Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 10/11/2013
Bastidores
Bastidores
Bastidores

CAMPANHA – Arte produzida pela assessoria de comunicação ilustra campanha da Prefeitura de Uberaba/Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico para atrair os empresários da cidade para as licitações públicas

 

Repercussão
Os bairristas reagem, na rede social, aos comentários do prefeito Paulo Piau (PMDB) sobre a pequena participação de empresários uberabenses nos processos licitatórios da Prefeitura de Uberaba. Ele convida os micro, pequenos, médios e grandes empresários da cidade – sem discriminação, a se cadastrarem na administração e a disputar as licitações que, segundo levantamentos recentes, despejam milhões de reais por ano em empresas de outras localidades.

Reação
(Versão 1/parte 1)

Vale destacar algumas reações, uma delas, do jornalista, especialista em marketing e gerente de empresa de treinamentos e serviços de consultoria nos Estados Unidos, Frederico Costa. Residente em Malvem, na Pensilvânia, o uberabense compartilhou a postagem do prefeito em seu próprio mural no Facebook.

Reação
(Versão 1/parte 2)

Comentário do jornalista uberabense: “Excelente (digo, bacana) atitude do prefeito de Uberaba em chamar as empresas da cidade a vender para a prefeitura, inclusive as micro. Mais bacana ainda, é a forma que ele tem se comunicado com as pessoas aqui no Facebook. Mensagens diretas, objetivas, fáceis. Sem enrolação. Uma conversa sincera e simpática. Rede social funciona assim.”

Reação
(Versão 2/parte 1)

Proprietário do grupo empresarial e cultural Casa do Folclore, empreendedor experiente, e ex-presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba – Aciu, outro que reagiu à postagem do prefeito foi Gilberto Rezende. “Com a vontade que o Piau está encarando esta situação, vai ser fácil resolver a questão, com a colaboração das entidades de classe, a quem caberia instruir seus associados” – opina ele.

Reação
(Versão 2/parte 2)

Gilberto Rezende avalia que três fatores distanciam os empresários das licitações públicas: a falta de conhecimento por parte do empresário, principalmente o micro e pequeno; a incapacidade de vencer as barreiras burocráticas, e os atrasos no pagamento das faturas. Ele reconhece que a questão dos atrasos está superada na Prefeitura de Uberaba, e entende que o governo Paulo Piau está batalhando para superar as outras.

O depoimento
Em seu depoimento, Paulo Piau diz que foi informado pela sua equipe econômica de que 70% dos participantes das licitações da Prefeitura de Uberaba são de outras cidades, e que o motivo é porque os empresários locais não participam. “Em primeiro lugar, quero deixar claro que apesar das dificuldades encontradas pelo meu governo, as contas estão sendo pagas em dia. Em segundo lugar, quero explicar que a Prefeitura de Uberaba, no meu governo, não discrimina ninguém” – afirmou o prefeito.

Talonário
Balanço recém-divulgado pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes Especiais informa que as multas emitidas em Uberaba, através de talão, no mês de outubro de 2013, somaram R$ 116,645 mil. Ao todo, foram 1.054 multas. Neste mesmo mês foram recebidas 84 multas, numa soma de R$ 9,002 mil. Continuam pendentes, portanto, 970 multas, somando R$ 107,64 mil.

Estrutura
Fazenda Escola Alexandre Barbosa – leia-se Sociedade Educacional Uberabense/Universidade de Uberaba, pediu autorização do meio ambiente municipal para criar 983 cabeças de suínos e 300 cabeças de vacas leiteiras. E ainda: para movimentar cultura de cana-de-açúcar sem queima e outras culturais anuais. Licença foi concedida para até 2017. A fazenda escola fica no Km 145 da BR/050.

Xô, crack!
Prefeito Paulo Piau acaba de regulamentar a Lei Municipal nº 11.580/2013, que
instituiu, em Uberaba, o Programa “Crack, é possível vencer” – baseado em programa do governo federal. Através do decreto, o prefeito oficializa, inclusive, os cargos criados pela lei recém-aprovada na Câmara Municipal. São de recrutamento amplo, que exigem dedicação integral e têm carga horária mínima de 40 horas semanais. 

A rede
Diretoria de Atenção Psicossocial já tem chefia nomeada: Sérgio Henrique Marçal. Caberá a ele dirigir a política de saúde mental através da efetivação dos diferentes serviços da rede de atenção psicossocial, inclusive promovendo a articulação com todos os serviços multiprofissionais. Entre outros cargos, estão a diretoria de pronto-atendimento; diretoria do centro de triagem; médico responsável; enfermagem.

Recursos aos montes
E foram tantos ... tantos... tantos os recursos propostos contra questões da prova objetiva da primeira etapa do concurso público da Prefeitura de Uberaba, que decidiu-se por produzir uma edição especial do Porta-Voz – o jornal oficial do município. Resultado da análise dos recursos e a classificação geral serão divulgados pelo PV de 31 de novembro.