratar de assessorias logo depois da posse, que, por sinal, aconteceu na tarde de ontem, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em BH.

Tomando pé
 “Precisamos conhecer a estrutura do gabinete dele pra fecharmos as contratações” – afirmou Rodrigo. Pra recapitular o que Bastidores revelou recentemente, cada deputado estadual tem direito a ter entre seis e 23 assessores. O menor vencimento pago é R$ 706,01 (4 horas), e o maior é R$ 9,940 mil (jornada de 8 horas). Cada gabinete tem um total de R$ 68,673 mil para pagar os assessores.

Sem acordo
Rodrigo Mateus admitiu apenas que Tony Carlos deve abrigar a grande maioria dos assessores de seu ex-gabinete de vereador. “Talvez todos eles” – reconheceu o chefe de Gabinete da Assembleia. Também ressaltou que não existe nenhum acordo com a substituta, Denise Max (PR), para ela assumir parte dos assessores de Tony.

Mais vagas
E falando na Denise, ela terá até 15 vagas para preencher em seu gabinete, assim que tomar posse. Ao todo, a Câmara pode ter até 182 assessores parlamentares. Entretanto, cabe a cada vereador decidir o número de assessores para seu gabinete, desde que não exceda a 15 pessoas. O vereador tem uma verba de gabinete no valor de R$ 30 mil/mês para aplicar na contratação de assessores parlamentares. Uma das vagas é destinada à Chefia de Gabinete.

Perguntar não ofende...
Servidora municipal diz que ontem, ao pagar uma conta na agência do Banco do Brasil instalada no interior do Centro Administrativo/Prefeitura de Uberaba recebeu um puxão de orelha por parte do funcionário do BB. “Vocês só escolhem a Caixa Econômica para receberem o salário, e deveriam então, pagar as contas lá, na Caixa!” – chorou o funcionário do Banco do Brasil. Uai! Não existem critérios a serem cumpridos para o funcionamento no interior da prefeitura?!