Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Chic&Choc

ACESSIBILIDADE: A A A A
Fabiana Silbor 23/04/2017
Fabiana Silbor
fabianasilbor@gmail.com
Bem vinda! Bem vindo.

Bem vinda!
Bem vindo.     
O que está por fora nem sempre mostra o que está por dentro. Essa nossa reputação de viver de ilusão nem sempre é resposta para um tempo que vive na contramão. Sem datas de validade somos mais responsáveis pelos nossos acertos e considerações. Que tal menos julgamento, mais atitude, menos interesse no falso e mais olhares para as próprias evoluções? Viva o domingo. Viva.
O domingo é um bom dia para planejar. Faça um ‘mapa’ para seguir no caminho para seus desejos. Coloque datas para conquistar em cada etapa. Assim você poderá avaliar quais serão os obstáculos que deverá enfrentar para conseguir o que quer. Saberá, também, se é capaz de superar os desafios, reconhecerá suas fraquezas e perceberá seus pontos fortes. O “GPS” da vida merece boas nutrições.

Previsível
O desespero de alguns com as mudanças na economia lembram a fábula da cigarra e a formiga. Era fato anunciado que depois do oba-oba do consumismo, o excesso de dívidas e a falta de planejamento trariam resultados chamados popularmente de crise. 

Desinteresse
Muitos direitos dos cidadãos estão sendo desrespeitados. Todavia, o desconhecimento das leis favorece a ação dos espertos. Percebe-se, com frequência, o péssimo uso da informação para manipular e favorecer interesses pessoais.

Mal uso
O acesso à tecnologia mostra a de falta de educação em ambientes coletivos. É incrível o desrespeito motivado pelo vício do celular. As pessoas ignoram que em locais públicos a educação deveria ser favorecida.

Educação vinha do berço
Pais cansados das múltiplas rotinas demonstram exaustão por todo o canto. Supermercados, shoppings, praças públicas se tornam palcos para espetáculos que revelam o despreparo para essa fase desafiante da vida. De gritos, passando por birras de todas as formas, até ao desrespeito, esses comportamentos revelam uma necessidade urgente de reavaliar o papel da família na educação do indivíduo.

Fantasia do terror
Dito Empresário que ganhou muito dinheiro em Uberaba, mas agora vive na pindaíba dependurado nas parcerias e nos conchavos mantém a pose. Até porque isso é bem típico nesse segmento. Mas o grande escândalo envolvendo o boçal é a revelação dos casos mantidos além da ostentação de família feliz. Das outras vezes o ‘cala boca’ foi competente, todavia, dessa, o ser envolvido está ‘dando’ o que falar. Galudo e se achando repleto das conexões o ser chamou certos ‘amiguinhos’ para fazer a típica chantagem, entretanto dessa vez, pelo jeito não vai rolar. Dizem as boas línguas que gravações tórridas vão para as redes sociais. É isso que acontece com quem quer ser possuído pela luxúria nas alcovas, mas quer manter a fachada de perfeitinho.  Já pensou ver a criatura fantasiada dando show? É, Lídia Varanda que se estivesse entre nós teria muita história para contar... 

Atenção redobrada na volta para casa
Quem transita pelas estradas corre riscos desnecessários. Além das inseguranças próprias do sistema rodoviário no Brasil, motoristas precisam ser videntes para acertar os caminhos. A sinalização precária e em muitos trechos confusa promove erros de rotas. Faltam placas, limpeza às margens das vias, sistemas tecnológicos de conexão. Mas sobra cobrança de pedágio ao longo das áreas duplicadas.

A escolha é companhia preciosa
A única e a verdadeira razão por qualquer mudança é o querer. E a distância entre o querer na teoria e na prática é a atitude. O que garante o sucesso da decisão é a continuidade da escolha. O que faz esse caminho? Boas doses de disciplina, resiliência e aceitação. Três condimentos raros, difíceis, mas disponíveis em doses ilimitadas para todos.

Vamos agradecer? 
Na vida temos muitas pessoas importantes. De alguma forma elas contribuíram para que você tivesse os conhecimentos e as oportunidades que hoje desfruta. Procure lembrar-se de alguém que fez, falou ou lhe oportunizou questões que fizeram a diferença. Seja honesto e reconheça, de fato, os que merecem. Até mesmo as indiferenças e as broncas nos favorecem. Às vezes, até mais, que as pequenas fortunas de bondosos na nossa existência. Então, durante essa semana, ligue para a pessoa, envie flores ou vá pessoalmente e agradeça. Simplesmente diga: obrigado pelo que você fez por mim. Graças a sua atitude hoje sou uma pessoa melhor.

Desatualizados
O uso de aplicativos para viajantes tornou-se comum. Com sistemas intuitivos e eficazes, esses novos apetrechos tecnológicos atendem às necessidades de um público órfão de políticas públicas eficientes. Todavia, aumenta os casos de motoristas que entraram em áreas perigosas ou ficaram perdidos depois da orientação. Muitos argumentos explicam os erros, e todos os envolvidos no sistema de mobilidade urbana são corresponsáveis.  Fatidicamente pessoas morreram em metrópoles ao entrarem em áreas dominadas por tráfico e milícias depois de pegarem caminhos orientados por aplicativos.
Desabastecimento
Tem sido comum a falta de combustíveis nos postos. O desabastecimento anuncia questões importantes relacionadas à produção de commodities. O mercado internacional que tinha acalmado os ânimos após a recuperação da confiança no setor agropecuário voltou a ficar oscilante com a queda do índice, registrada em julho.

Bajuladores profissionais
Puxa-saco sempre foi presença repetida. Todavia, a profissionalização dessa espécie é notadamente, de longe, a mais eficiente interação que o poder afiança. Povoados por egos superlativos candidatos já começaram a corrida eleitoral... Muitos, em desvantagem, cercados por gente sem competência que se sustenta pela bajulação,

Vivendo de aparências
São cerca de 60 milhões, em média, de CPFs negativados. Na Zebulândia comer farinha e arrotar caviar é praxe. A vaidade imensa de andar de carrão, marcas caras, nutre uma parcela significativa de quem não tem terra, nem para ser enterrado, mas posa de rei do gado. Por que será que esse povo que “vive de aparências, disfarçando as evidências”? Tinha era que tirar uma selfie com os boletos acumulados e postar: #partiucalote.

Atendimento sem qualidade
A fama de péssimo atendimento em Uberaba só renova a cada período. No segmento de materiais de construção, infelizmente, a realidade não é diferente. Vendedores despreparados e desinteressados transformam a saga do consumidor que constrói ou reforma em martírio. Falta tudo, inclusive, educação. Depois, aumentam as reclamações sobre a crise. Empresas que tem bons relacionamentos com os consumidores podem, até, entrar em outro ritmo devido ao momento global, mas jamais fecham as portas. Bom atendimento, qualidade e preço justo fazem sucesso.

Tenha paciência e compaixão por quem você desconhece.

Mas, sobretudo tenha o dobro de coragem em ser melhor para quem lhe ajuda.
Faça da gratidão seu critério de avaliação. 
E renove sua força de vontade para a compreensão.

Tenha respeito pelas características individuais.
Jamais faça pouco da dor que o outro diz ter.
Enxergue novos caminhos para continuar as relações.
Transforme suas fraquezas em oportunidades para amadurecer.

Desista de abandonar, de trair, de mentir, de desprezar.
Prefira permanecer, compartilhar, se mostrar, reconhecer.
Valorize quem investiu em você e acolheu suas inseguranças.
Sentimos a vida roubada quando fazemos escolhas rasas.

A melhor diversão é a felicidade autêntica.
O maior tesouro é o olhar que provoca o riso.
Um grande presente é o despertar que nasce do sentimento.
Um motivo capaz é o de se superar para desenvolver merecimentos.

Seja um construtor. 
Edifique!
Ofereça seus valores como matéria prima.
Estar com pessoas é desbravamento.

Pense menos nas próprias razões.
Já faliu essa teoria tão pratica de validar só próprios desejos. 
Fomos feitos para a união.
A paz e as guerras são as duas faces da comunhão.

Recomponha sua integridade ao falar de desconhecidos.
Uma história tem sempre muitos lados sentidos.
Evite que o egoísmo conduza seus julgamentos.
Avance além de pequenos argumentos.

Deixe de lado a pressa se quiser ter certezas.
O que parece incrível, com o tempo pode ser tornar desnecessário.
E vice e versa.
Bom domingo