Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Chic&Choc

ACESSIBILIDADE: A A A A
Fabiana Silbor 23/06/2013
Fabiana Silbor
fabianasilbor@gmail.com
Eu tentei ignorar, mas tenho que admitir:

A manifestação nem é a questão. O problema é quem se deixa manipular sem perceber a intenção.

O Ronaldo, o Pelé nem são a questão. O problema é um povo idolatrar gente com esses valores movidos por uma rasa paixão.
O aumento nem é a questão. O problema é a indiferença a uma escravidão simulada de emprego.
O Feliciano lutar pela “cura” nem é a questão. O problema é quem aprovou a decisão!
Os políticos não são a questão. O problema é uma nação que abençoa a corrupção.
A quebradeira nem é a questão. O problema é a aceitação que virá, de novo, com circo, futebol e cartões.
E o talento? E a pesquisa? E a solução?!
Bem vindo!
Bem vinda!
Viva o domingo.

Despreparo
Os bastidores da manifestação na Zebulândia são espetáculos. A ineficiência de alguns políticos é mesmo impressionante. A pessoa é tão despreparada que se tentar acertar uma pedra no chão, erra! Falas equivocadas, posicionamentos inconvenientes. Para trabalhar em Empresas públicas ou privadas são inúmeros os testes e exigências. É incrível que uma democracia contemporânea permaneça afincada exclusivamente na urna para definir seus gestores máximos. Mas já que essa é a lei quem decide vivenciar essa seara deveria, no mínimo, depois de eleito preparar-se para a função. Que vergonha!

Alegria do povo
Muitas Empresas encerraram as atividades mais cedo, outras nem abriram as portas a noite por causa da manifestação. Esse prejuízo, como tantos outros, ficará fora da conta final. Diante de um cenário global competitivo e de uma economia oscilante e frágil essa berlinda corporativa comprova a força popular e a ineficiência de políticas públicas.

Em risco
Muitas coisas vão além da percepção popular. Por exemplo: a falta de uma política eficaz de segurança das riquezas nacionais deixa o Brasil sem defesa em um mundo onde as crises econômicas acirraram as ambições. As regiões de vastos recursos naturais estão desnutridas de cuidados apropriados. As pesquisas mais destacadas feitas nesses ambientes são patrocinadas por multinacionais. Essas reservas, que compõem nossa herança natural, estão, cada dia, mais ameaçadas.

Fim dos tempos
O dólar teve a maior alta desde setembro de 2011. A queda de uma Era: o fim do dinheiro barato. As intervenções do Banco Central ultrapassaram os seis bilhões. O FMI observa o ritmo atentamente. Essas manobras econômicas, de técnica prolixa, transitam sob a difícil compreensão de uma nação desatenta para dívida, contas e articulações financeiras do país.

Revolução
O mundo todo está em contradição. Existe uma latência impertinente convulsionando as nações. É um transbordar itinerante que aflige os egoístas de plantão. A necessidade de um produzir para a coletividade angustia os donos, até então, inalcançáveis de um volume de riquezas promotor da voracidade capitalista e da raiva contida que se apresenta como violência.

Sensíveis
Um site de relacionamentos fez uma pesquisa com os usuários e as respostas são interessantíssimas e 40% dos entrevistados disseram que a falta de romantismo era o principal motivo para terminar uma relação. O que tem de especial nisso? Os entrevistados foram homens. É sem dúvida uma mudança expressiva!

Sucesso
Gastronomia e música sempre foram pares perfeitos. Mas agora as casas mais requintadas de São Paulo aderiram a uma moda que já fazia sucesso nas metrópoles mais referenciadas do circuito culinária internacional: convidar grandes nomes para harmonizar os cardápios com a programação musical. Interessantíssima a ideia já é bem conhecida em Uberaba com o trabalho realizado no Sampaio Cozinha Bar. Pedro Amuí é o maestro que destila notas musicais preciosas que fazem trilha sonora para pratos sofisticados. Uma experiência única. Agora o Restaurante inova, mais uma vez, e acerta com eventos temáticos que reúnem bom gosto, pessoas destacadas e ótimas safras das melhores bebidas acompanhando cardápios gostosíssimos.


Marcela Pires e Juliana Fidelis, lindas, na foto de Francis Prado. E por falar na competente Juliana Fidelis ela é uma referência que comprova de boa comunicação é possível com ética e responsabilidade. A excelência das gestões feitas por ela é uma oposição valente aos fracos, desse segmento, que se vendem. Parabéns!

Casal feliz e bem sucedido comemora mais um lançamento de sucesso do Grupo de Comunicação que dirigem. Edson Drigo e Alcineia Cabral, sem descanso, já preparam novidades para manter Uberaba em alta!

 O queridíssimo Professor Luciano Pimenta empresa o famoso nome para a maravilhosa turma de Administração da FACTHUS que prepara formatura animadíssima no fechamento do semestre. O destacado profissional da Educação merece todas as homenagens. Ele é o construtor de histórias importantes. Um verdadeiro oásis nesse cenário sombrio de poucos e verdadeiros idealistas.

Cel. Concesso Vitor Filho, elogiado e querido pelas tropas que liderou, recebeu a Medalha Fulgêncio  de Souza Santos, outorgada pela União dos Militares de Minas Gerais. Homenagem mais que merecida a um homem de valor, que dedicou com integridade e ética para a sociedade. Parabéns pela coragem de ser melhor em tudo.

Enerson Cleiton é um trabalhador que documenta a eternidade com estilo próprio. Capaz de selecionar um ângulo preciso que compõem uma complexidade que pode ser explorada ou simplesmente contemplada intemporalmente.  Com uma presença luxuosa, feita de uma elegância discreta, documenta os fatos da Zebulândia com maestria.

Bonita e talentosa, Francis Prado fez da manifestação uma obra de arte. As imagens da fotógrafa provocaram várias sensações em quem viu, por meio de sua obra, as expressões, indignações e fatos de uma nova época.



Gentileza, alegria, inteligência e competência são naturezas dessa linda aniversariante. Grabriela Almeida comemorou o aniversário ao lado de gente especial e rara. Um novo ciclo de sucesso para essa linda.

 

Formação
Devidamente matriculados, artistas de Uberaba seguiram para São Paulo para o curso de cinema com Doy Simens. Quem nunca viu esse nome saiba que ele foi o professor de alunos como Quentin Tarantino e Guy Ritchie. Sua estréia no Brasil, ontem e hoje, promete trazer novas identidades para o meio da sétima arte. É bom ver nomes da terrinha buscando novos horizontes. Afinal, apesar dos esforços dignos e destemidos de alguns o faz de conta, quando o assunto é curso de cinema, formação na área de artes cênicas, em Uberaba já deu! 

Escândalo
Pais de alunos de uma tradicional escola particular de Uberaba estão em polvorosa com aluna que gravou vídeo íntimo. Claro que o filme já circulou entre os colegas que compartilharam em alta velocidade. Um reboliço entre os estudantes, professores, responsáveis. Apesar da seriedade do assunto e das questões que envolvem a adolescente e a família, o fato é que até uma viagem que seria feita pelo grupo estaria em risco visto que algumas mães, principalmente, estariam exigindo a retirada da menina da equipe. 

Horário nobre
Caso de amor tórrido esquentou a vida social da cidade. Mais uma vez, a descoberta veio por causa de um presente. Nova joalheira aberta na cidade vendeu produtos idênticos ao “príncipe” da disputa. 
O moço sem criatividade comprou um para a mulher e outro para a amante. Só podia, mesmo, dar BO. Esse tipo de cena é comum, até, em novela, que dirá na vida real. Com tantas coleções repaginadas porque escolher a mesma? Dizem que não existe crime perfeito e, ainda, para um bom analista da identidade humana quem trai tem um íntimo desejo de ser descoberto. Será? 
A maior manifestação é a mudança dentro de nós mesmos!
Aprenda com a nova estação que chegou.
 Agora que as noites estão mais longas. Aproveite para amar mais!
A temperatura já mudou. Aqueça seus ideais. Altere, também, suas condutas. Evolua!
Desbote suas aflições, exercite o perdão.
É o tempo da semente ter coragem para brotar.
Esse é o único momento que você tem certeza que vive na vida.
Com os cuidados certos, a safra chegará.
Aproxime-se de si mesmo, agasalhe o coração para oferecer a melhor companhia a quem você ama!
Bem vindo inverno!
A questão continua: Não é quem você tem, mas quem te tem!
Bjxxx Silbor