Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 07/03/2014
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Claudio Humberto

“Para esse [projeto] se justifica a urgência. Outros não”

Deputado Henrique Alves e seu incomum empenho para aprovar o ‘marco de protestos’

 

TSE adverte para propaganda ilegal na internet

O ministro Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral, mandou tirar do ar a página do presidenciável Eduardo Campos (PSB) no Facebook porque se convenceu de que não estava em “ambiente fechado”, como o Twitter, e fazia propaganda eleitoral deslavada. Em conversa com a coluna, ele lembrou que o Judiciário só atua mediante provocação, mas está atento e utilizará os mesmos critérios para examinar outros casos.

 

Digitais pernambucanas

O ministro Admar Gonzaga concluiu que o conteúdo do Facebook tinha como origem o próprio Eduardo Campos ou sua assessoria.

 

Confissão na rede

O PSB divulgou que Campos não sabia do Facebook, mas a página entrega a autoria: a atrapalhada equipe de mídias sociais do PSB.

 

Propaganda bem bolada

A oposição se articula para representar contra a página “Dilma Bolada”, que antes ironizava e agora se dedica a divulgar elogios à presidenta.

 

Só não vê quem não quer

Líder do PSB na Câmara, Beto Albuquerque (RS) espera que o MP examine Dilma Bolada: “Não precisa ser provocado para cumprir a lei”.

 

Crise PT-PMDB dá esperança a Aécio e Campos

Virtuais candidatos à Presidência, o senador Aécio Neves (PSDB) e o governador Eduardo Campos (PSB) veem na crise entre PT e PMDB uma chance de comprometer a reeleição da presidenta Dilma. No mínimo, apostam que o alto grau de descontentamento pode levar o PMDB à mesma postura do PP em 2010, optando pela neutralidade no primeiro turno. Mas Aécio ainda sonha com o apoio formal do PMDB.

 

Contra hegemonia

Diante da ação do PT para aumentar sua bancada, em detrimento do PMDB, só cresce no partido grupo contrário à aliança com Dilma.

 

Libera geral

Dentre patrocinadores do movimento “libera geral” no PMDB estão os diretórios de maior peso na convenção nacional: RJ, MG, RS, PR e CE.

 

Caminho sem volta

O próprio vice Michel Temer já admite a correligionários que está cada dia mais difícil conter a rebelião e manter a aliança nacional com o PT.

 

Bobeira tucana

Amigo do deputado Sergio Guerra, Aécio Neves só conseguiu divulgar nota de pesar 4 horas depois de confirmada a morte do seu antecessor na presidência do PSDB. E uma hora depois da presidenta Dilma.

 

Acervo valioso

Sérgio Guerra deixou à família a mais valiosa coleção de Cícero Dias, consagrado pernambucano que foi amigo e dividiu atelier com Picasso, em Paris. Em breve retorno ao Brasil, na ditadura, Cícero viveu por dois anos num imóvel de Guerra e pagou o aluguel com telas, muitas telas.

 

Do arco da velha

Se for verdade tudo o que se disse de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), na reunião de Dilma com Lula e agregados, na calada da noite no Alvorada, intriga como o deputado conseguiu escapar, até agora.

 

Garras de fora

Demitido do Ministério do Desenvolvimento pelo ex-ministro Fernando Pimentel e hoje desfrutando de uma boquinha no Planalto, Alessandro Teixeira não larga o osso. Faz lobby para emplacar um amigo, André Cordeiro, de limitada experiência, na diretoria na agência Apex-Brasil.

 

Preocupação

Apesar dos desmentidos, os muitos amigos do ex-ministro do Esporte Orlando Silva se preocupam com supostas sequelas do problema de saúde do qual se recupera. Deveria reaparecer para tranquilizá-los.

 

Prévia da exploração

A 97 dias da Copa do Mundo, o Carnaval já mostrou a prévia do que turistas vão enfrentar: botecos cariocas cobravam R$ 26 por um misto quente e um suco de laranja; R$ 70 por um prato feito com bife.

 

Demagogia rastaquera

Nicolás Maduro rompe com o Panamá, por ser “lacaio dos americanos”, mas não rompe com os Estados Unidos. Por quê? Compram petróleo da Venezuela e ainda permitem postos da PDVSA em todo território americano. E pensar que o Brasil se associou a gente dessa laia...

 

Mau agouro

Foi uma sucessão de desastres na TV estatal venezuelana a visita do ditador substituto cubano: não só caiu do mastro a bandeira de Cuba, como apareceu na legenda “Raúl Castro presidente da Venezuela”.

 

Pensando bem...

...é fácil obter uma trégua na Ucrânia: o senador Suplicy canta e Fidel Castro faz um de seus discursos.

PODER SEM PUDOR

Conversa às cegas

Wilson Braga era adversário de Ronaldo Cunha Lima, na Paraíba, e tentava se aproximar do político-poeta. Pediu a um amigo comum que promovesse uma reunião dos dois, mas recomendou absoluto sigilo:

- Ninguém pode ver nada!

Cunha Lima não contou conversa:

- Não tem problema: vamos nos encontrar no Instituto dos Cegos!

A reunião não foi realizada e o poeta ganhou a eleição.

_

Com Ana Paula Leitão e Teresa Barros

www.diariodopoder.com.br