Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 16/04/2014
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Cláudio Humberto

“Quem está mentindo? O governo ou a imprensa?”

Mário Couto (PSDB-PA), ao questionar a presidente da Petrobras, Graça Foster

Arapongagem de saia: mulher deve chefiar Abin

Para agradar a presidenta Dilma, o chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, general José Elito, deve substituir o atual diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Wilson Trezza, por Luely Moreira Rodrigues, ex-diretora da Escola de Inteligência da Abin. Trezza deve deixar o cargo assim que acabar a Copa, cujo planejamento de inteligência já foi concluído.

Não larga o osso

O projeto de Wilson Trezza, segundo amigos dele, é a Autoridade Pública Olímpica (APO) na organização dos Jogos do Rio, em 2016.

Concentração

Esta Coluna antecipou a intenção da Abin de concentrar seus esforços na Olimpíada de 2016, já que o trabalho da agência na Copa “acabou”.

Olha o nível...

Foster desmentiu o ex-presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, de que comprar Pasadena foi “ótimo negócio”. Imagina a reunião de diretoria...

Pergunta na Petrobras

Difícil saber quem saiu pior na audiência no Senado sobre a Petrobras: Foster respondendo ou a maioria dos senadores perguntando?

Marinha está com medo dos traficantes no Rio

O Comando da Marinha carioca teme não poder se defender dos traficantes da Ilha do Governador (RJ) e orientou fuzileiros de folga a não portar documentos militares, para evitar a fácil identificação. Os marginais do tráfico têm obrigado moradores e comerciantes da região a informá-los assim que avistarem fuzileiros desarmados para o envio imediato de uma “equipe de extermínio” fortemente armada.

Risco total

Em situação de risco, integrantes das Forças Armadas são treinados a atirar, não a prender, como a polícia. E traficantes querem vingança.

Como polícia

A ordem dos traficantes que comandam a Ilha do Governador é que a partir de agora, os militares serão tratados como policiais e liquidados.

O cabelo entrega

Um dono de bar identificou fuzileiros pelo corte de cabelo e os mandou embora explicando que não queria seguir ordens do “governo paralelo”.

Mal sinal

A última pesquisa, onde a presidenta Dilma apresentou queda de seis pontos, acendeu sinal amarelo no PMDB. Reza a história que nenhum governante abaixo dos 35% de intenção de voto conseguiu se reeleger. 

Ficou evidente

Socialistas reclamaram que o discurso do governador Ricardo Coutinho (PSB-PB) no pré-lançamento de Eduardo Campos (PSB-PE) só jogou luz na ausência de Renato Casagrande (ES) e Camilo Capiberibe (AP).

Rolando o lero

A presidente da Petrobras, Graça Foster, negou qualquer contrato entre seu marido e a estatal, mas não explicou as 42 “pequenas compras de componentes” entre 2005 e 2010, na A C. Foster, empresa do maridão. Metade não foi licitada e compra confirmada pela estatal.

Ser ou não ser

O socialista Eduardo Campos (PE) convidou Márcio França (PSB), pré-candidato ao governo de SP contra a vontade de Marina Silva, para participar da coordenação de sua campanha nacional a presidente.

Mundo dá voltas

Nomeado por Ricardo Izar no processo contra José Dirceu em 2005, Júlio Delgado (PSB-MG) viu o destino se repetir ao ser sorteado por Ricardo Izar Junior (PSD-SP) para relatar cassação de André Vargas.

Cozinhando com Dilma

As cozinhas das residências oficiais do Alvorada e a Granja do Torto receberão banho de loja de até R$ 66,3 mil, com 40 açucareiros, 10 panelas de pressão, 12 frigideiras, 18 assadeiras, e outros apetrechos.

Esse cara sou eu

O senador Roberto Requião (PR) tem dito para membros da Executiva Nacional do PMDB que está com o discurso pronto, caso o partido desembarque da aliança com Dilma e decida por candidatura própria.

A coisa tá feia

Não é por acaso que o ministro Guido Mantega (Fazenda) se trumbica, na economia e na educação. Há partes do site do ministério sem qualquer atualização há quase um ano.   

Pensando bem...

...significativo o depoimento da presidente da Petrobras às vésperas da Semana Santa: afinal, alguém terá que ser crucificado até sexta-feira.

PODER SEM PUDOR

Dado como lido

Ex-governador de Alagoas, Silvestre Péricles era maluco mas tinha uns repentes engraçados. Certo dia ele almoçava com lideranças do interior e não via a hora de ir embora, porque tinha compromissos importantes na capital. De repente, o anfitrião sacou um calhamaço de folhas e se levantou. Era a hora do discurso. Silvestre estremeceu:

- Isso tudo é uma saudação para mim?

- Sim, senhor governador.

Silvestre, ágil, arrancou o “improviso” das mãos do homem e dispensou:

- Deixa que eu leio durante a viagem de volta.

E foi embora.