Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Chic&Choc

ACESSIBILIDADE: A A A A
Fabiana Silbor 20/10/2013
Fabiana Silbor
fabianasilbor@gmail.com
Chic&Choc

Bem vindo!
Bem vinda!
Domingo de doçuras para você.
E viva o "Felix" da Zebulândia!

MUDE
E o dia nasce com a força da tolerância...
Todos estão à procura do amor!
Poucos vão reconhecer...
Mas se isso acontecer, jamais deixe passar!
Num tempo sem prazo de validade o resto significa
 pouco ou quase nada.
E nem pense em construir um sentimento por comiseração, aprecie a explosão vitoriosa que aquece verdadeiramente o coração. Por você, pelo outro, seja quem ele for, faça ser perfeito!

CHUVA
A Zebulândia aquática passou bem, obrigada! 
Durante a semana, a chuvarada poética mudou o ritmo da city. 
O assunto está no "top trend", entre os mais comentados.
E, assim, São Pedro ganhou o título de funcionário do mês.

PARABÉNS
Hoje é o dia Internacional do Controlador de Tráfego Aéreo.
"Aquele abraço" para esses profissionais fantásticos.
Junto com os outros trabalhadores desse setor fazem dias felizes.
Gente que chega e gente que vai, nos aeroportos é mato.
Ainda impressionada com esse tal de avião e seus poderes.
O que faz a máquina tão sensacional? Gente!
Sempre.

 

Qual é o tamanho do seu querer? Qual a força da sua vontade para construir? Quais são os desafios para um legado, para um idealismo, para uma vitória? Respostas que não estão disponíveis para um resumo. Estão inseridas no contexto da vida, no amor pelo trabalho, na tese de uma existência. Fabiano Fideles. O nome da semana! O aniversariante que merece o reconhecimento pelo pioneirismo e coragem. Sua história é uma marca, um acontecimento de nobrezas guardadas em nome de um sonho. Parabéns. Ser visionário é um caminho de grandes batalhas.

 

FOFOCANDOTRISTE
Gente comecei a semana lendo uma pesquisa que mostra que as mulheres são mais criativas ao matar do que os homens. Pensando nas pequenas perdas do dia-a-dia e nas possibilidades de fatalidades que não são necessariamente definitivas, imagino que essa linha de conduta sirva para o repensar das relações entre os seres ditos racionais. Desencontros do cotidiano, quase sempre por motivações passionais, estão transformando o planeta num ringue de batalhas. Pouco se vê, concretamente, de projetos e iniciativas favoráveis para contribuir na evolução da espécie por essa ótica. A clássica guerra de sexos continua cada dia mais em evidência. Na Zebulândia as brigas na divisão de bens borbulham nos cartórios e na justiça. Dias de amor e ódio em histórias com pano de fundo, realmente, fomentadas pelo poder e pela vingança. "Livrai-nos do mal".

Depois da eterna polêmica, importantíssima, para a nobreza de uma sociedade como a nossa, ficou definido: a língua, é mesmo, o músculo mais forte do nosso corpo. 
E se fizessem um concurso na Zebulândia?!
Por tese, quem mais usa, mais forte fica.
Competição acirrada: quem levaria o troféu?
Você tem alguém para indicar?

Parece fácil essa escolha. Já vem com a aprovação da maioria. Mas ser médico é mais, sempre. Na semana que destacou o dia desse importantíssimo profissional todos nós devemos pensar e repensar a saúde. A partir dos nossos hábitos, das nossas buscas, dos nossos desperdícios, dos nossos direitos. Mas, também, de todos aqueles que agora estão determinadamente afiançados em salvar vidas. A esses idealistas, fantásticos, verdadeiros, bem intencionados, o maior de todos os abraços. George Calapodopulos é um desses nobre médicos que acredita no Ser Humano. Parabéns.

AGRADEÇA
E, aos sobreviventes do fim do mundo, o ensejo de que a realidade ultrapasse a piada e tome tônus de mudança necessária. É latente a necessidade de reavaliação das rotinas instaladas dentro e fora do ser humano contemporâneo. Requerer um indivíduo mais preparado, numa linhagem de valores autênticos. Eu declamo o meu fim de tempo para os falsos, rasos e aqueles que nunca entenderão a palavra gratidão!
 
ECONOMIA
Às margens da BR050, no silêncio das lavouras que nascem e crescem, está a produção que fomenta uma eterna disputa. Quem já presenciou o pico da safra de cana-de-açúcar no campo concebe a percepção de que a guerra entre as alternativas renováveis e o insumo fóssil está cada dia maior. Além de muito dinheiro, a jogada em voga é o posicionamento e a orientação para novas vocações no país. As políticas de incentivo para o desenvolvimento do uso automotivo do etanol e as destinações para o setor açucareiro contrariam as classes, mas a população permanece ignorada nessa disputa gigante. Apesar da importância óbvia do setor, a monocultura continua a ocupar a percepção prioritária e os segmentos de pesquisa permanecem subordinados a uma fila de espera inacabável. Mentalidade imperialista em tempos de democracia globalizada é um atestado de perigo iminente.

ABASTADOS
A crise econômica mundial está fazendo aniversário. São cinco anos. E? "Tudo como dantes no quartel de Abrantes". Os indicadores financeiros apontam para o já conhecido cenário. O dinheiro continua nas mãos da minoria. Menos de 1% do planeta concentra mais de 40% da riqueza mundial. Em Uberaba esse ambiente é nítido e certo. Enquanto a cidade cresce em proporção numérica, a renda permanece nas mãos dos 'coronéis' de sempre. De renováveis nessa história, apenas, o agregar de novos ricos que somam a esse cenário sem acrescentar muito em idealismos.SUCESSO
Enquanto os consumidores ficam de birra e bico com as operações do Aeroporto de Uberaba, a Azul Linhas Aéreas está preocupada é com a abertura do capital. O processo foi indeferido na Comissão de Valores Mobiliários. O mercado já estava determinado a operar e estimavam em um bilhão o valor da operação. A meta é que em 2014 a empresa oferecerá ações em Bolsa.

Vai. Professa. Transforma o caminho em evolução. Ensina. Oferece a permissão, a oportunidade de crescer. Aos maravilhosos professores que comemoraram a data com tantas possibilidades, minha honra, minha admiração. Na foto o famoso e queridíssimo Jair Ferreira com os grandes mestres do Grupo de Educação Rubem Alves. Sem dúvida uma história de sucesso na educação de qualidade. Em nome deles aplausos de pé aos entusiastas da educação.

 

VERDADE

Vivência não vem pronta na latinha, perfeitinha, 
com data de validade, em pequenas porções. 
Para usar em um modo que concentre e tempere tantos anseios e desencontros de uma maneira singular.
Sim, a gente chora.
Quebramos tudo um dia ou nunca.
Existe uma decisão, permanentemente, 
em dúvida em nossas atitudes.
O que ficava absurdamente guardado...
Foi colocado, de uma vez, para fora.
O mundo assiste com interferências.
Ora ditas, ora silenciadas.
Amor é frágil, precisa de cuidado plural, prioritário, invencível. 
Aí da vida dos que tem de tudo, mas lhe falta o amor.


FERIADO

Mesmo despovoada e reduzida, a semana na Zebulost bombou. É tanta energia para abençoar que só ouvindo o Gorpo e a Drielly (aquele casal 'exótico' da série He Man) cantando o "Bem vence o Mal" para espantar tanto temporal.

URGENTE
Já falei sobre esse assunto, mas ele é palpitante demais para ser esquecido. Os organizadores de festas de 15 anos deveriam ter senso de responsabilidade pelos filhos alheios. Preocupados em mostrar poderio para a sociedade, demonstrando luxos fúteis esquecem-se do consumo excessivo de álcool pelos adolescentes. Sem nenhuma fiscalização esses encontros transformam-se numa opção de risco para muitos jovens. Com uma indústria determinada e uma rede gigantesca de serviços movida pelo lazer, vozes abafadas tentam defender a prevenção, mas acabam sem vez. Se as pessoas continuarem a beber em exagero, como é nítido, teremos um futuro de muita ressaca moral. 

ISCA
Os condomínios nobres da cidade usam uma estratégia requintada para vender suas áreas. O cartão de visita é a criação de espaços contemplativos. A ideia é baseada no aumento da área verde, usando o jardim como uma extensão das áreas sociais. O foco nesses locais de vivência, prometendo ambientes tranquilos ou para festas com amigos, os construtores planejam um consumo de algo que tínhamos e a modernidade consumiu: espaço. Agora, praticamente destinado aos ricos, esses grandes pontos verdes viraram objeto de desejo para os momentos de descanso. Enquanto isso, o povo que poderia desfrutar de parques públicos para aplacar o estresse não tem para onde ir, gratuitamente.

A Diretora Heliodora Collaço cercada de brilhantes profissionais, também, comemorou a data celebrando grandes sucessos da FACTHUS. A educadora apresenta-se como uma fantástica revelação para o desenvolvimento integral do ensino superior. Em nome dela, oferecemos os parabéns aos fantásticos professores que contribuem para o sucesso de centenas de pessoas e transformam o Brasil.

REFLEXÃO
E poderíamos nutrir de amor nossas melhores composições. Mas...
E nessas escolhas desenganadas deixamos rascunhos onde poderíamos compor obras de arte!

Nem todos bebem da boa fonte. Estamos nos preparando para tempos de reproduções. 
Vida feita do que dura só um instante. 
E eu? Ainda nutrida de esperança acredito na renovação.

Ser completo é encontrar nas minúcias o caminho da consideração! E nas notas estão as melhores composições. Das letras saem os poemas de inspiração. Nenhum todo é feito sem partes de intenções. 

E a máxima possibilidade é descobrir nossas próprias razões!

Haverá um tempo onde os pensamentos serão mais nobres e nortearão atitudes valorosas. Por enquanto no reinado da relatividade o argumento tenta convencer de que valores se distinguem, mas as respostas estão latentes nos corações e as verdades imperam diante das retóricas vazias.

Eu acredito que surgirão novos humanos vocacionados para uma ação coletiva integral. Formatada para o bem com a convicção de que o tempo de entendimento é bem precioso para nossa evolução. 

Linda, Irene Bizinoto enfeita a coluna de domingo para lembrar do quanto precisamos oferecer carinho em tudo. Maravilhosa nas atitudes e dona de uma dignidade ímpar oferece um bom aprendizado: respeito! Palavra que encerra motivos para seguir. Querida!

Até domingo.
Bjxxx!
Silbor