Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 15/03/2014
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Claudio Humberto

“É uma injustiça com o povo”

Siqueira Campos (PSDB), governador do Tocantins, sobre o custo da energia

 

Novo inimigo de Morales abre crise com Brasil

Menos de dois anos após a crise diplomática envolvendo o refúgio do ex-senador Roger Pinto Molina, outro inimigo do presidente cocaleiro Evo Morales ameaça criar problemas para o Itamaraty: promotor do Ministério Público, Marcelo Soza pediu refúgio, terça (11), à embaixada do Brasil em La Paz, após denunciar que o governo maluquete da Bolívia manipulou um processo de “terrorismo” para prejudicá-lo.

 

Procurado

O governo brasileiro não confirma o refúgio do promotor Marcelo Soza, que agora, a pedido do regime de Evo Morales, é caçado pela Interpol.

 

Terrorismo de araque    

Soza virou acusado de suposto atentado para matar Evo Morales, após revelar o enriquecimento ilícito de ministros e aliados de Evo Morales.

 

Mordaça

A oposição acusa Evo Morales de violar os direitos humanos, amordaçar o Judiciário e praticar “terrorismo de Estado”.

 

Vida provisória

O senador boliviano Roger Molina, 53, ganhou refúgio provisório em fevereiro, após 445 dias confinado na embaixada do Brasil em La Paz.

 

MPF mira no poder das termelétricas no governo

Procuradores do Ministério Público Federal, intrigados com as relações supostamente especiais dos donos de termelétricas como autoridades da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e do Ministério de Minas e Energia, resolveram monitorar esse setor. Empresários ligados à família Sarney e o decadente Eike Batista estão entre os beneficiados pela política que garante R$ 1 bilhão por mês para termelétricas.

 

Muito suspeito

A Aneel negligenciou a geração de energia limpa para encher as burras das termelétricas, que usam combustível caro e poluente.

 

Foco

No pacote de R$ 12 bilhões para o setor elétrico, o governo procurou atender as distribuidoras, não a geração de energia.

 

Recuo no Senado

Dos 14 senadores que se comprometeram em assinar pedido pela antecipação da convenção nacional do PMDB, três já retiraram apoio.

 

Ainda dá tempo

O presidente do STF, Joaquim Barbosa, desistiu de qualquer aventura eleitoral. Mas mantém a intenção de aposentar-se no final do ano. Se mudar de ideia outra vez, a convenção do PV será no próximo dia 22.

 

Bota-fora

O criminalista Antonio Carlos de Ameida Castro, o “Kakay”, arrancou gargalhadas, em uma roda, ao garantir que muitos advogados fariam vaquinha para bancar uma candidatura de Joaquim Barbosa. Para sempre procurador, o presidente do STF tem aversão a advogados.

 

Nada mudou

A despeito das constantes notícias de que deixará o “blocão”, o líder do PR, Bernardo Santana (MG), garante que ele “não representa o partido, mas sim a bancada da Câmara, que continua bem insatisfeita”.

 

Dez anos depois

A Justiça suspendeu os direitos políticos do senador Zezé Perrella (PDT-MG).  Nada a ver com desvio milionário ou o caso do “helicoca”, mas sim com a farra de apartamentos funcionais da Câmara, em 2004.

 

Burrocracia

Brasileira que mora nos EUA viajou 2 mil km para fazer procuração no consulado em Washington. Disseram-lhe que precisava ter preenchido  um formulário pela internet. Surpresa, sacou seu iPad, conectou-se e pediu que o funcionário mostrasse o tal formulário no site. Não havia.

 

Recordar é viver

O tucano José Serra (SP), o ex-ministro Waldir Pires, o jornalista José Maria Rabêlo e a Eugênia Zerbini confirmaram presença em sessão solene no Senado, dia 31 de março, contra os 50 anos do golpe militar.

 

Tropeçou, mas não caiu

Ary Graça Filho renunciou à presidência da Confederação Brasileira de Vôlei, ontem, em meio a suspeitas de fraude em contratos de patrocínio, mas segue como presidente da Federação Internacional de Voleibol, que assumiu em 2012 ao suceder o chinês Jizhonmg Wei.

 

Torre de Babel

A cúpula do PMDB estranhou atitude do presidente do PT, Rui Falcão, de estimular o prefeito Antônio Gomide a manter-se na disputa em Goiás, justo onde a presidenta Dilma disse que o PT apoiaria o PMDB.

 

Pensando bem...

...mais espantoso que o sumiço do avião da Malásia é o silêncio dos vizinhos, após a guarda de Nicolás Maduro matar 30 manifestantes, na Venezuela.

PODER SEM PUDOR

O jovem candidato

Em 1974, plena ditadura, quando o MDB mineiro decidiu lançar como candidato ao Senado Itamar Franco, desconhecido prefeito de Juiz de Fora, a maior raposa do partido, Tancredo Neves, foi à cidade conhecê-lo melhor, em uma viagem de campanha. A certa altura, quando passavam junto a um quartel do Exército, Itamar disparou:


– Deputado, o senhor tem visitado muito os quartéis?


Tancredo sentiu a estocada, mas em segundos se recuperou com uma resposta que lembraria durante anos:


– Tenho sim, meu filho. Tenho ido aos quartéis para visitar os presos políticos, jamais para cortejar os generais.


Itamar passou o resto da viagem em silêncio.

_

Com Ana Paula Leitão e Teresa Barros

www.diariodopoder.com.br