Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Bastidores

ACESSIBILIDADE: A A A A
Bastidores 27/11/2013
Bastidores
Bastidores
BASTIDORES

Discórdia natalina
Está certo que Natal é tempo de paz e de harmonia – como afirma release distribuído ontem, pela assessoria de imprensa do Shopping Uberaba. Mas, nem tudo está acontecendo como o previsto. Que o digam os correios eletrônicos, mensagens e murais de jornalistas e não jornalistas nas redes sociais. A crise é, por incrível que pareça, com o Papai Noel – este aí, acima, flagrado por Allyson Oliveira!

A acusação
Principais queixosos, os pais e mães estão inconformados com o pagamento de R$ 20 por uma foto dos filhos com o Noel – que desembarcou dia 14 no shopping, e que, a partir de 1º de dezembro, terá o horário de atendimento ao público alterado: das 10h às 22h, sendo que nos dias 20, 21 e 23 se estenderá até 23h.

A defesa
Assessoria do shopping diz que a crise não tem razão de ser. Faz duas revelações. A primeira delas, é de que o visitante pode fazer fotos com a própria câmara, desde que do lado de fora do “cercado” do Noel,  bastando ficar atento para o momento em que a criança se aproximar dele. A outra revelação é de que só paga R$ 20 quem pede uma foto posada com o Noel, colorida, impressa na hora e entregue em porta-retrato.  

O IDH
Em contrapartida, a palestra feita ontem, em Uberaba, pela presidente da Fundação João Pinheiro, Marilena Chaves, caiu no gosto de quem marcou presença no evento promovido pela prefeitura. A conferência foi o pontapé inicial da proposta do prefeito 
Paulo Piau (PMDB) de mobilizar Uberaba para melhorar o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal – IDHM. “O prefeito está de parabéns pela ideia; sem dúvida a palestra foi proveitosa e importante” – comentou o engenheiro, estatístico, pesquisador e líder tucano, Luiz Cláudio Reis.

O susto
A divulgação do último IDH de Uberaba, dia 29 de julho de 2013, caiu feito uma bomba na cabeça dos uberabenses. Com base nas informações de 2010, Uberaba apareceu na 210ª classificação no Brasil, e 14ª em Minas Gerais, com um IDHM geral de 0,772. Foi ultrapassado por Uberlândia – que saltou para a 71ª classificação nacional e para o 3º lugar no Estado. 

O empate
Outro exemplo que chamou a atenção diz respeito a Araxá – cidade localizada a cerca de 120 KM de Uberaba, e que tem 95.88 habitantes. No Atlas do Desenvolvimento Humano de 2000 – divulgado em 2003, Araxá estava na 39ª colocação em Minas Gerais (Uberaba era a 4ª). Em 2010 – segundo o Atlas divulgado agora, em 2013, Araxá subiu para o 14º lugar, e portanto, empatou com Uberaba.

Recapitulando
Em 2000, o então prefeito Marcos Montes – atual deputado federal pelo PSD, terminava o seu primeiro mandato (1997/2000). Em 2010, o então prefeito Anderson Adauto (sem partido) estava no segundo ano do seu segundo mandato (2005/2010).

Quem e quando
 O índice é realizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – Pnud, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – Ipea, e a Fundação João Pinheiro, e divulgado a cada dez anos.

Decepção
O certo é que, apesar de uma taxa de crescimento de 11,56% ao longo dos últimos dez anos, o IDHM, de Uberaba decepcionou muita gente. “Deu uma frustração danada ver que Uberaba caiu no ranking do IDHM... Éramos o 4º melhor desenvolvimento humano em Minas Gerais, e caímos para o 14º...Precisamos refletir sobre isso” – desabafou o engenheiro uberabense Maurício Cecílio, atual vice-presidente do Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais – Indi/MG, que em momentos diferentes, foi secretário de Planejamento e de Ciência e Tecnologia nos dois governos de Marcos Montes.

Eleições 2014
Além de o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais ter novo presidente eleito (o desembargador Wander Marotta assume em fevereiro), o Tribunal Superior Eleitoral acaba de dar posse ao ministro Marco Aurélio. É a terceira vez que o ministro é empossado na presidência do TSE. Ele já exerceu o cargo de junho de 1996 a junho de 1997 e de maio de 2006 a maio de 2008, quando coordenou as eleições municipais de 1996 e presidenciais de 2006. 

Xô, lotação!
Relatora da proposta que limita a quantidade de alunos por sala de aula na educação básica, deputada Alice Portugal (PCdoB/BA), deverá apresentar um relatório até o final deste ano sugerindo a aprovação do texto. O projeto de lei do Senado fixa em 25 o máximo de alunos na pré-escola e nos dois primeiros anos do ensino fundamental e 35 nos demais anos do ensino fundamental e no ensino médio. Alice Portugal afirmou que apoia a regulamentação do tema, mas não adiantou a quantidade de estudantes por classe que estará prevista em seu relatório.

Queridinhos
Nada menos do que 32 projetos de lei relacionados à proteção dos animais estão tramitando na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Número foi revelado ontem, pelo presidente Dinis Pinheiro (PP), durante debate público promovido pela Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia.