Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Chic&Choc

ACESSIBILIDADE: A A A A
Fabiana Silbor 17/05/2015
Fabiana Silbor
fabianasilbor@gmail.com
Chic&Choc por Fabiana silbor

Chic&Choc por Fabiana silbor

A um passo do meio do ano é o momento de rever as principais metas estabelecidas para conquistar os resultados sonhados.

Saber o que se quer é imprescindível, mas também, um dos atos mais difíceis.

Todavia, já diziam: “para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve”!

Poucos sabem, mas eu sou uma discípula da fotografia.
A arte de focar e desfocar é tão poderosa.
Na edição de hoje ofereço uma homenagem aos leitores com fotos que trazem uma vontade de reflexão em seu sentido.
Mais poesia nos dias frios. Afinal, é inverno e precisamos nos preparar para brotar!


Se o teu querer for verdadeiro, nada será mais importante.
Em tempos cinzas faça alto diferente para colorir a vida.

Novidades em quadrinhos

Apaixonados por histórias em quadrinhos ganharão uma boa oportunidade para se encontrarem. Ainda mantido sob sigilo, o evento promete reunir gente de toda parte do Brasil para discutir os rumos dos gibis, bem aqui na terrinha.

 

Amamentar é preciso

O número de grávidas na cidade é significativo e requer a atenção de políticos para garantir direitos já debatidos. Entre eles, o de seis meses de licença maternidade. Na última polêmica, a do direito a amamentação, o interesse político foi fundamental para garantir uma necessidade óbvia e promissora para a saúde do indivíduo durante toda a vida.

 

Famosos depois dos 60

Idosos passaram a ser tema, também, para revistas que destacam a beleza. Finalmente as pessoas começam a compreender parâmetros para comparações. Uma mulher de 70 anos, um homem de 80 tem sua beleza de acordo com sua idade. Em Uberaba ações de valorizações aos cidadãos da terceira idade já foram pensadas bem antes dessa odisseia marqueteira.


Quem sabe a qualidade da semente não teme a colheita.
Não serão os obstáculos que impedirão o crescimento.
Faça o melhor e saiba que o universo estará ao seu lado.
Ninguém tem mais força que a vontade.

Gordura e vida

Benefícios, riscos e indicações das cirurgias bariátricas são assuntos que poderão estar em evidência em evento acadêmico internacional. Polo referência de saúde, nossa cidade tem apresentado índices relevantes de procura para esse procedimento. Um dos focos das pautas poderá ser a cultura de “engorda” para garantir o índice de massa corporal necessário para a operação. Será que vão mesmo colocar essa polêmica em evidência?

 

Parabéns para os Assistentes Sociais

Na semana que acabou celebrou-se o dia do Assistente Social. Parabéns para os fantásticos profissionais que abraçam essa carreira de maneira competente e idealista. São importantíssimos para garantir o acesso digno e confiável aos direitos estabelecidos. Uma profissão que traz em essência a evolução social! Na nossa cidade muitos são os exemplos de pioneiros e atuais que merecem aplausos.


A fé, às vezes, é como um vitral.
É tão importante juntar cada pedacinho de valor para compreender que somos muito mais do que simplesmente ter...

Uberaba Globalizada

Andando pelas ruas, cada dia mais, novos hábitos e variadas culturas passam a compor Uberaba. A migração é fato estabelecido. A Zebulândia perde suas tradicionais composições para a globalização. Imigrantes, alguns até do Oriente Médio, também podem ser vistos caminhando pelo centro. Chamam a atenção pelas vestes das mulheres que apesar de virem para o interior do Brasil mantém o costume dos lenços ou burcas.

 

Vereadores na escola

Gestores Públicos precisam estudar. São quatro anos de trabalho para o povo. O mínimo é que esses eleitos busquem qualificação e profissionais adequados para serem úteis no desenvolvimento do município. Quando os funcionários de carreira apresentam projetos de lei sobram perguntas absurdas a respeito de premissas básicas da Administração Pública. Ai, ai.

Quantas palavras cabem na dor? Nenhuma. Apenas um abraço, uma mão que se une ao sentimento e um pedido para que haja compreensão no que parece impossível de entender.

A escravidão acabou mesmo?

13 de maio foi lembrado por uma parcela da população uberabense incansável na busca da igualdade. São sempre os mesmos. Apesar dessa grandiosa presença é inacreditável que faltem tantos discursos nutridos em seus conteúdos de números que representem mudanças efetivas nessa realidade. Ninguém levanta a voz de maneira autêntica e inovadora para determinar uma realidade de justiça feita de iniciativas definitivas para que a história passe a ser só uma lembrança triste e a realidade se torne um cenário promissor para todos os povos, igualmente.


Ordem e progresso nascem da sua atitude.
Dar poder aos outros de serem responsáveis por tudo é destruir sua melhor capacidade de evoluir.

“Vamos beber porque amar está difícil”

O perigo de frases como essa, que escondem uma apologia ao vício é assunto preocupante. O uso indiscriminado de álcool pelos jovens precisa ser de interesse para a provocação de um debate sério. É possível que o poder seja tão maior que as políticas públicas para amparar uma população futura que poderá ter graves sequelas? Não vejo nenhuma ação com nenhum segmento para iniciar, pelo menos, uma campanha cultural que possa colocar esse assunto em evidência. Uberaba é uma cidade de bares. Os neurocientistas têm investigado a fundo para saber como o consumo rotineiro de álcool transforma os circuitos do cérebro de forma a levar à dependência. E os resultados são alarmantes.


A arte está na ousadia de criar o que poucos vão entender hoje, mas será a solução mais promissora do amanhã.
Ninguém disse que seria fácil ser visionário, também, não disseram que existe tranquilidade em ser medíocre.

Sonho de ter filhos

Casais, até de outras partes do mundo, tem desembarcado em Uberaba para tratamentos de fertilidade. A busca pela maternidade após os 40 anos tornou-se bem comum e especialistas de Uberaba em reprodução estão em destaque entre os nomes de referência nessa realização.


Somos o espelho da natureza.
Quanto mais consumo sem sentido maior a destruição da harmonia que existe em simplesmente se cuidar em ser...

O que os outros falam sobre você não tem que virar a sua verdade.

Por muito tempo palavras podem machucar.

Esse prazo de validade é muito mais seu do quem disse.

Mesmo que você esteja com um monte de dor, lembre-se: os tempos ruins, também, têm data marcada para acabar.

Por isso, pare com essa carência!

Quem decide viver fica exposto a várias desilusões, abre portas para qualquer condição.

Pare de dar tanto poder ao outro ou de bancar a vítima.

Seja honesto e defina seu real valor.

Nem sempre quem você quer vai enxergar seu valor.

E mesmo que ninguém veja, valorize por si mesmo.

Sai dessa angustia, levanta essa cabeça e escolha progredir.

Apenas dê o próximo passo.

Chega de permitir que roubem seu sonho de você.

Inclusive, vigie para perceber se, não é você, o ladrão...

(Por Fabiana Silbor)