Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Chic&Choc

ACESSIBILIDADE: A A A A
Fabiana Silbor 02/06/2013
Fabiana Silbor
fabianasilbor@gmail.com
Bem vindo! Bem vinda!

Nossa galeria de fotos é uma homenagem a todos da equipe do Tauá Grande Hotel – Termas & Convention. O Jornal de Uberaba acredita que homenagear empreendedores é uma maneira simples e verdadeira de demonstrar o sucesso das grandes parcerias. Quero presentear todos vocês leitores com essas fotos. Espero que apreciem meu olhar no registro desse lugar incrível feito de pessoas maravilhosas.​


A vivacidade da história inunda de cores e intenções. É tempo de relaxar. As Termas de Araxá são um espetáculo em cada detalhe. O requinte de vivências que se multiplicam nas retinas de um momento único. Uma permissão para a felicidade. Um passaporte para o bem viver. ​


O cerrado é uma minúcia. Um detalhe contraposto com preciosidades que só essa vegetação tem. No Tauá Grande Hotel – Termas & Convention cada cenário é um quadro com mimos requintados que só a natureza produz. Um brinde a cada visitante.



Sentar e contemplar. Ver o talento do universo na arte de conspirar a favor da beleza. Receber os tesouros de um experimentar, de um respirar, de um degustar de relíquias coloridas contrapostas com cantos únicos. Recantos para sentimentos nobres e felizes.


Com a intensidade de um presente a arquitetura ergue-se contrapondo e completando; estimulando e enfeitando os sentidos. Desenhos esculpidos de um céu vivaz.


No Tauá Grande Hotel – Termas & Convention a celebração está no servir. Cardápios deliciosos oferecidos sob e precisão de goumerts internacionais. No conforto e segurança de ambientes aconchegantes. E, também, na ostentação de braços de folhas e flores enfeitados dando boas vindas a uma potencial comemoração.


No horizonte um templo de adoração a si mesmo. Para a plenitude de um desfrutar. Ângulos harmonizam em criações particulares. Circula, avançam, rebuscam, miscigenam. Numa perfeita intenção o concreto une-se ao rústico do cerrado. Árvores sorrateiras pedem passagem por alamedas de sonhos.


Palácios. Castelos por onde rodam a imaginação. Sentar-se e permitir-se. Sentir a ambientação e recolher as histórias que já fazem parte dessa tradição. No Tauá Grande Hotel – Termas & Convention existe uma rica programação de atividades e diversões. Mas os sorrisos, também, podem vir sem explicação. Do desfrutar singelo de cores, recortes, idéias, energias e amorosidades. Projeto de um grande grupo de profissionais que compõem essa maravilhosa criação.

Compreendemos o valor do silêncio quando temos a melhor resposta, mas o olhar é mais preciso em dizer.

Tempo de reflexão
A primeira coluna de 2013 chega com um tom de poesia. Em busca pelas essências, mais doces do ser humano, recortamos para detalhes que o tempo oferece, mas pouco percebemos diante da falta de construções apoiadas em uma vida natural.

Para algumas pessoas podemos dar tudo o que temos e ainda assim seria bem pouco. Para outros não há o que destinar. O que mudam são os valores de cada um.

Opções santas
Estamos mais impróprios. A cada dia. Tecemos melhorias por um mundo que construímos baseado na tecnologia soberana que nos distancia. Existe um fraudar permanente do qual nos acostumamos e deixamos diferenciar nossas escolhas.

Por que tanta decepção quando alguém muda de idéia? Muda de opção? Se o grande fluxo da vida é uma eterna mutação.

Poucas explicações
Passar um tempo pela existência contemplando a criação é um presente que andamos a esquecer de desembrulhar. E em anos turbulentos como 2013 descobrimos que nossas razões nem sempre justificam nossas decisões.

As pessoas são como os livros. Podem ser divididas em dois grupos: O primeiro que é “o do momento”, o segundo “para sempre”.

Rápido demais
Por maior que seja nossa ambição estamos cultuando circunstâncias, pessoas, objetos que nos deixam mais ocos. Um vazio que ecoa a cada nova tentativa de sorrisos sóbrios. Inevitavelmente estamos um povo “miojo”. Nossa instantaneidade nos consome.

A crítica mais insuficiente é a que chega de quem tem incompetência para fazer o que outro teve coragem para escolher.

Livre das ilusões
Se as ferramentas do bem viver nos conduzem ao máximo que podemos ter apoderamos de preciosidades em casca e derivamos num acorde sem ritmos próprios. Uma sinfonia de desencontros fermentada por uma inutilidade ferrenha em todos os sonhos.

Devemos manter algumas características insubstituíveis da infância, mas algumas fases pedem o melhor adulto que existe em nós.

Reação
Esse pode ser o domingo da transformação. Aquele onde um sinal nos abençoa. No qual assumimos nossa condição de imperfeição e requeremos uma força latente para uma tenra evolução.  Daquelas que nos conduz ao que nascemos para ser.

Se aceitássemos que no próximo segundo tudo pode ser totalmente diferente teríamos mais plenitude no agora.

Constatação
A vida é justa. Nós nem sempre somos, assim certos.  Nem conosco, que dirá com o outro. Toda despedida tem parcelas, nossas, boas e inadequadas. E todo recomeço só acontece depois de um adeus. Algumas pessoas é que são para sempre.

Nunca será a quantidade. Sempre será a qualidade. O amor, também, é assim. Que cede a essa lei está mais perto do animal que nossa genética retém.

Condição
É importante descansar de si mesmo. Oferecer ao tempo a oportunidade das respostas certas. Permitir que as ilusões distraiam-se para encontrarmos as verdadeiras identidades que nos conduzirão as alegrias desejadas. A vida não é ficção.

O bom reformista faz-bem em consertar e si mesmo.

Atenção
Qualquer acontecimento tem muitas interpretações e as suas podem ser as melhores. Se assim quiser. As dores se apresentam para uma salvação. A segunda chance, às vezes, vem acompanhada de foguetes e batuques, às vezes, vem com lágrimas. Mas está dada.

Nem sempre é possível, mas em alguns momentos, somos sim, donos de nossos próprios destinos.

Intenção
Reanime os sentidos. Veja melhor, ouça com absorção, cheire suas pistas, abrace quem lhe acolhe, saboreie o tempo de solidão porque por maior que seja a presença de alguém ou de muitos será um caminho de total interpretação pessoal.

Que você seja. Perceba. Enlouqueça (de prazer). Que seu tempo seja nobre. Intenso. Sábio (também para você). Que seus dias ganhem cores, amores, controles (disciplina é liberdade). Um domingo feliz! Sempre.
Bjxxx Silbor