Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Cláudio Humberto

ACESSIBILIDADE: A A A A
Claúdio Humberto 21/05/2014
Claúdio Humberto
ch@claudiohumberto.com.br
Claudio Humberto

“O que a mídia tinha de fazer, já fez. Parabéns”

Deputado André Vargas (PR) culpando a imprensa por sua ligação à gang da Lava Jato

Lula insinua ao PMDB chance de ser candidato

Nas duas conversas com a cúpula do PMDB em uma semana, para acertar sua presença no palanque do partido em vários estados, Lula insinuou o tempo todo que se a candidatura da presidenta Dilma Rousseff à reeleição “desandar nas pesquisas”, será ele o candidato. Entre os lulistas do PT e do PMDB, há grande expectativa pela nova pesquisa do Ibope, nesta quinta-feira. Se Dilma “desandar”, já era.

Insuportável

Na conversa com a cúpula do PMDB, Lula ficou se achando ao ouvir histórias sobre o “Volta, Lula”. No fundo, ele adora essa história.

Diálogo de raposas

Como sempre, Lula disse o que o PMDB queria ouvir e, em retribuição, ouviu o que queria. Inclusive que “continua imbatível no Nordeste”.

Ela captou a mensagem

Dilma saiu do Encontro Nacional do PT, em São Paulo apenas “pré-candidata” a presidente. Esperava ter sido consagrada como candidata.

Dupla sertaneja

Para acalmar Dilma e, segundo ele, driblando a modéstia, “ajudá-la a melhorar nas pesquisas”, Lula combinou aparições conjuntas.

Brasil pode ‘encolher’ à metade após a Copa

Aproxima-se uma data crucial, logo depois da Copa: o Congresso tem até 22 de julho para votar a “Declaração Universal dos Direitos dos Povos Indígenas”, invenção de ONGs estrangeiras para criar 216 “países” na Amazônia, retirando do Brasil quase 50% do território. O atentado à integridade do território nacional recebeu apoio do ex-chanceler Celso Amorim nas Nações Unidas, em 2007.

Pela soberania

Uma campanha pela soberania nacional, liderada pelo engenheiro da Coppe/UFRJ João Carlos Pereira em 2008, caiu no esquecimento.

‘Balcanização’

Além da gigantesca reserva Yanomami em Roraima, o Brasil teria nações indígenas independentes e sob tutela de ONGs ou da ONU. 

No subsolo

EUA, Canadá, Austrália e Nova Zelândia caíram fora da Declaração da ONU de autonomia das reservas, para preservar territórios e riquezas.

O poderoso pode

O ministro Teori Zavascki bem que poderia explicar à Nação inculta por que manteve onze suspeitos na prisão e soltou o temido Paulo Roberto Costa, único acusado de destruir provas e obstruir a Justiça.

À base de tranquilizantes

Figurões do governo e do Congresso e lobistas morrem de medo que os responsáveis pela Operação Lava Jato, agora afastados do caso, comecem a vazar detalhes do escândalo. Temem porque sabem que a PF chegou a um “banco central” da corrupção política no Brasil.

Sem perigo de dar certo

Ex-alunos do baiano Sérgio Gabrielli não ficaram surpresos com suas trapalhadas na Petrobras. Afirmam que ele jamais foi reconhecido pelo brilho da inteligência, nem muito menos pelo apego ao trabalho.

Querida África

Em campanha contra exploração sexual na Copa, Dilma não fez sequer “coraçãozinho” pelas 200 meninas reféns de terrorista na Nigéria. Ou pela condenada à morte no Sudão por mudar de religião para casar.

Finalmente

Marcado por impressionante número de denúncias de ladroagem, e até de envolvimento com o bandidão conhecido por “Comendador”, o deputado estadual José Riva (PSD-MT) sempre escapou. Sua prisão, ontem, foi saudada nas ruas de Cuiabá com fogos de artifícios.

Segundão

A Polícia Federal achou uma arma ilegal de Silval Barbosa (PMDB-MT), ao cumprir mandado de busca em sua casa, em investigação de corrupção, e fez dele o segundo governador a meter em cana. O primeiro foi José Roberto Arruda (PR-DF), em 2010.

Lá não é Brasil

Achando que estava acobertado pela condescendência das leis do seu País, um meliante brasileiro de 16 anos resolveu pichar um mirante do Coliseu em Roma. Foi preso por vandalismo. É assim que se faz.

Bagunça no JK

O aeroporto JK, de Brasília, está ficando uma beleza, mas ainda há desorganização. Passageiros de Porto Alegre, no voo TAM 3221, na segunda-feira (19) morna, esperaram 2 horas pelas malas.

Mochileiro galático

Sem foro privilegiado, mas privilegiado por bilionários contratos e contatos, o ex-diretor da Petrobras virou Paulo Roberto Costa Quente.

PODER SEM PUDOR

Quem manda é o rei

À entrada de uma festa no Automóvel Clube de São Paulo, o porteiro exigia o convite, mas o ministro da Fazenda de Getúlio Vargas, José Maria Whitaker, após apalpar os bolsos, verificou que esquecera o seu.

- Sem convite, não entra – decretou o porteiro.

- Mas eu sou o ministro da Fazenda...

- Sei, sei... O senhor é o ministro da Fazenda e eu sou o rei do Sião.

- Ministro, boa noite! – saudou Adhemar de Barros, aproximando-se.

- Boa noite, interventor – respondeu Whitaker, aliviado.

- Vamos entrar?!

- Não posso! Sua Majestade, o rei o Sião – disse o ministro, apontando o porteiro – não me permite entrar sem convite, que não trouxe comigo.

O porteiro passou o resto dos seus dias aguardando a demissão.